Formação de Professores e Monitores de Alunos com Necessidades Educacionais Especiais

Autores

  • Claudete Botelho Ferreira Unipampa Campus Jaguarão

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1273

Palavras-chave:

atendimento educacional especializado, defectologia, formação, grupos de estudos.

Resumo

O presente artigo intenciona apresentar uma abordagem sobre uma pesquisa-interventiva em seu processo de realização, uma vez que a pesquisa ainda está em andamento, não apresentando conclusões ou achados. Por se tratar de uma pesquisa realizada por uma mestranda profissional, o foco está relacionado à sua atuação numa escola municipal, dentro da área da educação especial, mais especificamente, na sua atribuição enquanto professora do atendimento educacional especializado. A escolha do tema está relacionada à formação de professores e monitores de educação especial por meio de grupo de estudos, tendo como referencial teórico os estudos de Vygotski sobre a defectologia A apresentação de aspectos legais sobre inclusão dá início ao relato, seguidos de um estudo sobre monitores escolares e a definição de atribuições destes sujeitos na escola, orientados pelos gestores da sala de aula, os professores e subsidiados pelos profissionais do atendimento educacional especializado, e em consonância com a proposta pedagógica da escola.

 

Referências

ANDRÉ, Marli. A Formação do Pesquisador da Prática Pedagógica. Revista Plurais. Salvador: v.1, n.1, p. 30-41, jan./abril. 2006.

ARANHA, M. S. F. A integração social do deficiente: analise conceitual e metodológica. Mesa redonda; a questão da integração do deficiente. XXIV Reunião Anual da Sociedade de Psicologia de Ribeirão Preto.SP,1994.

______. Declaração de Salamanca. Linha de ação sobre necessidades educativas especiais. In: Conferência Mundial sobre Necessidades Educativas Especiais: Acesso e Qualidade. Brasília: Corde, 1994.

______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 – Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Brasília: 1996.

______. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado pela Portaria nº 555/2007, prorrogada pela Portaria nº 948/2007. Brasília: 2008.

______. Decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, Brasília: 2009.

______. Resolução n. 04, de 02 de outubro de 2009. Institui as Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica – Modalidade Educação Especial. Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação. Brasília: 2009 a.

______. Lei Federal nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012. Institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista; e altera o § 3o do art. 98 da Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF: 28 dez. 2012.

______. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. MEC/SECADI. Brasil, 2013.

______. Lei nº13.146, de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), Brasília: 2015.

_____ .Orientações para implementação da política de educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: 2015.

______.Constituição da República Federativa do Brasil. Supremo Tribunal Federal, Atualizada até a EC n. 99/2017. Brasília, 2018. Disponível em www.stf.jus.br/arquivo/cms/legislacaoconstituicao/anexo/cf.pdf. Acesso em 23 dezembro 2018.

Declaração Mundial sobre educação para Todos: satisfação das necessidades básicas de aprendizagem. Jomtien, 1990. Disponível em unesco.org/images/0008/00862/086291 por.pdf. Acesso em: 30 abril. 2018.

BONNEFOND, J.Y; BONNEMAIN, A; FONTES, F. F; CLOT, Y. To institute conflictive cooperation on the quality of work. Educação Revista Quadrimestral. Porto Alegre: v. 39, n. esp. (supl.), s42-s53, dez. 2016. Disponível em http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2016.s.24326. Acesso em: 09 maio. 2018.

BOTTI, S. H. de O. REGO, S. Preceptor, Supervisor, Tutor e Mentor: Quais são seus papéis? Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro: v.3, p. 363373, 2008.

Coletânea de Estudos de Casos: “O Caso é o Seguinte...” / Revista Eletrônica. Coordenação Pedagógica: / Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – v. 1, n. 2 (ago./dez. 2008-). – MG/Belo Horizonte: ICH– PUC Minas, 2008. Disponível em portal.pucminas.br/graduacao/cursos/.../ARE_ARQ_REVIS_ELETR20081205200459. Acesso em 22 dezembro 2018.

DAMIANI, M. F. Entendendo o trabalho colaborativo em educação e revelando seus benefícios. Educar, Curitiba, n. 31, p. 213-230, 2008. Editora UFPR.

DAMIANI, M. F; PORTO, T. M. E; SCHLEMMER, E.(Organizadoras)Trabalho colaborativo/cooperativo em educação: uma possibilidade para ensinar e aprender. São Leopoldo: Oikos; Brasília: Liber Livro, 2009.

DE FARIAS, A. L. P; DOS SANTOS, W; PEREIRA, L. G; A importância do cuidador escolar na educação de alunos com necessidades educativas especiais: da educação especial no modelo segregado a perspectiva da educação inclusiva. II CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA. II JORNADA CHILENA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Campina Grande. Paraíba. 2016. Disponível em

https://docplayer.com.br/53644054-A-importancia-do-cuidador-escolar-na-educacao. Acesso em novembro 2018.

FREITAS, M. T. de A. Nos textos de Bakhtin e Vygotsky: um encontro possível. In: BRAIT, B. Bakhtin, dialogismo e construção de sentido. Campinas: Editora Unicamp,1997.

LÜDKE, Menga, Marli E.D.A. ANDRÉ. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas – São Paulo: EPU, 1986. Disponível em https://edisciplinas.usp.br/mod/resource/view.php?id=2191564. Acesso em 16 dezembro. 2018.

MARTINS, J. B. Observação participante: uma abordagem metodológica para a psicologia escolar. Semina: Ci. Sociais/Humanas, Londrina, v. 17, n. 3, p. 266-273, set. 1996. Disponível em www.uel.br › Capa › v. 17, n. 3 (1996). Acesso em 20 dezembro 2018.

PORLÁN, Rafael & MARTÍN, José. El diario del profesor. Sevilla: Díada Editora, 1997.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO GRANDE. Secretaria Municipal de Administração. Edital Processo Seletivo. 2018.

ROSSETTO, E. Formação do professor do atendimento educacional especializado: a Educação Especial em questão. Revista Educação Especial | v. 28 | n. 51 | p. 103-116 | jan./abr. 2015 Santa Maria. Disponível em: http://www.ufsm.br/revistaeducacaoespecial. Acesso em 05 jan. 2019.

SANTOS R.S; SANTOS, E, O. Cibercultura: redes educativas e práticas cotidianas. Revista Eletrônica Pesquiseduca – p. 159-183, v.04, n. 07, jan.-jul.2012. Disponível em periodicos.unisantos.br › Capa › v. 4, n. 7 (2012) . Acesso em 16 dezembro. 2018.

SARTORETTO, M. L. Inclusão: da concepção à ação. In: MANTOAN, M. T. E. (Org.). O desafio das diferenças nas escolas. Petrópolis: Vozes, 2013.

VYGOTSKI, L. S. Obras Escogidas V. Fundamentos da defectologia. In: La defectologia y la teoria del desarrollo y la educación del niño anormal. Madri Editorial Visor, 1997.

______. L. S. Obras Escogidas V. Fundamentos da defectologia. In: Tesis fundamentales del plan para el trabajo paidológico de investigación em el campo de la infância difícil. Madri Editorial Visor, 1997.

______. L. S. Obras Escogidas V. Fundamentos da defectologia. Prólogo al libro de E. K. Grachova. Madri Editorial Visor, 1997.

_______. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Organizadores Michael Cole et al. Tradução José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ZABALZA, Miguel A. Diários de aula: contributo para o estudo dos dilemas práticos dos professores. Porto: Porto Editora, 1994.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Ferreira, C. B. (2019). Formação de Professores e Monitores de Alunos com Necessidades Educacionais Especiais. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1273

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar

Artigos Semelhantes

<< < 2 3 4 5 6 7 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.