Sobre a Revista

RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade | e-ISSN: 2525-7870. Criada em 2015 sob a denominação de Conexões Culturais - Revista de Linguagens, Artes e Estudos em Cultura| e-ISSN: 2447-018X, é um periódico quadrimestral multidisciplinar que abrange as áreas de Linguística, Letras, Artes, Humanidades e Ciências Sociais. É o principal instrumento de divulgação científica do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura - CLAEC, entre seus objetivos, destaca-se, o de explorar e desvendar as fronteiras territoriais e disciplinares na produção de conhecimentos que demonstrem a diversidade de costumes, ideias e modos de vida dos cidadãos dos países integrantes da América Latina. As edições terão como conceito propostas que debatam criticamente reflexões e estudos em cultura e sociedade.

Notícias

Chamada: Dossiê - De(s)colonizando mentes femininas em territórios Afrodiaspóricos: Construção coletiva de nova metodologia

11/11/2022

Está aberta a chamada de artigos para composição do Dossiê: De(s)colonizando mentes femininas em territórios Afrodiaspóricos: Construção coletiva de nova metodologia. O recebimento de artigos será até 15 de dezembro de 2022, com publicação prevista em janeiro. 

Ementa: O dossiê tem como objetivo realizar discussões sobre representações, lutas, frentes de conquistas realizadas por mulheres da América Latina/Afrodiaspórica. A colonização foi um momento histórico que marcou profundamente homens e mulheres latino-americanas/afrodiaspóricas. Porém, foi a mulher a principal invisibilizada por esse processo de racionalização do colonizador, em especial a mulher negra e indígena/Afrodiaspórica. Por isso, é necessário de(s)colonizar mentes femininas na América Latina por meio de obras, da história de vida, escritos, pensamentos e conhecimentos de mulheres que foram apagados pela história dominada por homens brancos. Ao resgatarmos toda a produção epistemológica, antropológica, sociológica e científica de mulheres da América Latina/Afrodiaspórica, reafirmamos o lugar que deve ser reconhecido a elas/nós enquanto pensadoras, cientistas, ativistas, questionadoras e construtoras de um mundo plural e igual. A perspectiva de(s)colonial não é apenas uma contestação ao colonialismo/colonialidade, vai além, posto que, traz para o debate a importância de discutir raça, gênero, sexualidade, classe e geopolítica. Portanto, a partir de tais premissas, buscamos contribuições para a de(s)colonização mentes femininas na América Latina/Afrodiaspórica. São bem-vindas discussões que tenham por base os Estudos do Sul; novas epistemologias, como por exemplo as Epistemologias de Terreiro; Mulherismo Afrikana; e, outras teorias/epistemologias/práticas que buscam contribuir para a construção de um mundo em que a humanidade de mulheres negras e indígenas seja possível.

Saiba mais sobre Chamada: Dossiê - De(s)colonizando mentes femininas em territórios Afrodiaspóricos: Construção coletiva de nova metodologia

Edição Atual

v. 8 n. 2 (2022)

Neste número publicam-se os trabalhos à medida que são finalizados. Os DOI serão validados na finalização da edição completa do número.

É composto pelo seguinte dossiê e também por artigos submetidos em fluxo contínuo:

HAÏTI ET SA DIVERSITÉ SCIENTIFIQUE: contributions à la pensée latino-américaine

Publicado: 14/09/2022

HAITI E SUA DIVERSIDADE CIENTÍFICA: contribuições ao pensamento latino

Ver Todas as Edições

SISTEMA DE SUBMISSÃO: FLUXO CONTÍNUO.
Os textos podem ser submetidos em qualquer data. Assim que forem enviados, serão designados os avaliadores e, em caso de aprovação, serão incorporados no próximo número e já serão publicados. Os identificadores DOI (Digital Object Identifier) serão validados no momento da publicação.

 

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO - FLUXO CONTÍNUO

A Equipe Editorial da Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura  convida, professores, pesquisadores e interessados à participarem da seleção pública através de artigos e resenhas para compor as próximas edições da RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade. As áreas de abrangência temática da revista são Linguística, Letras, Artes, Humanidades e Ciências Sociais. As submissões são realizadas na forma de fluxo contínuo, devendo o autor atentar-se quanto ao prazo máximo estabelecido para cada edição.

Aceitam-se contribuições em português, espanhol, francês e inglês que serão submetidas à apreciação da Comissão e do Conselho Editorial, sendo garantida a avaliação cega por pares. O simples envio dos trabalhos não garante sua publicação. As normas para publicação estão em:

http://periodicos.claec.org/index.php/relacult/about/submissions#onlineSubmissions

 

PRAZOS PARA ENVIO DAS PROPOSTAS DE PUBLICAÇÃO

 

Vol. 08, nº03 - TERCEIRO QUADRIMESTRE DE 2022

Dossiê:

- De(s)colonizando mentes femininas em territórios Afrodiaspóricos: Construção coletiva de nova metodologia

Recebimento: De SETEMBRO à 15 de DEZEMBRO de 2022

Publicação: JANEIRO de 2023

Ementa: O dossiê tem como objetivo realizar discussões sobre representações, lutas, frentes de conquistas realizadas por mulheres da América Latina/Afrodiaspórica. A colonização foi um momento histórico que marcou profundamente homens e mulheres latino-americanas/afrodiaspóricas. Porém, foi a mulher a principal invisibilizada por esse processo de racionalização do colonizador, em especial a mulher negra e indígena/Afrodiaspórica. Por isso, é necessário de(s)colonizar mentes femininas na América Latina por meio de obras, da história de vida, escritos, pensamentos e conhecimentos de mulheres que foram apagados pela história dominada por homens brancos. Ao resgatarmos toda a produção epistemológica, antropológica, sociológica e científica de mulheres da América Latina/Afrodiaspórica, reafirmamos o lugar que deve ser reconhecido a elas/nós enquanto pensadoras, cientistas, ativistas, questionadoras e construtoras de um mundo plural e igual. A perspectiva de(s)colonial não é apenas uma contestação ao colonialismo/colonialidade, vai além, posto que, traz para o debate a importância de discutir raça, gênero, sexualidade, classe e geopolítica. Portanto, a partir de tais premissas, buscamos contribuições para a de(s)colonização mentes femininas na América Latina/Afrodiaspórica. São bem-vindas discussões que tenham por base os Estudos do Sul; novas epistemologias, como por exemplo as Epistemologias de Terreiro; Mulherismo Afrikana; e, outras teorias/epistemologias/práticas que buscam contribuir para a construção de um mundo em que a humanidade de mulheres negras e indígenas seja possível.

Maiores informações pelo e-mail:

relacult@claec.org