O Grupo Philos Sophias: devir filosófico para uma estética da existência singular plural

Autores

  • Dulce Mari da Silva Voss Universidade Federal do Pampa Campus Bagé
  • Semíramis Martins Corrêa Universidade Federal do Pampa Campus Bagé
  • Débora do Couto Pereira Universidade Federal do Pampa Campus Bagé
  • Clarice Gomes de Almeida Universidade Federal do Pampa Campus Bagé

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.720

Palavras-chave:

cuidado de si, estética da existência, filosofias contemporâneas, pluralidade, singularidade.

Resumo

Escrevemos sobre o Projeto Filosofias Contemporâneas de Foucault, Nietzsche e Deleuze, desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa Philos Sophias que reúne pesquisadores/as e profissionais de distintas áreas de formação acadêmica para o compartilhamento de leituras e conversações. Consideramos que o Projeto vem traçando um território aberto de produção de pensamentos múltiplos e singulares, mediante a articulação dos conceitos filosóficos estudados com os saberes, experiências, desejos de cada um/a dos/as integrantes do grupo. As diferenças nos tornam intercessores uns dos outros numa ação filosófica criadora de devires nas formas de pensar, estar e viver no mundo presente. Experimentar o pensamento livre  na produção de uma estética da existência, concebida pela pluralidade e singularidade das subjetividades, é o que nos move. Queremos viver o cuidado de si nas relações com os outros, filosofando.

Biografia do Autor

Dulce Mari da Silva Voss, Universidade Federal do Pampa Campus Bagé

Doutora em Educação. Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Ensino da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) Campus Bagé. Líder do Grupo de Pesquisa Philos Sophias (CAPES/CNPQ).

Semíramis Martins Corrêa, Universidade Federal do Pampa Campus Bagé

Discente do Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Ensino (PPGMAE) na Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA, Bolsista CAPES. Especialista em Educação e Diversidade Cultural pela Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA e acadêmica do curso de Especialização Lato Sensu em Neuropsicopedagogia com Ênfase em Educação Especial pelo Centro Sul-Brasileiro de Pesquisa e Extensão - CENSUPEG. Licenciada em Pedagogia no ano de 2010 pela Universidade da Região da Campanha (URCAMP), Campus Bagé. Membro do Grupo de Pesquisa Philos Sophias na Linha de pesquisa Educação e Filosofias Contemporâneas (CAPES / CNPQ). Atuou na Educação Infantil de 2008 à 2017. Pesquisa a área da educação com ênfase nos estudos sobre infâncias, gênero, sexualidades, identidade e diferença, docência e diversidade cultural.

Débora do Couto Pereira, Universidade Federal do Pampa Campus Bagé

Discente do Programa de Pós-graduação Mestrado Acadêmico em Ensino da Universidade Federal do Pampa, Especialista em Educação e Diversidade Cultural (2014/2015), Especialista em Linguagem e Docência (2014), graduada em Letras - Português/Respectivas Literaturas (2011) pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa). Membro pesquisadora do Grupo de Pesquisa Philos Sophias (Capes/CNPQ) na Linha de Pesquisa Educação e Filosofias Contemporâneas. Professora de Português dos anos finais do ensino fundamental II na escola Fundação Bradesco, Assessora de Juventudes no Colégio Auxiliadora da Rede Salesiana de Escolas. Atua principalmente nos seguintes temas: linguagem e sociedade, educação e diversidade cultural, análise de discurso, juventudes.

Clarice Gomes de Almeida, Universidade Federal do Pampa Campus Bagé

Discente do Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico de Ensino (PPGMAE) da Universidade Federal do Pampa, Especialista em Educação e Diversidade Cultural pela Universidade Federal do Pampa (2015). Graduada em Pedagogia pela Universidade da Região da Campanha (1997). Atualmente é professora orientadora educacional da Escola Estadual de Ensino Fundamental Dr. Arnaldo Faria. Participa do Grupo de Pesquisa Philos Sophias, Linha de Pesquisa Educação e Filosofias Contemporâneas. Temas de estudo e pesquisa: movimentos sociais, multiculturalismo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Orientação Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: gêneros, histórias de vida, identidades, sexualidades e cotidiano escolar.

Referências

CASTRO, E. Vocabulário de Foucault: um percurso pelos seus temas, conceitos e autores. 2º ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2016, 477 p. (Obra completa)

DELEUZE, G. Conversações. Trad. Peter Pál Pelbart. São Paulo: Ed. 34, 1992, 231 p. (Obra completa)

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O que é a filosofia? Trad. Bento Prado Jr. E Alberto Alonzo Munoz. São Paulo: Ed. 34, 1991, 282 p. (Obra completa)

________________________ Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia. Vol. 1. Trad. Ana Lúcia de Oliveira. Rio de Janeiro: Ed. 34, 2017, 127 p. (Obra completa)

FOUCAULT, M. A hermenêutica do sujeito: Curso em Collége de France (1981-1982). Trad.Márcio Alves da Fonseca E Salma TannusMuchail. 3º Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010, 506 p. (Obra completa)

GALLO, S. Deleuze & a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2003, 118 p. (Obra completa)

MACHADO, R. Deleuze, a arte e a filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009, 344p. (Obra completa)

NIETZSCHE, F. Humano, demasiado humano. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2015, 315 p. (Obra completa)

_____________ Assim falava Zaratustra: um livro para todos e para ninguém. Trad. Antônio Carlos Braga. São Paulo: Lafonte, 2012, 285 p. (Obra completa)

_________________ O eterno retorno. In: NIETZSCHE, F. Obras incompletas. Trad. Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo, Ed. Nova Cultural Ltda, 1999, p. 439-450. (Capítulo de Livro)

QUINTANA, M.. Verso XXII. Caderno H. Porto Alegre: Alfaguara, 1973, 368 p. (Obra completa)

Downloads

Publicado

28/02/2018

Como Citar

Voss, D. M. da S., Martins Corrêa, S., do Couto Pereira, D., & Gomes de Almeida, C. (2018). O Grupo Philos Sophias: devir filosófico para uma estética da existência singular plural. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.720

Edição

Seção

Dossiê: COMUNICAÇÃO, CULTURA E CONHECIMENTO CIENTÍFICO