Construindo saberes sobre a separação dos resíduos sólidos na Educação Infantil

Autores

  • Andreia Domingues Bitencourte UFPel
  • Rita de Cássia Morem Cóssio Rodriguez UFPel

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1292

Palavras-chave:

Desenhos animados, Conscientização, Reciclagem, Berçário II

Resumo

O presente artigo desenvolveu-se dentro do Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECM) – Mestrado Profissional pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) e apresenta um relato de uma atividade desenvolvida em sala de aula com uma turma de Educação Infantil - Berçário II em uma Escola Municipal na Cidade de Pelotas/RS, sobre a Importância de construir saberes desde a Educação Infantil para a separação dos resíduos sólidos, a partir de personagens já conhecidos dos Desenhos Animados. Nesse estudo de natureza qualitativa (Ludke & André 1986) procuramos investigar como as famílias dos alunos abordavam a questão do descarte dos Resíduos Sólidos. A metodologia utilizada foi a Pesquisa-ação, apoiado nos estudos de Gil (2002), e nos três momentos pedagógicos (Delizoicov 2011) tendo como instrumento de coleta de dados, o questionário. A análise dos resultados deu-se pela análise descritiva (Gil 2002) através da observação da apropriação do conhecimento pelo aluno, a partir do momento que o aluno identifica suas embalagens e destina-as aos locais de descarte correto e ainda quando esse dissemina esse conhecimento em casa aos seus familiares, vigiando as rotinas de descarte no seu lar e questionando sobre a reciclagem desses materiais e também pela análise dos questionários anteriores e após a aplicação da proposta.

Referências

BRASIL, A. M. SANTOS, F. Equilíbrio Ambiental e Resíduos na sociedade moderna. São Paulo: FAARTE Editora, 2004. (ISBN 85-98847-01-1).

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

GIL, Antônio Carlos, 1946-Como elaborar projetos de pesquisa/Antônio Carlos Gil. - 4. ed. - São Paulo: Atlas, 2002.

LUDKE, M., André, M. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas.São Paulo: EPU, 1986.

OLIVEIRA, G. P. de. Educação Ambiental voltada para a formação profissional na área ambiental e florestal. Piracicaba, ESALQ, 1997. (Dissertação para obtenção do título de Mestre na área de Ciências Florestais).

SILVA, D. T. S. Educação Ambiental: Coleta Seletiva e Reciclagem de Resíduos Sólidos na Escola. Cachoeirinha-RS: FASB, 2007.

TRINDADE, Naianne A. Dias - Consciência Ambiental: Coleta Seletiva e reciclagem no Ambiente Escolar, disponível em http://www.conhecer.org.br/enciclop/2011a/humanas/consciencia%20ambiental.pdf. Acesso em 05 jun 2018.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Bitencourte, A. D., & Morem Cóssio Rodriguez, R. de C. (2019). Construindo saberes sobre a separação dos resíduos sólidos na Educação Infantil. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1292

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar