Educação e Cultura: possibilidades ao desenvolvimento do pensamento decolonial

Autores

  • Rodrigo Garcez UFFS - Campus de Chapecó SC

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.576

Palavras-chave:

Educação, Cultura, Música, Decolonialidade, Desenvolvimento humano

Resumo

O texto é fruto de uma pesquisa bibliográfica exploratória que visa a analisar a problemática da educação intercultural como meio de emancipação e desenvolvimento humano. No percurso investigativo proposto, a pesquisa situa-se entre os campos da Educação, Cultura e Direitos Humanos. Primeiramente é feita uma breve análise das principais categorias que atuam no processo de influência da colonização e da colonialidade na imagem subjetiva da realidade do povo colonizado, relacionando esta imagem subjetiva formada com a dinâmica do conceito de performatividade. Em seguida, aponta como este processo afeta o indivíduo na construção de suas funções psicológicas superiores no campo da linguagem através da educação e da música. Por último, são discutidos os possíveis caminhos e alternativas para a construção de uma nova rede de significados que possibilitem o desenvolvimento de um pensamento decolonial através da educação e da cultura.

Biografia do Autor

Rodrigo Garcez, UFFS - Campus de Chapecó SC

Mestre em Educação; Universidade Federal da Fronteira Sul UFFS; Chapecó, Santa Catarina, Brasil; rodrigogarcez@hotmail.com.

Downloads

Publicado

31/12/2017

Como Citar

Garcez, R. (2017). Educação e Cultura: possibilidades ao desenvolvimento do pensamento decolonial. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.576

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo