A resolução de conflitos e a educação para a paz

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1311

Palavras-chave:

resolução de conflitos, educação infantil, cultura da paz

Resumo

A publicação da lei nº 13.663 que altera o artigo 12 da Lei de Diretrizes e Bases da educação para incluir a promoção de medidas de conscientização, de prevenção e de combate a todos os tipos de violência e a promoção da cultura de paz entre as incumbências no âmbito das escolas. O objetivo do artigo é analisar a incidência da violência entre professor e aluno e entre os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental de uma escola de Santa Vitória do Palmar do Rio Grande do Sul. Os dados foram coletados através da análise dos documentos da escola e através de questionário feito com professores deste educandário. Estes dados foram analisados quantitativa e qualitativamente para evidenciar estes conflitos em busca de acordos e a sua resolução não violenta, tendo por base os estudos atuais da ciência da paz. Os resultados indicam a necessidade de aprofundamentos sobre a temática, organizando encontros de estudos, oficinas e palestras e a pesquisa de uma intervenção pedagógica a ser desenvolvida com os professores desta escola.

Biografia do Autor

Lis Rejane Martins Rolan

Mestranda em Educação -Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Jaguarão/RS (Brasil). E-mail: lisrejanerolan@gmail.com.

LUCIO JORGE HAMMES, Unipampa

Doutor em educação. Professor da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).  Jaguarão/RS (Brasil); E-mail: luciojh@gmail.com

Itamar Luís Hammes, IFSUL

Doutor em Filosofia; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSUL; Lajeado, RS, Brasil; itamarh57@gmail.com. 

Referências

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 13.185- Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/topicos/79645819/artigo-1-da-lei-n-13185-de-06-de-novembro-de-2015. Acesso em Jan. 2019.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 13.663 - Altera o art. 12 da Lei nº 9.394. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13663.htm. Acesso em mai. 2018.

CABEZUDO, Alícia. II. Educación para la paz. In: Gobierno del Distrito Federal. Escuelas Aprendiendo a Convivir: Un modelo de intervención contra el maltrato e intimidación entre escolares (bullying). México: Secretaría de Educación del Distrito Federal, 2010. Disponível em: https://www2.uned.es/intervencion-inclusion/documentos/Documentos%20interes/ violencia5.pdf. Acesso em nov. 2018.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

GADOTTI, Moacir etallii. Paulo Freire: uma bibliografia. São Paulo. Cortez, Instituto Paulo Freire, Brasília: UNESCO, 1996.

GUIMARÃES, Marcelo Rezende. A educação para a paz como exercício da ação comunicativa: alternativas para a sociedade e para a educação. Educação. Porto Alegre, ano XXIX, n. 2 (59), p. 329 – 368, Maio/Ago. 2006. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/447. Acesso em mai. 2018.

RODRIGUES, José Paz. As aulas no cinema: Paulo Freire, o grande pedagogo do Brasil (cinco documentários sobre a sua vida e obra). 7 de setembro de 2016. Disponível em: http://pgl.gal/paulo-freire-grande-pedagogo-do-brasil-cinco-documentarios-vida-obra/. Acessado em jan. 2019.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Martins Rolan, L. R., HAMMES, L. J., & Hammes, I. L. (2019). A resolução de conflitos e a educação para a paz. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1311

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar