O ensino projetual em Design no contexto da cibercultura a partir de uma ferramenta digital

Autores

  • Jéssica Rodrigues Esteves Instituto Federal Sul-rio-grandense http://orcid.org/0000-0002-7800-7224
  • Renan Humberto Lunardello Fonseca Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1337

Palavras-chave:

Cibercultura, Ensino técnico, Educação e tecnologias, Prática pedagógica.

Resumo

O ensino de disciplinas projetuais em Design é focado no desenvolvimento de atividades práticas que exigem acompanhamento semanal dos docentes. Este artigo tem como objetivo relatar uma experiência docente, realizada com os alunos do oitavo semestre do Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual do Instituto Federal Sul-rio-grandense, no que tange à utilização de ferramentas digitais como estratégia pedagógica para o ensino da disciplina de Projeto Digital. A experiência evidenciou que o uso do Trello, um sistema de quadro virtual utilizado para gerenciamento de tarefas que seguem o método Kanban, auxiliou no ensino e aprendizagem de conteúdos, permitindo que docentes e discentes pudessem se comunicar, compartilhar materiais, organizar atividades e datas de entrega. Assim, o artigo discute o contexto da cibercultura através do uso de uma ferramenta digital para mediação pedagógica no ensino de disciplinas de projetos. A fim de problematizar o uso da ferramenta, é apresentado o resultado de um questionário qualitativo aplicado aos alunos, onde foram problematizados aspectos positivos e negativos quanto à utilização da plataforma como ferramenta pedagógica.

Biografia do Autor

Jéssica Rodrigues Esteves, Instituto Federal Sul-rio-grandense

Bacharela em Design Digital (2016, UFPel) e Mestranda em Educação e Tecnologia (IFSul).

Renan Humberto Lunardello Fonseca, Universidade Federal de Pelotas

Mestre em Artes Visuais (2017, UFPel).

Referências

BERTRAM, D. Likert Sales… are the meaning of Life. CPSC 681 – Topic Report, 2014. Disponível em: <http://poincare.matf.bg.ac.rs/~kristina/topic-dane-likert.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2018.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. Ed. São Paulo: Editora Atlas SA, 2008.

IBGE. Pesquisa nacional por amostra de domicílios: síntese de indicadores. Coordenação de Trabalho e Rendimento. Rio de Janeiro: IBGE, 2016. 108p. Disponível em: <https://goo.gl/3i9GtE>. Acesso em: 10 jan. 2018.

LEMOS, A. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 6. ed. Porto Alegre: Sulina, 2013.

LÉVY, P. Cibercultura. 5. ed. São Paulo: Editora 34 LTDA, 2005.

LÉVY, P. Uma perspectiva vitalista sobre a cibercultura. In: LEMOS, André. Cibercultura – tecnologia e vida social na cultura contemporânea. Porto Alegre: Sulina, 2002.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. 4.ed. Florianópolis: UFSC, 2005. 138p.

TÔNUS M. Interação do Processo de Aprendizagem em Comunicação Social. In: PRIMO, A. Comunicação e Interações. Livro da COMPÓS. Porto Alegre: Sulina, 2008.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Rodrigues Esteves, J., & Lunardello Fonseca, R. H. (2019). O ensino projetual em Design no contexto da cibercultura a partir de uma ferramenta digital. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1337

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar