O Mar da Galileia e seus contextos de simbolismos

Autores

  • Elsbeth Léia Spode Becker Centro Universitário Franciscano
  • Natália Lampert Batista UFSM
  • Augusto Russini Centro Universitário Franciscano

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i2.444

Palavras-chave:

Lago de Tiberíades, Carnafaum, Tiberíades, Magdala, Corazim, Betsaida.

Resumo

O artigo descreve o Mar da Galileia e seu entorno no contexto bíblico. Após uma breve apresentação geográfica da região, buscou-se traçar os rumos da história, enfocando, especialmente, o contexto do Cristianismo, evidenciando o ambiente natural dos apóstolos que Jesus convidou para pescar homens e almas. A metodologia está embasada no estado da arte e na perspectiva da pesquisa qualitativa que relaciona a história e a geografia como interação com a experiência no sagrado e a atividade do turismo. Concluiu-se que a história antiga no Mar da Galileia e seu entorno é uma terra de contrastes de religiões e de culturas onde os peregrinos e, também, os turistas buscam a experiência de fé que é visível na geografia e nas ruínas das antigas cidades de Carnafaum, Tiberíades, Magdala, Corazim e Betsaida. O sagrado e o profano coexistem, porém torna-se difícil distinguir os seus limites. O sagrado está nos símbolos que são abrigados pelas igrejas construídas no local para a realização dos ritos de fé. O espaço profano é o entorno, o espaço destinado ao comércio e ao lazer.

Biografia do Autor

Elsbeth Léia Spode Becker, Centro Universitário Franciscano

Graduação em Geografia  (Bacharelado) pela  Universidade Federal de Santa Maria (UFSM - 1996), Graduação em Geografia (Licenciatura Plena) pela  UFSM, Mestrado em Engenharia Agrícola Área das Ciências Rurais pela  UFSM (1999) e Doutorado em Agronomia pela  UFSM (2008), Rio Grande do Sul Brasil. Professora adjunta no Centro de Ciências Humanas do Centro Universitário Franciscano e professora da rede pública estadual atuando no Ensino Médio em Santa Maria, RS. 

Natália Lampert Batista, UFSM


Graduação em Geografia (Licenciatura) pelo Centro Universitário Franciscano (2013), Mestrado em Geografia pelo Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGGeo), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM - 2015). Atualmente é Doutoranda em Geografia pelo PPGGeo/UFSM, Rio Grande do Sul, Brasil. Professora na rede municipal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

Augusto Russini, Centro Universitário Franciscano

Graduação em História Licenciatura Plena pela UNIFRA, Graduação Tecnológica em Processos Gerenciais pelo Centro Universitário de Maringá/PR (UNICESUMAR) e Pós-Graduação em Ensino e Pesquisa em História pela UNIFRA. Atualmente é mestrando em Ensino de Humanidades e Linguagens no Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), Rio Grande do Sul, Brasil. Diretor Administrativo e Pedagógico em escolas da Rede Privada de Ensino de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referências

ACHEN, Dom. A Terra Santa de Jesus. Jerusalém: Doko Media Ltd. 2010.

BÍBLIA. 1993. A Bíblia Sagrada: Antigo e Novo Testamento. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. 2. ed. ver. e atual no Brasil. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993.

CLAVAL, Paul. Geografia Cultural. Florianópolis: EDUSC. 2000.

CORRÊA, Roberto Lobato. Territorialidade e Corporação: Um exemplo. In: SANTOS, Milton; SOUZA, Maria Adélia. A. SILVEIRA, M. L. (org.). Território: Globalização e Fragmentação. São Paulo, HUCITEC/ANPUR, 1993.

CORREA, Roberto Lobato; ROSENDAHL, Zeny (Orgs.). Economia, Cultura e Espaço. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2010.

CUSTÓDIA DA TERRA SANTA. Disponível em http://www.capernaum.custodia.org/ Acesso em 12 de jan de 2017.

DURKHEIM, Emile. As Formas Elementares da Vida Religiosa. Traduzido por Joaquim Pereira Neto. São Paulo: Paulus. 1989.

HALBWACHS, Maurice. La Memóire Colletive. Paris: Presses Universitaires de France. 1950.

HARTMANN, Jorge Egídio. A Terra Santa para além dos muros. Porto Alegre: Odisseia, 2015.

KAEFER, José Ademar. Arqueologia das terras da Bíblia. São Paulo: Paulus, 2012.

MINISTÉRIO DO TURISMO DE ISRAEL. Disponível em http://www.goisrael.com.br/Tourism_Bra. Acesso em 21 de jan de 2016.

MOREIRA, Ruy. Pensar e Ser em Geografia: ensaios de história, epistemologia e ontologia do espaço geográfico. São Paulo: Ed. Contexto, 2012.

SECALL, Rafael Esteve. “Turismo y Religión. Aproximación histórica y evaluación del impacto económico del turismo religioso”. Jornadas de Delegados de Pastoral de Turismo. Conferencia Episcopal Española. Disponível em http://www.diocesisoa.org/documentos/pastoralturismo/Esteve,%20Rafael%20-%20texto.pdf. Acesso em 16 de jan de 2017.

Downloads

Publicado

18/10/2017

Como Citar

Becker, E. L. S., Batista, N. L., & Russini, A. (2017). O Mar da Galileia e seus contextos de simbolismos. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(2), 77–100. https://doi.org/10.23899/relacult.v3i2.444

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo