O ensino de línguas modernas como ferramenta para a integração institucional em uma universidade brasileira bilíngue: O cenário da UNILA por meio de Experiências de Extensão Universitária e Monitoria Acadêmica

Autores

  • Roberth Steven Gutiérrez Murillo Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
  • Laura Fortes Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v6i1.1644

Palavras-chave:

Ensino de línguas modernas, Extensão Universitária, Monitoria Acadêmica, Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Resumo

O presente trabalho se objetiva a relatar o processo de ensino-aprendizagem de duas línguas modernas (Português e Inglês), realizado por meio de projetos na Universidade Federal da Integração Latino-Americana, no ano de 2017 e, consequentemente, buscou-se destacar os principais aportes à visão de integração regional proposta pela instituição. A metodologia utilizada foi caracterizada pelo relato de experiência, tipificado pela abordagem qualitativa. Foram realizadas uma ação de monitoria acadêmica em português como língua adicional (PLA) e uma ação de extensão universitária em inglês. Os principais resultados apontam a elaboração e acompanhamento de práticas didático-pedagógicas que permitiram melhorar o ensino-aprendizagem das línguas referidas, especialmente no que concerne aos contextos multilíngues e translíngües vivenciados pela comunidade acadêmica e a comunidade da região tríplice-fronteiriça. Por último, concluiu-se que essas ações podem fortalecer grandemente os processos de democratização dos conhecimentos linguísticos modernos, uma vez que abordam o aprendiz como principal produtor de conhecimentos e modificador de realidades.

Biografia do Autor

Roberth Steven Gutiérrez Murillo, Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

Acadêmico em Saúde Coletiva pelo Instituto Latino-Americano das Ciências da Vida e da Natureza - Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). Aluno Bolsista do Ministério da Saúde no Programa Educação pelo Trabalho em Saúde (PET-Saúde). Membro do Grupo de Pesquisa Políticas, Gestão e Educação em Saúde (UNILA)

Laura Fortes, Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

Doutora em Letras; Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Língua Estrangeira, Discurso e Identidade (LEDI-USP). Membro do Grupo de Pesquisa Linguagem, Política e Cidadania (UNILA).

Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil; laura.fortes@unila.edu.br.

Referências

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA). Conselho Universitário. Resolução Nº 05, de 08 de abril de 2019.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA). Conselho Universitário. Resolução Nº 17, de 7 de junho de 2018. Disponible en: https://portal.unila.edu.br/institucional/nucleos-de-ensino-pesquisa-e-extensao

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA). Plano Pedagógico do Curso de Saúde Coletiva, 2014. Disponible en: https://portal.unila.edu.br/graduacao/saude-coletiva/ppc

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA). Pró-Reitoria de Graduação. Monitoria Acadêmica. Acceso realizado en: 17 de junio de 2019. Disponible en: https://portal.unila.edu.br/prograd/programas/monitoria-academica

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA). Pró-Reitoria de Extensão. Acceso realizado en: 17 de junio de 2019. Disponible en: https://portal.unila.edu.br/proex

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA). Sobre a UNILA. Acceso realizado en: 17 de junio de 2019. Disponible en: https://portal.unila.edu.br/institucional

FREIRE, Paulo. Pedagogía del oprimido – 2da ed. México: Siglo XXI. Editores S.A. de C.V., [en linea] 2005. 248p [Fecha de consulta: 14 de julio de 2019] Disponible en: https://fhcv.files.wordpress.com/2014/01/freire-pedagogia-del-oprimido.pdf ISBN: 968-23-2589-7

FORTES, Laura. Língua inglesa, discurso e ensino: apontamentos sobre dois projetos de extensão na UNILA. In: Francisca Paula Soares Maia. (Org.). Interculturalidades: visões multiculturais desde a UNILA. 1ed.Roosevelt; New Jersey: Boavista Press, 2018, v. 1, p. 117-133.

FORTES, Laura. O currículo como instrumento linguístico: ordem e organização de saberes em contextos educacionais multilíngues. Projeto de Pesquisa em andamento. UNILA, Foz do Iguaçu – PR, 2018.

GOMES Elisete; ANGELI, Acácia Aparecida. Programa de monitores para o ensino superior. Estudos de Psicologia [en linea] 2010, 27 (Julio-Septiembre) : [Fecha de consulta: 22 de junio de 2019] Disponible en: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=395335744007 > ISSN 0103-166X

MAY, S. Disciplinary divides, knowledge construction, and the multilingual turn. In: ______. (Org.). The Multilingual Turn: implications for SLA, TESOL and bilingual education. New York; London: Routledge, 2014. p. 7-31.

NUNES, Ana Lucia de Paula Ferreira. A extensão universitária no ensino superior e a sociedade. Mal-Estar e Sociedade - Ano IV - n. 7 - Barbacena - julho/dezembro 2011 - p. 119-133. Disponible en: http://revista.uemg.br/index.php/malestar/article/view/60/89

NUNES, João Batista Carvalho. Monitoria acadêmica: espaço de formação. A monitoria como espaço de iniciação à docência: possibilidades e trajetórias. Natal: EDUFRN, 2007, p. 45-58.

SOBRINHO, Jose Dias. Educação superior, globalização e democratização. Qual universidade? Revista Brasileira de Educação Jan /Fev /Mar /Abr 2005 No 28 – p. 164-173. Disponible en: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n28/a14n28.pdf

Publicado

22/05/2020

Como Citar

Gutiérrez Murillo, R. S., & Fortes, L. (2020). O ensino de línguas modernas como ferramenta para a integração institucional em uma universidade brasileira bilíngue: O cenário da UNILA por meio de Experiências de Extensão Universitária e Monitoria Acadêmica. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 6(1). https://doi.org/10.23899/relacult.v6i1.1644

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo