Saberes e Fazeres da Formação Continuada: discursos dos professores de Matemática que atuam na Educação de Jovens e Adultos

Autores

  • Vanessa Silva da Luz UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG
  • Celiane Costa Machado

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1335

Resumo

Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino que integra o contexto da atual Educação Básica brasileira, conquista essa marcada por longo período de lutas políticas que buscaram demarcar a identidade da EJA. Considerando esse contexto e os avanços nas discussões envolvendo o processo formativo dos professores que atuam nessa modalidade, em especial os de Matemática, o presente estudo tem por objetivo identificar e analisar produções científicas que versam sobre a formação continuada de professores de Matemática que atuam na EJA. O corpus da pesquisa são teses e dissertações concluídas no período de 2000 a 2017, divulgadas no Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Para isso, adotou-se como procedimento metodológico a abordagem qualitativa por meio de uma Revisão Sistemática da Literatura, tendo como questionamento desencadeador: “Quais os saberes e fazeres da formação continuada que estão emergindo nos discursos dos professores de Matemática que atuam na EJA?” com suporte metodológico na Análise Textual Discursiva (ATD) de Moraes e Galiazzi (2011). Como resultados iniciais, foram encontrados 208 trabalhos no Catálogo da CAPES e 33 no BDTD. A partir dos critérios de inclusão e exclusão foram selecionados 19 trabalhos que atenderam ao questionamento.  Após a análise das produções a luz da ATD, obteve-se dois textos sendo, “INÉDITO VIÁVEL: emoções e sentimentos que acompanham o fazer docente na EJA” e “PROCESSO FORMATIVO NA EJA: entrelugares de múltiplos saberes e relações”. Os textos interpretativos sintetizam as compreensões emergentes.

Referências

ARROYO, Miguel. Formar educadores e educadoras de jovens e adultos. In SOARES, Leôncio (org.). Formação de educadores da Educação de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica / SECAD / MEC / UNESCO, T., 2006.

AZEVEDO, VERA LÚCIA ANTONIO. Emoções e sentimentos na atuação docente: um estudo com professores de matemática na educação de jovens e adultos'. Doutorado em EDUCAÇÃO (PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO) Instituição de Ensino: Pontifícia Universidade Católica De São Paulo, São Paulo, 2009 120 f.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. Lei nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf. Acesso em novembro de 2018.

______. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Parecer CEB11/2000, de 7 de junho de 2000. Dispõe sobre as Diretrizes curriculares nacionais para a educação de jovens e adultos.

_______. Parecer CNE/CP n. 09/2001, de 8 de maio de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Conselho nacional de Educação, Ministério da Educação, Poder Executivo, Brasília, DF, 2001c. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/009.pdf>. Acesso em junho de 2018.

BARRETO, Sabrina das Neves. Aprender a ser educador da Educação de Jovens e Adultos nos ambientes onde transitam: olhar de uma educadora ambiental. 2013.143f. Tese (Doutorado em Educação Ambiental) – Programa de Pós graduação Educação Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande – FURG, Rio Grande, 2013.

BRUNELLI, Osineia Albina. Concepções de EJA, de ensino e de aprendizagem de Matemática de Formadores de Professores e suas implicações na oferta de Formação Continuada para Docentes Matemáticos. Mestrado em EDUCAÇÃO Instituição de Ensino: UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, CUIABÁ, 2012. 288 f.

COSME, Gerliane Martins. Da formação no curso de licenciatura em Matemática de São Mateus/ES ao profissional da educação de jovens e adultos. Mestrado em EDUCAÇÃO Instituição de Ensino: Universidade Federal Do Espírito Santo, Vitória, 2009 199 f.

FAZENDA, Ivani Catarina. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. Campinas: Papirus, 2001.

FISCHER,Nilton Bueno; LOUSADA, Vinícius Lima. Saber (erudito/saber popular/saber de experiência). STRECK, Danilo Rome; EUCLIDES, Redin; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2018, 422 – 423.

FREIRE, Ana Maria Araújo. Inédito Viável. In: STRECK, Danilo Rome; EUCLIDES, Redin; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2018a. 263-265.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

_____. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

GILS, André Luiz. Contribuições Da Etnomatemática Para A Educação De Jovens E Adultos - Eja E Para A Formação De Professores.' Mestrado em EDUCAÇÃO Instituição de Ensino: Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2010 171 f.

GADOTTI, Moacir. Boniteza de um sonho: ensinar-e-aprender com sentido. Novo Hamburgo: Feevale, 2003.

GÓES, Moacir de. Coletivo. In: STRECK, Danilo Romeu; REDIM, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

Lopes, Lailson dos Reis Pereira. Formação Do Professor De Matemática "Para" E "Na" Eja-Educaçao De Jovens E Adultos' Mestrado em EDUCAÇÃO Instituição de Ensino: UNIVERSIDADE DE UBERABA, Uberaba, 2009 172 f.

LUZ, Vanessa Silva d. Etnomatemática e Educação de Jovens e Adultos: diálogos de uma prática educativa voltada para o social. Dissertação (Mestrado em Educação e Ciências). Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Educação e Ciências: química da vida e saúde, Rio Grande / RS, 2016. 121p.

MACHADO, Maria Margarida. O professor. In: HADDAD, S (Coord.). Educação de jovens e adultos no Brasil (1986-1998). Brasília: MEC/INEP/Comped, 2002. p. 25-45.

MAMONA, Sara Soares Costa. Educação de Jovens e Adultos: reflexões sobre a modalidade na formação inicial de professores de matemática da uefs.' Mestrado em EDUCAÇÃO Instituição de Ensino: Universidade Estadual De Feira De Santana, Feira de Santana, 2017 155 f.

MEDRADO, Jackelyne De Souza. Os saberes docentes elaborados na formação inicial e a prática do professor de Matemática no contexto da EJA à luz da concepção freireana' Mestrado em Educação Em Ciências E Matemática Instituição de Ensino: Universidade Federal De Goiás, Goiânia, 2014.

MELO, Rayane De Jesus Santos. EJA nas licenciaturas em matemática de São Luís (MA): os discursos sobre a estrutura curricular'. Mestrado em ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA Instituição de Ensino: Universidade Federal Do Maranhão, São Luís, 2017 175 f.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social:teoria, método e criatividade. 33.ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. Ijuí: Editora da UNIJUÍ, 2011.

OLIVEIRA, Maria da Gloria Medici de. Os saberes docentes na perspectiva da educação matemática crítica vitória' 09/08/2013 144 f. Mestrado Profissional em Educação Em Ciências e Matemática Instituição de Ensino: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, Vitória.

PEGGION, Penelope Priscila. Educação escolar de jovens e adultos e educação matemática: desafios para a formação de professores'. Mestrado em Educação Instituição de Ensino: Universidade De São Paulo, São Paulo, 01/10/2006 89 f .

SAMPAIO, Rosana. F., MANCINI, Marisa. C. Estudos de Revisão Sistemática: Um Guia Para Síntese Criteriosa Da Evidência Científica. Revista brasileira de fisioterapia, São Carlos, v. 11, n. 1, p.83-89, jan./fev. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-35552007000100013Scielo>. Acesso em 10 de dezembro de 2018.

SARAÇOL, Paulo Valério. A Potencialidade do PROEJA: histórias dos estudantes evadidos do IFRS campus Rio Grande. 2014. 289 f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: química da vida e saúde, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2014.

SCHNEIDER, Sonia Maria. A Consideração De Dilemas Práticos Para A Formação De Professores Em Educação Matemática De Jovens E Adultos.' Mestrado em Educação Instituição de Ensino: Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2005 100 f.

SILVA, Jeane Do Socorro Costa Da. Práticas de formação da EJA: as vozes entrecruzadas de professores de matemática e de licenciandos no estágio supervisionado'. Doutorado em Educação Matemática Instituição de Ensino: Pontifícia Universidade Católica De São Paulo, São Paulo, 2014 296 f.

Silva, Kleber William Alves da. A educação de jovens e adultos na formação de professores de matemática: expectativas e desafios' 01/04/2012 231 f. Mestrado em EDUCAÇÃO Instituição de Ensino: UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO, São Paulo Biblioteca Depositária: FEUSP.

SILVA, Ranusia Pereira. Formação de professores para a educação básica de jovens e adultos: aproximações, teoria e prática'. Mestrado em Educação Instituição de Ensino: UNIVERSIDADE TIRADENTES, Aracaju, 2016 275 f.

SILVA, Tacio Vitaliano da. Formação docente e conhecimento profissional: desafios para o ensino da matemática na eja'. Doutorado em EDUCAÇÃO Instituição de Ensino: Universidade Federal Do Rio Grande Do Norte, Natal, 2013 245 f.

SILVEIRA, Alexis. Prática docente em matemática no ensino médio da eja: um estudo de caso no município de cabo frio - RJ'. Mestrado em Educação Instituição de Ensino: Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2013 198 f.

SOARES, Leôncio. Educação de jovens e adultos. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

_____. Uma história da alfabetização de adultos no Brasil. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena C. Histórias e Memórias da Educação no Brasil,Vol. III:Século XX.Petrópolis (RJ): Vozes, 2005.

UNESCO. V Conferencia internacional de Educação de Adultos. Educação de Adultos. Declaração de Hamburgo. Alemanha, 1995. Disponível em: <https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000116114_por>.

VENTURA, Jaqueline Pereira. Educação de jovens e adultos ou educação da classe trabalhadora? Concepções em disputa na contemporaneidade brasileira. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2008. 302 f.

VERGETTI, Nubia. Professores de Matemática: como concebem o ensino na eja?' mestrado em educação Instituição de Ensino: Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011 142 f.

THEES, Andrea Vieira. Estudo com professores de matemática de jovens e adultos sobre suas práticas profissionais'. Mestrado em educação Instituição de Ensino: UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, NITERÓI, 2012 202 f .

XAVIER, Gisele Pereira De Oliveira. Formação continuada para EJA: análise de interações docentes em matemática em um fórum de discussão'. Mestrado em Educação, Contextos Contemporâneos E Demandas Populares Instituição de Ensino: Universidade Federal Rural Do Rio De Janeiro, Seropédica , 2016 , 91 f .

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

da Luz, V. S., & Machado, C. C. (2019). Saberes e Fazeres da Formação Continuada: discursos dos professores de Matemática que atuam na Educação de Jovens e Adultos. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1335

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)