Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, Quevedos, RS: Uma Reflexão Patrimonial

Autores

  • Natália Lampert Batista PPGGEO/UFSM
  • Elsbeth Léia Spode Becker Centro Universitário Franciscano
  • Leandro da Silva Roubuste SOBRESP

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v2i3.247

Palavras-chave:

Elemento da Paisagem, Patrimônio Histórico, Pertencimento, Valorização do Novo.

Resumo

Interpretar e valorar os elementos de uma paisagem perpassa pela capacidade que tem o receptor de organizar mentalmente sua percepção do local, bem como com o seu conhecimento sobre a história dos elementos que a constituem. No município de Quevedos, observa-se uma fraca percepção da necessidade de preservar o passado e as memórias coletivas do lugar. Partindo dessas premissas, o presente trabalho objetiva realizar uma leitura, sob o enfoque patrimonial, frente à antiga Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, que foi destruída para dar espaço a uma nova Igreja, mais moderna e mais ampla. A metodologia foi embasada na revisão bibliográfica e na perspectiva da pesquisa qualitativa, de caráter empírico por meio da observação direta e participante, por registro visual, fotográfico e de depoimentos. Constatou-se que, mesmo com a existência de uma rica memória individual e coletiva em Quevedos, não há uma valoração dos elementos constitutivos para paisagem local.

Biografia do Autor

Natália Lampert Batista, PPGGEO/UFSM

Licenciada em Geografia pelo Centro Universitário Franciscano, Mestra e Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGeo) da Universidade Federal de Santa Maria

Elsbeth Léia Spode Becker, Centro Universitário Franciscano

Professora Drª. Centro de Ciências Humanas do Centro Universitário Franciscano

Leandro da Silva Roubuste, SOBRESP

Licenciado em Filosofia pelo Centro Universitário Franciscano e aluno do curso de Psicologia na Faculdade SOBRESP

Referências

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

CLAVAL, P. A geografia cultural. Florianópolis: UFSC, 1999.

GHIRARDELLO, N.; SPISSO, B. (Orgs.) Patrimônio histórico: como e por que preservar. Bauru, SP: Canal 6, 2008.

NIGRO, C. Território do patrimônio: tombamentos e mobilizações sociais. In: CARLOS, A. F. A.; LEMOS, A. I. G. (Org.). Dilemas Urbanos: novas abordagens sobre a cidade. São Paulo: Contexto, 2003.

TOMAZ, P. C. A história do Patrimônio Cultural no Brasil. In: Fênix – Revista de História e Estudos Culturais. Maio/ Junho/ Julho/ Agosto de 2010 Vol. 7 Ano VII, nº 2. p: 1 -12.

Downloads

Publicado

31/12/2016

Como Citar

Batista, N. L., Becker, E. L. S., & Roubuste, L. da S. (2016). Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, Quevedos, RS: Uma Reflexão Patrimonial. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 2(3), 33–43. https://doi.org/10.23899/relacult.v2i3.247

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo