A educação ambiental na formação de professores de ciências e biologia

Autores

  • Aniele Poersch Schröpfer de Souza Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS
  • Roque Ismael da Costa Güllich Universidade Federal da Fronteira Sul- UFFS

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.984

Palavras-chave:

Educação ambiental, Estágios

Resumo

Este artigo visa contribuir na discussão sobre a abordagem da Educação Ambiental (EA) na formação de professores de Ciências e Biologia. Foram analisados Trabalhos de Conclusão de Estágio (TCEs) dos Cursos da área de Ciências da Natureza (CN), visando investigar como se trabalha a EA na formação destes professores. Percebemos, através da análise,que a EA já está sendo apresentada aos licenciandos na formação inicial, sendo mencionada em diversos TCEs tanto do Ensino Formal como Não-Formal, utilizando-se tanto de referências aos Parâmetros Curriculares Nacionais(PCNs) como da própria temática, na construção deste conhecimento. Mas se apresenta de forma muito fragmentada, diferente do que preconizam os PCNs sobre o uso da abordagem interdisciplinar na produção de conhecimentos.

Biografia do Autor

Aniele Poersch Schröpfer de Souza, Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Graduação em Ciências Biológicas - Licenciatura pela Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS (2015) e graduação em Tecnologia em Agropecuária: Agroindústria pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS (2007). Especialização em Educação Ambiental pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC (2009).

Roque Ismael da Costa Güllich, Universidade Federal da Fronteira Sul- UFFS

Mestre e Doutor em Educaçao nas Ciências. Pesquisador líder do GEPECIEM. Professor Adjunto da UFFS. Tutor do Petciências. Professor do PPGEC-UFFS.

Referências

ARAÚJO, Monica Lopes Folena; FRANÇA, Tereza Luiza da. Concepções de Educação Ambiental de professores em formação nas universidades públicas federais do Recife. Educar em Revista. Curitiba, n. 50, p. 237 – 252, out/dez. 2013.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: meio ambiente e saúde. Brasília: MEC/SEF, 1997, p. 19 - 81.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Epu, p.38, 2001.

SILVA, Lenice Heloisa de Arruda; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. Estágio Supervisionado em Prática de Ensino de Ciências e Biologia: (des) construção de imagens do ser professor? In: GONÇALVES, Adair Vieira; PINHEIRO, Alexandra Santos; FERRO, Maria Eduarda (org.) Estágio Supervisionado e Práticas Educativas: Diálogos interdisciplinares. Dourados: UEMS, 2011, p.269-284.

TEIXEIRA, Cristina; TORALES, Marília Andrade. A questão ambiental e a formação de professores para a educação básica: um olhar sobre as licenciaturas. Educar em Revista. Curitiba, n. 3, p. 127 - 144, 2014.

UHMANN, Rosangela Ines Matos. Educação Ambiental como Tema Transversal na Educação Básica. In: GÜLLICH, Roque Ismael da Costa (org.) Didática das Ciências. Curitiba: Prismas, 2013, p. 237 – 258.

UHMANN, Rosângela Ines Matos. Interações e Estratégias de Ensino de Ciências: Com foco na Educação Ambiental. Curitiba: Prismas, 2013, 189p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS). Campus Cerro LargoProjeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas. 2012. Disponível em: <http://www.uffs.edu.br/images/DOP/PPC_Biolgicas_CL_22_04_14.pdf> 215 p. Acesso em: 11 Jul. 2015.

Downloads

Publicado

26/11/2018

Como Citar

Poersch Schröpfer de Souza, A., & da Costa Güllich, R. I. (2018). A educação ambiental na formação de professores de ciências e biologia. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.984

Edição

Seção

Dossiê: X Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (EDEA)