Percepções socioambientais a sombra da figueira no Quilombo Coxilha Negra por estudantes de Pedagogia da FURG

Autores

  • Vilmar Alves Pereira Universidade Federal do Rio Grande. http://orcid.org/0000-0003-2548-5086
  • Anderson Luiz Gonzalez FURG
  • Angélica da Silva Pinto FURG

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.1004

Palavras-chave:

Aprendizagens. Universidade. Quilombo. Popular. Ambiental

Resumo

Este estudo apresenta um relato de experiência ocorrido no contexto da disciplina de Educação, Ambientes, Cultura e Diferenças com estudantes do curso de Pedagogia da Universidade Federal do Rio Grande. Desse modo tem a pretensão de ao apresentar os resultados de uma visita de estudos no contexto de um quilombo tensionar, refletir e propor desafios sobre a relação universidade-sociedade e ao mesmo tempo apontar, a partir do horizonte da Educação Ambiental Popular, possibilidades de reconhecimento e ressignificação de saberes tendo por referência os saberes dos povos tradicionais. Dessa forma apresentamos num primeiro momento a partir de Santos (2005) e Brandão (2006) alguns referenciais epistemológicos, num segundo, relatos dos estudantes que vivenciaram essas experiências tendo como decorrências inúmeras aprendizagens. De maneira geral o estudo reforça a necessidade de maior sintonia Universidade-comunidade.

Biografia do Autor

Vilmar Alves Pereira, Universidade Federal do Rio Grande.

Doutor em Educação. Coordenador do Programa de Pós Graduaçao em Educação Ambiental da FURG.

Anderson Luiz Gonzalez, FURG

Bolsista do Programa de Educação Tutoria PET Conexões de Saberes da Educação Popular e Saberes Acadêmicos. Educando de Pedagogia Licenciatura da FURG.

Angélica da Silva Pinto, FURG

Bolsista do PAIETS INDIGENA E QUILOMBOLA DA FURG. Acadêmcia do Quarto ano de Pedagogia Licenciatura da FURG.

Referências

Referências

BARROS, Manoel de. Poesia Completa. São Paulo: Leya, 2011.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Em Campo Aberto: Escritos Sobre a Educação e a Cultura Popular. São Paulo: Cortez, 1995

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é Educação Popular. São Paulo: Editora Brasiliense, 2006.

DICKMANN, Ivo; DICKMANN, Ivanio. Primeiras palavras em Paulo Freire. Passo Fundo: Battistel, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à pratica docente. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

GOHN, Maria da Glória Marcondes. Movimentos sociais e educação. – 2 ed. – São Paulo: Cortez, 1994.

PEREIRA, Vilmar Alves. Ecologia Cosmocena: a redefinição do espaço humano no cosmos. Juiz de Fora: Garcia Edizioni, 2016.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2005.

ZITKOSZKI, Jaime José. MORIGI, Valter. Educação Popular e Práticas Emancipatórias: Desafios Contemporâneos. – Porto Alegre: Companhia Rio-grandense de Artes Gráfica (CORAG), 2011.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto Político Pedagógico da Escola: uma construção possível. Campinas SP: Papirus, 1995.

Downloads

Publicado

26/11/2018

Como Citar

Pereira, V. A., Gonzalez, A. L., & Pinto, A. da S. (2018). Percepções socioambientais a sombra da figueira no Quilombo Coxilha Negra por estudantes de Pedagogia da FURG. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.1004

Edição

Seção

Dossiê: X Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (EDEA)

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)