Formação profissional no setor de turismo na Serra Gaúcha:

o papel do IFRS Campus Bento Gonçalves

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v7i4.2183

Palavras-chave:

Turismo e hospitalidade, Educação profissional, Educação pública, Instituto federal

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a contribuição do IFRS Campus Bento Gonçalves na formação técnica e complementar voltada à área de turismo, importante setor de promoção e desenvolvimento cultural e socioeconômico na região da Serra Gaúcha. Para isso, foram analisados documentos e ações, relacionadas ao turismo, realizadas pela instituição, além da aplicação de questionário on-line enviado aos que concluíram o curso Técnico em Hospedagem, única oferta do eixo Turismo, Hospitalidade e Lazer no campus. A amostra corresponde a 68% dos egressos (N=31), sendo que, desses, 95,2% consideram que o curso gerou oportunidades profissionais. Os principais interesses em relação ao curso relacionam-se ao retorno aos estudos e a busca por qualificação na área do turismo. Apenas 38,1% estavam trabalhando no momento do início do curso – percentual que aumentou no decorrer e término do percurso formativo. Com relação às demais atividades ofertadas pela Instituição (cursos, palestras, projetos de ensino, pesquisa e extensão, entre outros), somente 38,1% dos egressos participaram dessas ações. Esse estudo possibilitou identificar a contribuição, em termos de qualificação, do IFRS Campus Bento Gonçalves com o desenvolvimento do turismo no município, ampliando sua representação em instâncias de discussão. Ainda assim, faz-se necessária a continuidade e incrementação da oferta de cursos e atividades para a comunidade em geral, especialmente no que tange à verticalização do ensino no Turismo, Hospitalidade e Lazer.

Referências

ANASTASIOU, Lea das Graças Camargos. Profissionalização continuada do docente da educação superior: um estudo de caso. REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, v. 24, 2001.

BARBOSA, Eduardo Fernandes; DE MOURA, Dácio Guimarães. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. Boletim Técnico do Senac, v. 39, n. 2, p. 48-67, 2013.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11892.htm. Acesso em: 08 mar. 2021.

BRIGHENTI, Josiane. BIAVATTI, Vania Tanira. DE SOUZA, Taciana Rodrigues. Metodologias de ensino-aprendizagem: uma abordagem sob a percepção dos alunos. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, v. 8, n. 3, p. 281-304, 2015.

CNPQ. Grupo de pesquisa Turismo, Gestão e Desenvolvimento Regional. Disponível em: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/22535#recursosHumanos. Acesso em: 22 fev. 2021.

DURÃES, Marina Nunes. Educação técnica e educação tecnológica múltiplos significados no contexto da educação profissional. Educação & Realidade, v. 34, n. 3, p. 159-175, 2009.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A relação da educação profissional e tecnológica com a universalização da educação básica. In: MOLL, Jaqueline. Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed Editora, 2009. p. 25-41.

______. Educação e crise do trabalho: perspectiva de final de século. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

GRINSPUN, Mirian P.S. (org). Educação tecnológica: desafios e perspectivas. São Paulo: Editora Cortez, 2001.

IFRS. Estatuto do IFRS. Resolução do Conselho Superior do IFRS, nº 7 de 20 de agosto de 2009 e alterado pelas resoluções posteriores. IFRS: Bento Gonçalves, 2009.

____. Sobre o IFRS. Disponível em: https://ifrs.edu.br/institucional/sobre/. Acesso em: 08 mar. 2021 (2021a).

____. Dados extraídos do SIGPROJ pela Diretoria de Extensão. Março de 2021 (2021b).

KUENZER, Acacia Zeneida et. al. Trabalho e educação. Coletânea CBE. Campinas, SP: Papirus, 1994.

HALL, Colin Michael; MACIONIS, Niki. Wine tourism in Australia and New Zealand. In: BUTLER, Richard. HALL, Colin Michael. JENKINS, John. Tourism and recreation in rural areas. Nova York: John Wiley & Sons, 1998.

LEITÃO, Márcia; WYSE, Nely. Educação para o trabalho em turismo: conceitos e cuidados. Boletim Técnico do Senac, v. 37, n. 1, p. 72-83, 2011.

MACHADO, Lucília Regina de Souza. Organização da educação profissional e tecnológica por eixos tecnológicos. Linhas Críticas, v. 16, n. 30, p. 1-22, 2010.

MANFREDI, Silvia Maria. Educação Profissional no Brasil. São Paulo: Cortez, 2002

MEC. Ministério da Educação. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 08 de mar. 2021.

____. Educação profissional e tecnológica. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/educacao-profissional-e-tecnologica-ept. Acesso em: 08 mar. 2021a.

____. Catálogo Nacional de Cursos Tecnológicos 2016. Brasília, 2016. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=98211-cncst-2016-a&category_slug=outubro-2018-pdf-1&Itemid=30192. Acesso em: 08 mar. 2021.

____. Catálogo Nacional de Cursos Técnicos 2021. Disponível em: http://cnct.mec.gov.br/cnct-api/catalogopdf. Acesso em: 08 mar. 2021b.

PAIXÃO, Dario Luiz Dias; GÂNDARA, José Manoel Gonçalves; LUQUE, Otto. Empregabilidade nas empresas turísticas, um estudo do mercado hoteleiro de Curitiba. In: I Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul, nº 1, ano 2003, Caxias do Sul, RS. Anais, 2003. Caxias do Sul, RS: UCS, 2003. Disponível em: https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/29-empregabilidade-dos-recursos-humanos.pdf. Acesso em: 05 de março de 2021.

PAULA, Sara Conceição de; CARVALHO, Fabíola Cristina Costa de; PIMENTEL, Thiago Duarte. (In) Definição de Competências Laborais em Turismo: implicações sobre o perfil profissional. Revista Latino-Americana de Turismologia, v. 3, n. 2, p. 63-69, 2017.

PIMENTEL, Thiago Duarte; PAULA, Sara Conceição de. Autodiagnose da formação superior e qualificação profissional em turismo: pistas para uma (necessária) reorientação?. Revista Turismo & Desenvolvimento, v. 1, n. 21/22, p. 275-285, 2014.

MORÁN, José. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção mídias contemporâneas. Convergências midiáticas, educação e cidadania: aproximações jovens, v. 2, n. 1, p. 15-33, 2015.

SEMTUR. Secretaria Municipal de Turismo de Bento Gonçalves. Levantamento de perfil de visitantes em Bento Gonçalves. Planilha Excel disponibilizada pela SEMTUR. 2021.

TOMAZONI, Edegar Luis. Educação profissional em turismo: cria-se mercado pela formação? Revista Turismo em análise, v. 18, n. 2, p. 197-219, 2007.

Downloads

Publicado

27/09/2021

Como Citar

Tonini, H., Scotton, R. F., & Carlotto, O. B. . (2021). Formação profissional no setor de turismo na Serra Gaúcha: : o papel do IFRS Campus Bento Gonçalves. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 7(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v7i4.2183

Edição

Seção

Seminário Integrador : Turismo da Fronteira à Serra Gaúcha –Jaguarão Bento Go