Jogando com o patrimônio nas aulas de história

Autores

  • Hilda Jaqueline de Fraga Universidade Federal do Pampa- UNIPAMPA

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1372

Palavras-chave:

Ciências humanas, políticas culturais, estudos em cultura

Resumo

O trabalho pretende socializar os percursos de formação constituídos com alunos dos Cursos de Licenciatura em Pedagogia e História, da Universidade Federal do Pampa/Campus Jaguarão. Apresenta como metodologia um inventário em forma de registros das memórias biográficas dos egressos acerca de suas vivências e aprendizagens nas aulas de história, durante o Ensino Fundamental, seguida de uma pesquisa posterior com professores das escolas públicas da cidade de Jaguarão contemplando as realidades e as demandas apresentadas à docência, bem como temáticas históricas. As inferências levantadas acrescentaram ao debate discussões relacionadas à introdução dos jogos para ensinar e aprender história dentro e fora da sala de aula tema recentemente incorporado aos estudos deste campo em específico, repercutindo na elaboração de jogos e materiais didáticos com o enfoque na memória e no patrimônio cultural desta cidade elevada à categoria de Cidade Histórica devido ao significativo repertório patrimonial que reúne. Dentre os resultados do processo coletivo envolvendo práticas e estratégias de ensino, ressaltam-se o exercício da autoria na criação de um repertório de jogos voltados para a construção de conhecimentos e ressignificação da história local a partir do compartilhamento de saberes/fazeres entre a academia e as realidades das instituições educativas e de salvaguarda da memória.

Palavras- chave: Ensino de história; jogos; patrimônio cultural;

O trabalho pretende socializar os percursos de formação constituídos com alunos dos Cursos de Licenciatura em Pedagogia e História, da Universidade Federal do Pampa/Campus Jaguarão. Apresenta como metodologia um inventário em forma de registros das memórias biográficas dos egressos acerca de suas vivências e aprendizagens nas aulas de história, durante o Ensino Fundamental, seguida de uma pesquisa posterior com professores das escolas públicas da cidade de Jaguarão contemplando as realidades e as demandas apresentadas à docência, bem como temáticas históricas. As inferências levantadas acrescentaram ao debate discussões relacionadas à introdução dos jogos para ensinar e aprender história dentro e fora da sala de aula tema recentemente incorporado aos estudos deste campo em específico, repercutindo na elaboração de jogos e materiais didáticos com o enfoque na memória e no patrimônio cultural desta cidade elevada à categoria de Cidade Histórica devido ao significativo repertório patrimonial que reúne. Dentre os resultados do processo coletivo envolvendo práticas e estratégias de ensino, ressaltam-se o exercício da autoria na criação de um repertório de jogos voltados para a construção de conhecimentos e ressignificação da história local a partir do compartilhamento de saberes/fazeres entre a academia e as realidades das instituições educativas e de salvaguarda da memória.

Palavras- chave: Ensino de história; jogos; patrimônio cultural;

Biografia do Autor

Hilda Jaqueline de Fraga, Universidade Federal do Pampa- UNIPAMPA

Mestre e Doutora em Educação pela UFRGS. Professora do Curso de Bacharelado em Produção e Política Cultural da Universidade Federal do Pampa- Campus Jaguarão. Atua como docente pesquisadora nos componentes curriculares: Patrimônio Cultural, História das Políticas Culturais no Brasil, Metodologia da Pesquisa, TCC- Projeto e TCC Defesa.Concentra suas pesquisas e produções no campo do patrimônio cultural.

Referências

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de História: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2004. p. 164-173.

CERRI, Luis Fernando. Cidade e identidade: região e ensino de História. In: ALEGRO, Regina Célia; et al. (Org.). Temas e questões para o ensino de História do Paraná. Londrina: Ed. da Universidade Estadual de Londrina - EUEL, 2008, p.18-37.

CADERNOS - EXPEDICIÓN PEDAGÓGICA NACIONAL EN COLOMBIA: Recreando rutas y senderos pedagógicos: Valle, Cali y región norte del Cauca. Colômbia: Universidad Pedagógica Nacional, 2005. 254p.

CIAMPI, Helenice. Mediações entre ensino de História e Patrimônio. In: ZAMBONI, Ernesta; GALZENARI, Maria Carolina; PACIEVITCH, Caroline (Orgs.). Memória, sensibilidades e saberes. Campinas/SP: Alínea, 2015. p. 64-75.

CRUXEN, Edson Bisso. A ocupação ibérica do território e as disputas pelas fronteiras do continente de Rio Grande. In: CARELI, Sandra da Silva; KNIERIM, Luiz Claudio (Orgs.). Releituras da História do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore / CORAG, 2011. p. 65-88.

FONSECA, Maria Cecília Londres. Para além da pedra e cal: por uma concepção ampla de patrimônio cultural. In: ABREU, Regina; CHAGAS, Mário (Orgs.). Memória e Patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 56-76.

MEINERZ, Carla Beatriz. Jogar com a História na sala de aula. In: GIACOMONI, Marcello Paniz; PEREIRA, Nilton Mullet (Orgs).Jogos e ensino de história. Porto Allegre: Evangraf, 2013, p.99-116.

GUIMARAES, Maria de Fátima. Patrimônio Cultural e Ensino de História: problematizando a colonização do presente pelo passado. In: ZAMBONI, Ernesta; GALZENARI, Maria Carolina; PACIEVITCH, Caroline (Orgs.). Memória, sensibilidades e saberes. Campinas/SP: Alínea, 2015. p. 90-102.

HORTÊNCIO, Leonardo Marques; LUZ, Maturino S. Santos da. Cidades originadas no processo de consolidação das fronteiras: o caso de Jaguarão. [s.d.]. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2012.

LIMA, Andréa de Gama; AL-ALAM, Caiuá Cardoso. Territórios negros em Jaguarão: revisitando o centro histórico. In: GASPAROTTO, Alessandra; FRAGA, Hilda Jaqueline de; BERGAMASCHI, Maria Aparecida (Orgs.). Ensino de História no Cone Sul: patrimônio cultural, territórios e fronteiras. Porto Alegre: Evangraf, 2013. p. 261-272.

PELEGRINI, Sandra C. A. Patrimônio cultural: consciência e preservação. São Paulo: Brasiliense, 2009. 134 p.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Perspectivas da consciência histórica e da aprendizagem em narrativas de jovens brasileiros. Revista Tempos Históricos, Marechal Cândido Rondon, PR, UNIOESTE, Programa de Pós-Graduação em História e Curso de Graduação em História, v. 12, p. 81-96, 1o sem. 2008.

VARGAS, Pedro Rubens. Interpretação do espaço urbano e as possibilidades de leitura da cidade. In: POSSAMAI, Zita Rosane (Org.). Leituras da Cidade. Porto Alegre: Evangraf, 2010. p. 283-296.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

de Fraga, H. J. (2019). Jogando com o patrimônio nas aulas de história. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1372

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar