Resistência política pela voz de Álvaro Tukano

A transmissão do saber ancestral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v7i3.2146

Palavras-chave:

Letras e Literatura

Resumo

Compreender as textualidades indígenas é tarefa fundamental no combate ao preconceito e à marginalização dos povos nativos do Brasil, visto que os autóctones vêm sendo estigmatizados e oprimidos durante séculos no país. Nesse contexto, este artigo busca discutir a importância da coleção Tembetá: vozes da resistência enquanto produção inteiramente voltada aos indígenas. Dessa forma, o volume da coleção escolhido para análise traz Álvaro Tukano como protagonista, ativista da etnia Tukano e um dos maiores líderes do Movimento Indígena.

Biografia do Autor

Rubens Queiroz Dias, Universidade Federal do Pará

Graduando do curso de Letras (Habilitação Língua Portuguesa) da Universidade Federal do Pará. Membro do grupo de pesquisa “Tradução e Recepção”, coordenado pela Prof.ª Dr.ª Izabela Guimarães Guerra Leal. E-mail: rubens.dias@ilc.ufpa.br

Izabela Guimarães Guerra Leal, Federal University of Para

Doutora em Letras (Letras Vernáculas) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente é professora de Literatura Portuguesa na Universidade Federal do Pará (UFPA) e professora do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPA. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: tradução, corpo, linguagem, Portugal e alteridade.  Email: izabelaleal@gmail.com

Referências

ALMEIDA, Maria Inês de; QUEIROZ, Sônia. Na captura da voz: as edições da narrativa oral no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica; FALE UFMG, 2004.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

DANNER, Leno Francisco; DORRICO, Julie; DANNER, Fernando. A literatura indígena brasileira, o movimento indígena brasileiro e o regime militar: uma perspectiva desde Davi Kopenawa, Ailton Krenak, Kaká Werá e Alvaro Tukano. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 12, n. 2, p. 252-282, jul./dez. 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/EspacoAmerindio/article/view/83424. Acesso em: 20 out. 2020.

GRAÚNA, Graça. Literatura Indígena no Brasil contemporâneo e outras questões em aberto. Educação & Linguagem, v. 15, n. 25, p.266-276, jan/jun. 2012. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/article/view/3357/3078. Acesso em: 13 nov. 2020.

GUESSE, Érika Bergamasco. Da oralidade à escrita: os mitos e a literatura indígena no Brasil. In: SILEL. Anais. Volume 2, Número 2. Uberlândia: EDUFU, 2011.

MATOS, C. N. Textualidades indígenas do Brasil. In: FIGUEIREDO, Eurídice. (Org.). Conceitos de literatura e cultura. Juiz de Fora; Niterói: Editora UFJF; EdUFF, 2010.

MOREIRA, Caio Ricardo Bona. Poéticas ameríndias: perspectivismo e transcriação canibal. Revista de estudios literarios latino-americanos CHUY, n. 6, p. 63-82, jul/2019. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/228484135.pdf. Acesso em: 9 nov. 2020.

MINDLIN, Betty. O fogo e as chamas dos mitos. Estudos Avançados. v.16 n.44 São Paulo jan./abr. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142002000100009&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 12 fev. 2021.

SILVA JÚNIOR, Fernado Alves da. Tradução e Xamanismo na poética indígena. 2020. 203 f. Tese (Doutorado em Letras), Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Pará, Belém, 2020.

TUKANO, Álvaro. Coleção Tembetá. Rio de Janeiro: Azougue, 2017.

QUARESMA, Carline Cunha Ramos. A metáfora antropofágica em Todas as vezes que dissemos adeus de Kaká Werá Jecupé. Tusaaji: A Translation Review. Toronto, Vol. 6, No.6. 11-26, 2018. Disponível em: https://tusaaji.journals.yorku.ca/index.php/tusaaji/article/view/40349. Acesso em: 20 fev.2021.

Downloads

Publicado

21/12/2021

Como Citar

Dias, R. Q., & Guimarães Guerra Leal, I. . (2021). Resistência política pela voz de Álvaro Tukano: A transmissão do saber ancestral. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 7(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v7i3.2146

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo