Construindo a docência na educação infantil: da observação à práxis

Autores

  • Lucas Martinez Universidade Federal de Santa Maria
  • Jane Pereira Universidade Federal do Pampa

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v2i02.196

Palavras-chave:

Paulo Freire, Educação Infantil, Estágio

Resumo

Este trabalho é resultado do período de prática docente na Educação Infantil, componente curricular do curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal do Pampa, campus Jaguarão/RS. Neste sentido, tem como objetivo contextualizar como é possível construir temáticas significativas para o trabalho na prática docente na Educação Infantil, no âmbito do estágio, e consequentemente na prática profissional. A partir de uma concepção freireana de educação, buscou-se um tema central e quatro subtemas que emergem da realidade, pois pensar Paulo Freire na Educação Infantil é compreender que a educação é permanente vida, não apenas preparar para viver, mas educar na vida, ou seja, uma constante leitura do mundo, cada vez mais crítica.

Biografia do Autor

Lucas Martinez, Universidade Federal de Santa Maria

Pedagogo. Acadêmico da Especialização em Direitos Humanos e Cidadania

Jane Pereira, Universidade Federal do Pampa

Dra em Educação.

Referências

ANDREOLA, Balduíno A. O processo de conhecimento em Paulo Freire. Educação e Realidade, Porto Alegre, v18, n.1, p.32-42, jan./jun. 1993.

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 2014.

BARREIRO, Iraíde Marques de Freitas; GEBRAN, Raimunda Abou. Prática de ensino: elemento articulador da formação do professor. IN: BARREIRO, Iraíde Marques de Freitas; GEBRAN, Raimunda Abou. Prática de ensino e estágio supervisionado na formação de professores. São Paulo: Avercamp, 2006.

BRASIL. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. — Brasília: MEC/SEF, 1998.

______. Ministério da Educação. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CEB n. 05, 17 dez. 2009. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Diário Oficial República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 18 dez. 2009. Seção 1, p. 18.

CHARLOT, B. Da relação com o saber: Elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

DELIZOICOV; ANGOTTI. Metodologia do Ensino de Ciências. São Paulo: Cortez, 1994.

ESTRELA, Albano. Pedagogia, ciência da educação? Porto, Editora Porto, 1992.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Paz e Terra: Rio de Janeiro, 1983.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

______, Paulo. A educação na cidade. 3. ed. São Paulo: Cortez, 1999.

______. Criando métodos de pesquisa alternativa: aprendendo a fazê-la melhor através da ação. In: BRANDÃO, C. R (org). Pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense, 2006.

FREIRE, Madalena. A paixão de conhecer o mundo: relato de uma professora. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

MAFFIOLETTI, Leda de Albuquerque. Práticas Musicais na Escola Infantil. In: CRAIDY, Maria; KAERCHER, Gládis Elise P. da Silva (orgs.) Educação infantil: pra que te quero? Porto Alegre: Artmed, 2001.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2004.

PORLÁN, Rafael; MARTIN, José. El diário del professor: um recurso para la investigación en el aula. Sevilla: Díada, 1997.

SOARES, Magda. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. CD-ROMda 26° Reunião Anual da ANPED. Caxambu. Versão on-line disponível no site www.anped.org.br/26ra.htm. GT 10 - Alfabetização, leitura e escrita, 2003.

ZABALZA, Miguel. Diários de aula: um instrumento de pesquisa e desenvolvimento profissional. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Downloads

Publicado

21/10/2016

Como Citar

Martinez, L., & Pereira, J. (2016). Construindo a docência na educação infantil: da observação à práxis. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 2(02), 68–79. https://doi.org/10.23899/relacult.v2i02.196

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo