Monumentos religiosos de Foz do Iguaçu

aspectos da multiculturalidade

Autores

  • Mac Donald Fernandes Bernal Unioeste

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v8i1.2068

Palavras-chave:

Foz do Iguaçu; Monumentos; Multiculturalidade; Religiosidade.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo principal tecer análises sobre os monumentos religiosos presentes na espacialidade multiculticultural característica de Foz do Iguaçu. Para tanto, as observações demonstram indicativos de como se constituiu o imaginário da cultura plural na região, bem como seus elementos de representação. De forma metodológica é feita a observação empírica dos monumentos considerados como atrativos turísticos, bem como seu mapeamento na espacialidade do município, traçando conexões com suas representações religiosas. Como forma de sustentar as argumentações, são acionadas referências teóricas aderentes ao tema, alinhando reflexões conectivas entre o monumento, a memória e o patrimônio. O estudo aponta que elementos referenciais da cultura local tendem a se tornar atrativos turísticos inseridos em uma dinâmica mercadológica.

Biografia do Autor

Mac Donald Fernandes Bernal, Unioeste

Doutor em Sociedade, Cultura e Fronteiras pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE; Pesquisador do Patrimônio Histórico e Cultural na Fundação Cultural de Foz do Iguaçu; Professor dos Cursos de Comunicação (Publicidade e Propaganda e Jornalismo) no Centro universitário Dinâmica das Cataratas – UDC. Foz do Iguaçu – Paraná – Brasil. E-mail: mac.pub@gmail.com

Referências

BAUMAN, Zygmunt – Comunidade: a busca por segurança no mundo atual - Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas linguísticas. São Paulo: Edusp, 2008.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil S.A, 1989.

CANCLINI, Néstor García. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. Trad. Heloísa P. Cintrão e Ana Regina Lessa. 2.ed. São Paulo: Edusp, 1998.

CANCLINI, Néstor García. Diferentes, desiguais e desconectados: mapas da interculturalidade. Rio de Janeiro: UFRJ, 2005.

CANDAU. Joël. Memória e identidade. São Paulo: Contexto, 2014.

CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo. (Orgs). Domínios da História: ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

CATTA, Luiz Eduardo. O cotidiano de uma fronteira: a perversidade da modernidade. Cascavel: EDUNIOESTE, 2003.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. São Paulo: Editora da Unesp: Estação Liberdade, 2006.

HALBWACHS, Maurice. A memória Coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

HALL, Stuart – A Identidade Cultural na Pós-Modernidade – 7ª edição. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2002.

HOORNAERT, Eduardo. A memória do povo cristão. Série I Experiência de Deus e Justiça. Coleção Teologia e Libertação. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes, 1986.

KLAUCK, Samuel; SZEKUT, Andressa. Diversidade Populacional: Discursos de fixação do Patrimônio Cultural de Foz do Iguaçu. In Revista Ideação: Revista do Centro de Educação e Letras da Unioeste - Campus de Foz do Iguaçu v. 14 nº 2 p.157-177. 2º semestre de 2012. Disponível em: <http://e-revista.unioeste.br/index.php/ideacao/article/view/7175/5807>. Acesso em 30/04/2020.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. 4.ed. Campinas: Editora da Unicamp, 1996.

LÉVI-STRAUSS, C. Raça e história. Tradução de Inácia Canelas. 2.ed. São Paulo: Abril Cultural (Os pensadores), 1980.

LOUMAR Turismo. Facebook. Disponível em: <https://www.facebook.com/loumartur/>. Acesso em 12/12/2020.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. In: Estudos Históricos, vol.5, nº10. Rio de Janeiro. 1992.

POMBO, Olga. Epistemologia da interdisciplinaridade. Ideação: Revista do Centro De Educação e Letras da Unioeste - Campus de Foz do Iguaçu, v. 10 nº1 p.9-40. 1º semestre de 2008. Disponível em: <http://e-revista.unioeste.br/index.php/ideacao/article/view/4141/3187>. Acesso em 20/12/2020.

POULOT, Dominique. Uma história do patrimônio no ocidente, séculos XVIII-XXI. Do monumento aos valores. São Paulo: Estação Liberdade, 2009.

PRATS, Llorenç. Concepto y gestión del patrimonio local. Artigo. Cuadernos de Antropologia Social, Buenos Aires, n. 21, p. 17-35, 2005.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Tomaz Tadeu da Silva (org.), Stuart Hall, Kathryn Woodward. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

Downloads

Publicado

15/04/2022

Como Citar

Bernal, M. D. F. (2022). Monumentos religiosos de Foz do Iguaçu: aspectos da multiculturalidade. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 8(1). https://doi.org/10.23899/relacult.v8i1.2068

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo