Desafios e possibilidades do ensino remoto na perspectiva do programa etnomatemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v7i3.2218

Palavras-chave:

Espaços socioeducativos, Espaços Urbanos, Etnomatemática, Etnografia

Resumo

Esse texto se propõe a divulgar um recorte de uma pesquisa de dissertação de mestrado, que realizou algumas reflexões sobre a relação dos saberes vivenciados e produzidos nos espaços socioeducativos não-escolares, na comunidade dos bairros São Domingos e São Mateus (Sorriso/MT), na busca de um diálogo entre as possibilidades educativas que se esboçam dentro desses espaços habitados, na perspectiva do programa etnomatemática, proposto por D’Ambrosio (2019, 2020) e nas configurações do ensino remoto em tempos de pandemia, instaurada no mundo no ano de 2020. É uma investigação qualitativa na defesa de que, no desenvolvimento do ser humano, a espécie humana é identificada pela aquisição de estilos de comportamentos e de conhecimentos para sobreviver e transcender nos distintos ambientes que ela ocupa, abordando as vivências de grupos sociais nos espaços habitados discutidos por Certeau (2012). As informações foram produzidas por meio de observações, conversas, áudios e vídeos em momentos vivenciados nas casas, ruas e praças dos bairros onde os alunos residem. Buscamos na etnografia a preocupação com o significado que têm as ações e os eventos para as pessoas ou grupos estudados. As reflexões que realizamos diante de uma pandemia é que a educação foi afetada na forma de ensinar e aprender, que os lugares de aprender ultrapassam os muros das escolas. Com uma postura calcada na etnomatemática, evidenciamos a importância da comunidade, buscando conectar a matemática e as outras ciências com o contexto cultural, social, político e filosófico dos grupos sociais.

Biografia do Autor

João Severino Filho, Mato Grosso State University

Doutor pelo Instituto de Geociência e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho”. Professor do Curso de Matemática e dos Programas de Pós-Graduação PPGECM e PPGECII, da UNEMAT. Membro dos Grupos de Pesquisa do CNPQ: EmF - Educação em Fronteiras e líder do Grupo WARÃ - Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Etnomatemática. E-mail: joaofilho@unemat.br

Gláucia Christiane Borstel Cichoski, Escola Estadual Ignácio Schevinski Filho

Mestre em Ensino de Ciências e Matemática; UNEMAT/Barra do Bugres – MT. Professora efetiva da rede estadual de ensino/ SEDUC MT. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Etnomatemática – WARÃ. Sorriso, Mato Groso, Brasil; E-mail: glaucia.boki@gmail.com

Referências

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Michel de Certeau; tradução de Ephraim Ferreira Alves. – Petrópolis – RJ. Vozes, 1994.

CERTEAU, Michel de. El lugar del outro: história religiosa y mística. Katz Editores, 2007.

D’AMBROSIO, Ubiratan et al. Sociedade, cultura, matemática e seu ensino. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 1, p. 99-120, 2005.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Educação Matemática: da teoria à prática. Papirus Editora, 2007.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática, raízes socioculturais da arte ou técnica de explicar e conhecer. Campinas: UNICAMP, 1987.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática - elo entre as tradições e a modernidade. 6 ed. – Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2019.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Live: Etnomatemática e Educação em tempos de pandemia. Palestrante: Prof. Dr. Ubiratan D'Ambrosio – Unicamp/Unesp Mediador: Prof. Dr.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra. 1997.

GEERTZ, Clifford. Conhecimento local: Ensaios adicionais em antropologia interpretativa. Livros Básicos, 2008.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Livros básicos. 1973.

MIARKA, Roger. Etnomatemática: do ôntico ao ontológico.-. 2011.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. Novos estudos CEBRAP, p. 71-94, 2007.

SCANDIUZZI, Pedro Paulo. A etnomatemática e a formação de educadores matemáticos. Tópicos de Educação, p. 131-140. 2003.

SEVERINO-FILHO, João; SILVA, Adailton Alves da. Educação Etnomatemática: Alguns passos em direção à sala de aula. Anais – XIII Encontro Nacional de Educação Matemática. Cuiabá – MT. 2019.

SILVA, Adailton Alves da. A Organização Espacial Auw~ e-Xavante: um olhar qualitativo sobre o espaço. 2006.

SOUZA, Jessé - A sociologia dual de Roberto Da Matta: descobrindo nossos mistérios ou sistematizando nossos auto-enganos? Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2001, vol.16, n.45, pp.47-67.

Downloads

Publicado

21/12/2021

Como Citar

Filho, J. S. ., & Cichoski, G. C. B. . (2021). Desafios e possibilidades do ensino remoto na perspectiva do programa etnomatemática . RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 7(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v7i3.2218

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo