Currículo e Saberes:

Relato de Teoria e Prática da Escola Municipal Sociedade Fraternal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v7i4.2098

Palavras-chave:

Currículo, interculturalidade, metodologias ativas, mobilização comunitária, prática pedagógica

Resumo

O presente trabalho traz a temática sobre o currículo e suas implicações no contexto escolar e nas múltiplas leituras de mundo, tendo como a questão central a influência do currículo na construção de saberes. Esta pesquisa pretende contribuir para o estudo sobre uma educação que seja emancipatória, bem como, para ressignificar as práticas educativas em prol da autonomia dos sujeitos curriculantes. A fundamentação teórica foi embasada em Freire (2010), Gadotti (2010), Candau (2009) e Fleuri (2002). Optou-se pela abordagem metodológica qualitativa, com estudo descritivo. A metodologia do trabalho baseia-se em pesquisa bibliográfica e relato de experiência da transformação de um lixão em um espaço de convivência na Escola Municipal Sociedade Fraternal em Salvador-Ba, no ano de 2018. Trata-se de uma reflexão teórica e empírica.  O estudo evidenciou que é possível construir um currículo vivo e contextualizado a práticas pedagógicas vivenciadas e experienciadas no cotidiano escolar.

Biografia do Autor

Elenilda Moreira de Sá Costa, Universidade do Estado da Bahia

Mestranda no Programa Mestranda no Programa Educação e Contemporaneidade-UNEB-Salvador, Bahia, Brasil. 

Referências

APLPLE , Michael. Repensando Ideologia e Currículo. In: MOREIRA, Antonio Flávio; SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). Currículo, Cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994. P.46.

ARAÚJO. Danielle F. M. S. Escola de Gestão Social: uma experiência de transformação social do externo sul da Bahia. Anais do VI Seminário Nacional e II Seminário Internacional de Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. 2017. Disponível em: http://anais.uesb.br/index.php/semgepraxis/article/viewFile/7246/7029 Acesso: 31 mai. 2020

BARBOSA, Eduardo Fernandes. MOURA, Dácio Guimarães. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. B. Tec. Senac, Rio de Janeiro, v.39, n.2, p 48-67, maio/agosto de 2013

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Tradução: Fernando Tomaz, 12ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.

CANDAU, V. M. (Org.). Educação intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de janeiro: 7 Letras, 2009. p. 154-173.

Calçada de Escola Municipal Sociedade Fraternal é transformada em jardim -

http://educacao.salvador.ba.gov.br/calcada-de-escola-municipal-sociedade-fraternal-e-transformada-em-jardim/

Crianças transformam lixo a céu aberto em canteiro coletivo - MOSAICO: https://gshow.globo.com/Rede-Bahia/Mosaico-Baiano/noticia/criancas-transformam-lixo-a-ceu-aberto-em-canteiro-coletivo.ghtml

DAGNINO, Evelina. Políticas Culturais, Democracia e Projeto Neoliberal. In: Rio de Janeiro, (15): 45- 65, janeiro / abril de 2005. Disponível em: Acesso em: 24/05/2020.

Escola ganha transformação e vira canteiro coletivo em Pau da Lima.

https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/escola-ganha-transformacao-e-vira-canteiro-coletivo-em-pau-da-lima/

FERREIRA, A, L. PBL no Ensino Médio Técnico: um estudo de caso na disciplina de Prática de Laboratório de Programação. Dissertação apresentada ao Mestrado em Ensino de Ciências, da Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, 2012.

FLEURI, R. M. interculturalidade, identidade e decolonialidade: desafios políticos e educacionais. revista Série Estudos, Campo Grande, n. 37, p. 89-106, jan. jul de 2014.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia, 31º edição, São Paulo, editora Paz e Terra, 2005

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2010;

LERNER, Délia, Ler e Escrever na Escola - O Real, o Possível e o Necessário Ed. Artmed. 2002.

GADOTTI, MOACIR. Perspectivas atuais da educação. São Paulo, v.14, n. 2, 2000.

GUIMARÃES, Mauro. Educação Ambiental Crítica. Identidades da Educação Ambiental Brasileira. Brasília: MMA, 2004.

LERNER, Délia. Ler e escrever na escola. O real, o possível e o necessário. Porto Alegre. Artmed. 2002.

LIBÂNEO, J. Democratização da escola: A Pedagogia Crítico-Social dos Conteúdos. São Paulo 2.0 Loyola, 1989.

MELO, M. G. de A.Ensino de Física nas Escolas de Nível Médio de Belém-Pará. in: Congresso Internacional de Educação: Os Desafios no Processo de Ensino Aprendizagem. 2004. João Pessoa: Anais.São Luiz: Ed. Universitária, 2004. 422 p.

MUCELIN, C; BELLINI. M. Lixo e impactos ambientais perceptíveis no ecossistema urbano. Sociedade & Natureza, v. 20, n.1, p. 111-124, 2008.

Mutirão por uma escola verde-

https://twitter.com/atarde/status/1044895750738587648 Acesso em 24/05/2020

SANTOMÉ, Jurjo. Globalização e Interdisciplinaridade - O Currículo Integrado. Porto Alegre: Editora Artes Medicas Sul LTDA, 1998.

SANTOS. Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia dos saberes. Revista Novos Estudos,n. 79,novembro, 2007.

SOUZA, Cacilda da Silva; IGLESIAS, Alessandro Giraldes; PAZIN-FILHO, Antonio. Estratégias inovadoras para métodos de ensino tradicionais – aspectos gerais. Medicina, v. 47, n. 3, p. 284-292, 2014.

TORP Linda. SAJE, Sara. El Aprendizagem Baseada em Problemas da TORP. Do jardim de infância até o final do ensino médio. Coleção "Novas práticas de ensino" Amorrortu editores Edição: 1º edição, 1999.

VASCONCELLOS, M. M. M. Aspectos pedagógicos e filosóficos da metodologia da problematização. In: BERBEL, N. A. N. Metodologia da problematização: fundamentos e aplicações. Londrina: EDUEL, 1999. p. 29-59.

Downloads

Publicado

21/05/2021

Como Citar

Costa, E. M. de S. (2021). Currículo e Saberes:: Relato de Teoria e Prática da Escola Municipal Sociedade Fraternal. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 7(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v7i4.2098

Edição

Seção

II - Congresso Internacional Online de Estudos sobre Culturas