Revista Bravo! (1997 – 2013): Percurso Teórico-Metodológico

Autores

  • Lislaine Sirsi Cansi PPGE/UFPel

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1116

Palavras-chave:

imprensa periódica, percurso teórico-metodológico, revista Bravo!

Resumo

A imprensa, utilizada como objeto e como fonte de pesquisa, têm oferecido novas possibilidades de análise no campo da História da Educação. Este artigo diz respeito ao percurso teórico-metodológico de uma pesquisa, a qual possui a imprensa periódica, especificamente a revista Bravo!, como objeto e como fonte de investigação. A revista Bravo! consiste em um impresso periódico mensal voltado à cultura. Pretende-se apresentar o objeto e, alicerçado nas fontes, realizar uma descrição analítica do processo de pesquisa. Nesse momento, estudos sobre o uso de periódicos como fonte documental e objeto de pesquisa, serão considerados.

Biografia do Autor

Lislaine Sirsi Cansi, PPGE/UFPel

Doutoranda em Educação (PPGE/UFPel); graduanda em História (UniCesumar); Mestra em Artes Visuais (PPGAV/UFPel); possui bacharelado e licenciatura em Artes Visuais (UFSM).

Referências

BASTOS, M. H. C. Espelho de papel: a imprensa e a história da educação. In: ARAÚJO, J. C. de S.; GATTI JÚNIOR, D. (Org.). Novos temas em história da educação brasileira: instituições escolares e educação na imprensa. Campinas: Autores Associados, 2002. p. 151-174.

BARROS, José D’Assunção Barros. O campo da História: Especialidades e Abordagens. Petropólis, RJ: Vozes, 2013. p. 222.

BURKE, Peter. O que é História Cultural? RJ: Zahar, 2008. p. 215.

CAPELATO, Maria Helena Rolim. A imprensa na história do Brasil. São Paulo: Contexto EDUSP, 1988. p. 78.

CATANI, D. B.; BASTOS, M. H. C. Educação em Revista: a imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras Editora, 2002. p. 192.

CHARTIER, R. A História Cultural: entre práticas e representações. 2. ed. Lisboa: Difel, 1987. p. 244.

CRUZ, H. de F.; PEIXOTO, M. do R. da C. Na oficina do historiador: conversas sobre história e imprensa. Projeto História, São Paulo, n.35, p. 253-270, dez. 2007. ISSN: 2176-2767. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/viewFile/2221/1322. Acesso em: 14 ago. 2018.

GALVÃO, A. M. de O.; LOPES, E. M. T. Território Plural: a pesquisa em História da Educação. São Paulo: Ática, 2010. p. 112.

LE GOFF, J.; NORA, P. História: novas abordagens. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1976. p. 196.

___________________. História: novos objetos. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1995. p. 232.

___________________. História: novos problemas. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1995. p. 193.

LUCA, T. R. de. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKY, C. B. (Org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2005. p. 111-153.

MARTINS, A.; LUCA, T. R. de. (Org). História da imprensa no Brasil. 2 ed. São Paulo: Contexto, 2013. p. 303.

NÓVOA, A. A imprensa de educação e ensino: concepção e organização do repertório português. In: BASTOS, M. H. C.; CATANI, D. B. (Org.). Educação em revista. A imprensa periódica e a história da educação. São Paulo: Escrituras, 1997. p. 35-47.

SCHELBAUER, A. R.; ARAÚJO, J. C. S. História da Educação pela Imprensa. Campinas, SP: Editora Alínea, 2007. p. 274.

VILELA, M. C.; SILVA, C. P. B. da; PINHEIRO, A. R.; BARREIRA, L. C. Estudo de periódicos: possibilidades para a história da educação brasileira. In: MENEZES, M. C. (Org.). Educação, memória, história: possibilidades, leituras. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2004. p. 401-450.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Cansi, L. S. (2019). Revista Bravo! (1997 – 2013): Percurso Teórico-Metodológico. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1116

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar