Desenvolvimento da criança: análise das concepções teóricas adotadas pelos guias de orientação do PIM

Autores

  • Jane da Silveira Martins de Paiva Professora da Escola Municipal de Educação Infantil Professora Verdina Raffo.
  • Fernando Benvenutti Schaab Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul), Câmpus Jaguarão.

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v2i4.340

Palavras-chave:

PIM, Desenvolvimento da Criança, Guias de Orientação.

Resumo

O Programa Primeira Infância Melhor (PIM), Política Pública do estado do Rio Grande do Sul, é desenvolvido desde 2003 e tornou-se Lei Estadual (n.º 12.544) em 03 de julho de 2006. Iniciativa pioneira no Brasil, se aloca como “ação transversal de promoção do desenvolvimento integral da primeira infância”; para isso, fundamenta-se teoricamente nos postulados de Vygotsky, Bowlby, Winnicott, Piaget, Bruner e nos avanços atuais da Neurociência. Visando lançar mãos a um trabalho inicial de reflexão sobre o PIM objetivamos refletir sobre como o Programa aborda o desenvolvimento da criança em sua metodologia de trabalho, mais especificamente, nos seus guias de orientação: o Guia de Orientação para GTM, Monitor e visitador, em que são tratadas as modalidades de atenção contempladas pelo PIM e os aspectos relevantes para a execução do Programa, como os do desenvolvimento da criança no período inicial de vida. Embasando-nos, no campo da metodologia, em uma revisão bibliográfica de cunho exploratório acerca do PIM, a partir da qual constituímos o suporte necessário para a análise do referido material. 

Biografia do Autor

Jane da Silveira Martins de Paiva, Professora da Escola Municipal de Educação Infantil Professora Verdina Raffo.

Especialização em Psicopedagogia Institucional, em curso, pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Câmpus Jaguarão. Professora da Escola Municipal de Educação Infantil Professora Verdina Raffo. E-mail: silveira.martins.jane@hotmail.com.

Fernando Benvenutti Schaab, Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul), Câmpus Jaguarão.

Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul), Câmpus Jaguarão. E-mail: fernandoschaab@ifsul.edu.br.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Políticas intersetoriais em favor da infância: guia referencial para gestores municipais. Brasília: MS/Comitê da Primeira Infância, 2012.

BOWLBY, J. Apego: a natureza do vínculo. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

CUNHA, I. Neurobiologia do Vínculo. In: CORREA FILHO, L.; CORRÊA, M. E.; FRANÇA, P. S. (Orgs.). Novos olhares sobre a gestação e a criança até os 3 anos. Brasília: L. G. E., 2002.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1994

OLIVEIRA, M. K. de. Vygotsky. Aprendizado e desenvolvimento: um processo Sócio-histórico. São Paulo: editora Scipione, 1995.

RIO GRANDE DO SUL. Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Assembleia Legislativa. Lei Estadual nº 12.544 de 3 de julho de 2006. Institui o Programa Primeira Infância Melhor e dá outras providências. Diário Oficial [do] Estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, a. LXIV, n. 125, p. 04, jul. 2006.

______. Secretaria Estadual da Saúde. Programa Primeira Infância Melhor. Guia de Orientação Para GTM, Monitor e Visitador. Contribuições para políticas públicas na área do desenvolvimento infantil – Porto Alegre: Relâmpago, 2007a.

______. Secretaria Estadual da Saúde. Conhecendo o Programa Primeira Infância Melhor: Contribuições para políticas públicas na área do desenvolvimento infantil. Porto Alegre: Relâmpago, 2007b. Disponível em: <http://www.pim.saude.rs.gov.br/conteudos/LivroConhecendoPIM.doc>; Acesso em 21 fev. 2016a.

______. PIM: O que é. Disponível em: <http://www.pim.saude.rs.gov.br/v2/o-pim/o-que-e/>; Acesso em: 20 fev. 2016b.

______. PIM: O que é. <http://www.pim.saude.rs.gov.br/v2/universidade-canadense-apresenta-avaliacao-sobre-o-pim-2/>; Acesso em: 20 fev. 2016c.

SCHNEIDER, A.; RAMIRES, V. R. Primeira Infância Melhor: uma inovação em política pública. Brasília: UNESCO, Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, 2007.

VYGOTSKY, L. S. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone/ Edusp, 1988.

WINNICOTT, D. W. O ambiente e os processos de maturação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1983.

Downloads

Publicado

31/12/2016

Como Citar

da Silveira Martins de Paiva, J., & Benvenutti Schaab, F. (2016). Desenvolvimento da criança: análise das concepções teóricas adotadas pelos guias de orientação do PIM. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 2(4), 247–265. https://doi.org/10.23899/relacult.v2i4.340

Edição

Seção

Dossiê - Formação Acadêmica, Educação e Sociedade