O Turbante como Representatividade da Identificação Negra

Autores

  • Damaris de Lima Santos Universidade Federal do Pampa - Campus Jaguarão
  • Raicilane Barbosa de Jesus Santana Universidade Federal do Pampa - Campus Jaguarão
  • Renan de Lima da Silva Universidade Federal do Pampa - Campus Jaguarão

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i2.420

Resumo

Esse trabalho traz discussões em torno da representatividade e identificação negra do turbante. Apresenta dados considerando desde as origens do acessório no Brasil, até representação do mesmo difundida pela moda atual em mídias sociais. Características de patrimônio imaterial também são apontadas enquanto relevantes na difusão de saberes culturais. Assim como questões a respeito da memória, paisagem cultural e as tramas geradas pelo uso do adorno. Conclui com reflexão da relevância em propagar o significado do turbante enquanto identidade negra e a necessidade de uma sensibilização em torno de seu uso.

Downloads

Publicado

10/08/2017

Como Citar

Santos, D. de L., Santana, R. B. de J., & da Silva, R. de L. (2017). O Turbante como Representatividade da Identificação Negra. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(2), 121–128. https://doi.org/10.23899/relacult.v3i2.420

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo