O bilinguismo nas práticas de ensino, pesquisa e extensão da UNILA: um diagnóstico, em números, de sua realidade linguística

Autores

  • Marina Magalhães Moreira Universidade Federal da Integração Latino-Americana http://orcid.org/0000-0002-1797-1327
  • Bruna Macedo de Oliveira Universidade Federal da Integração Latino-Americana

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.522

Palavras-chave:

Bilinguismo, Multilinguismo, Política Linguística, Realidade Linguística, UNILA

Resumo

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) é uma universidade brasileira assentada no compromisso com o desenvolvimento das sociedades da América Latina, que além de ser bilíngue (português-espanhol), propõe a participação de estudantes e docentes oriundos de diversas partes do Brasil e demais países latino-americanos. O presente trabalho surgiu do projeto de pesquisa “Políticas e Realidades Linguísticas na UNILA”, com a pretensão de elucidar como se manifesta o bilinguismo enquanto princípio filosófico-metodológico desta universidade em suas práticas de ensino, pesquisa e extensão. Para tanto, analisamos quantitativamente as bibliografias dos cursos de graduação, mestrado e especialização, bem como os projetos de pesquisa e de extensão. Partimos do conceito de “política linguística de facto” proposto por Shohamy (2006), a fim estruturar uma análise calcada na realidade institucional observada por meio de informações e documentos oficiais. 

Referências

BERGER, Isis Ribeiro. Gestão do multi/plurilinguismo em escolas brasileiras na fronteira Brasil - Paraguai: um olhar a partir do Observatório da Educação na Fronteira. 2015. 298f. Tese (Doutorado em Linguística) - Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

CARVALHO, Simone da Costa. As relações de status entre as línguas na implementação em processo de uma proposta acadêmica bilíngue em um cenário institucional multilíngue latino-americano. 2012. 165f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) - Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Letras, Porto Alegre, 2012.

OLIVEIRA, Bruna Macedo. Las políticas de gestión de las lenguas en UNILA: un estudio de caso a partir de los documentos oficiales de la institución. In: Tercer CIPLOM/EAPLOM. Florianópolis, 2016.

SHOHAMY, Elana. Lenguage Policy: hidden agendas and new approaches. NY: Routledge, 2006. [apud BERGER, Isis Ribeiro, 2015.]

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA). Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2013-2017. Foz do Iguaçu, 2013, p. 1-71. Disponível em: <https://www.unila.edu.br/sites/default/files/files/PDI%20UNILA%202013-2017.pdf>. Consultado em: 22/02/2016.

Downloads

Publicado

31/12/2017

Como Citar

Moreira, M. M., & de Oliveira, B. M. (2017). O bilinguismo nas práticas de ensino, pesquisa e extensão da UNILA: um diagnóstico, em números, de sua realidade linguística. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.522

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo