História e Memórias: Traços de Territórios Negros em Pelotas/RS

Autores

  • Cristiane Bartz de Ávila Universidade Federal de Pelotas
  • Maria de Fátima Bento Ribeiro
  • Angela Mara Bento Ribeiro UNIPAMPA

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.776

Resumo

Neste texto propomos uma reflexão acerca dos espaços urbano e rural da cidade de Pelotas, situada no Rio Grande do Sul, Brasil. Temos como objetivo principal demonstrar alguns dos territórios negros da cidade, no século XIX, e sua possível relação com o presente, século XXI, observando os traços que marcam as histórias e as memórias de determinados sujeitos. No trabalho, enfatizamos os aspectos da cultura que se entrelaçam criando identidades, fronteiras simbólicas e memórias. Nosso interesse por esse tema refere-se a nossa trajetória acadêmica e humana no que tange aos estudos sobre Culturas, pois ao estudarmos a Cultura dos Quilombolas, oportunizamos discussões sobre grupos considerados “minorias” em nossa sociedade. Finalizamos a proposta com a certeza de que outras reflexões se fazem necessárias para que histórias e memórias possam ser difundidas e reconhecidas como parte de nosso Patrimônio Cultural.

 

Biografia do Autor

Cristiane Bartz de Ávila, Universidade Federal de Pelotas

Professora de história, doutoranda em Educação pela UFPel mestre em memória social e patrimônio cultural, tem interesse em pesquisas sobre patrimônio, identidade,  memória quilombola e cultura afro-brasileira.

Referências

APPADURAI, Arjun. O Medo ao Pequeno Número: ensaio sobre a geografia da raiva. São Paulo: Iluminuras: Itaú Cultural, 2009.

ARANTES, Antônio Augusto. Paisagens Paulistanas: transformações do espaço público. Campinas, SP: Editora da Unicamp/ Imprensa Oficial, 2000.

ÁVILA, Cristiane Bartz; RIBEIRO, Maria de Fátima Bento. Cultura, multiculturalismo e interculturalidade: as "tias minas" da cidade de Pelotas-RS e seu legado cultural. II Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades (CONINTER), UFMG, Belo Horizonte, 2013.

ÁVILA, Cristiane Bartz. Entre esquecimentos e silêncios: Manuel Padeiro e a memória da escravidão no distrito de Quilombo, Pelotas, RS. 2014. Dissertação (Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural). Instituto de Ciências Humanas, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.

CAPPONE, Luiz Armindo. Pelotas teve megaquilombo: Escravos que atuavam nas charqueadas criaram um dos seus maiores refúgios no Estado. Jornal Diário Popular. Pelotas, 2000, p. 08, 26 nov., 2000.

CERTEAU, Michel de. A Invenção do Cotidiano: artes de fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

LE GOFF, Jacques. Memoria. El orden de la memoria. El tiempo como imaginário. Barcelona, España: Editorial Paidós, 1991.

LOWENTHAL, David. Projeto História: Trabalhos da memória. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em História e do Departamento de História. PUC/SP, n. 17, nov., 1998.

NOGUEIRA, Antonio Gilberto Ramos. Diversidade e sentidos do patrimônio cultural: uma proposta de leitura da trajetória de reconhecimento da cultura afro-brasileira como patrimônio nacional. Anos 90, Porto Alegre: v.15, n. 27, jul., 2008.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: A problemática dos lugares. Projeto História 10. São Paulo, dez., 1993.

FUNARI, Pedro Paulo & PELEGRINI, Sandra. O que é patrimônio Cultural Imaterial. 1ª Ed. São Paulo: Brasiliense, 2008.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História & história cultural. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

RICOEUR, Paul. A Memória, a História, o Esquecimento. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2007.

ROLNIK, Raquel. O que é a Cidade. São Paulo: Brasiliense S. A., 1994.

SAINT-HILAIRE, Auguste de. Viagem ao Rio Grande do Sul 1820-1821. Traduzido por Leonam de Azeredo Penna. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia; São Paulo. Ed. da Universidade de São Paulo, 1974.

Downloads

Publicado

28/02/2018

Como Citar

de Ávila, C. B., Ribeiro, M. de F. B., & Ribeiro, A. M. B. (2018). História e Memórias: Traços de Territórios Negros em Pelotas/RS. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.776

Edição

Seção

Dossiê: HISTÓRIA, MEMÓRIA E IDENTIDADES