Interlocuções entre a avaliação da aprendizagem e Representações Sociais: à docência em foco

Autores

  • Veronica Cunha Barcellos Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • Daniele Simoes Borges Universidade Federal do Rio Grande - FURG;

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1220

Palavras-chave:

avaliação da aprendizagem, docência, professores, representação social,

Resumo

Os estudos acerca da avaliação da educacional têm contemplado diversos aspectos e fatores que incidem na atividade docente. Buscando contribuir com as discussões desse campo do conhecimento o presente artigo tem por objetivo problematizar as Representações Sociais a respeito da avaliação na educação básica. O texto refere-se, a um estudo de caráter bibliográfico-documental tendo como base teórica a Teoria das Representações Sociais de Moscovici. Assim, compreendo que as RS[1] são modos involuntários de compreender um determinado fenômeno ou uma determinada prática existencial, individual ou coletiva, que se apresentam por meio de falas cotidianas, crenças e posicionamentos, ligados ao passado, ao presente ou ao futuro. Esse processo subjetivo ajudará os docentes a encontrarem evidências que alarguem as fronteiras da avaliação em sua trajetória docente e que, muitas vezes foram reforçadas, na sua formação acadêmica. É importante [re]pensar quais são as perspectivas teóricas de avaliação dos professores, potencializando a compreensão não pela via da fragmentação, mas da reintegração dos saberes, atribuindo outro sentido às representações estagnadas da avaliação. Assim, o processo avaliativo torna-se um dos temas mais importantes dos procedimentos pedagógicos, sendo percebido como um instrumento, de aperfeiçoamento da prática pedagógica, que contribui para a compreensão não só das dificuldades, mas também das conquistas, potencializando novas oportunidades de aprendizagem para todos.


[1] Representações Sociais

Biografia do Autor

Veronica Cunha Barcellos, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

PedagogaPsicopedagoga Clínica e InstitucionalDiretora EscolarCoordenadora PedagógicaAssessora PedagógicaMestranda em Educação - FURG

Daniele Simoes Borges, Universidade Federal do Rio Grande - FURG;

Doutora em Educação e Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG

 docente no curso de Especialização em Mídias na Educação da Universidade Aberta do Brasil - UAB vinculada a Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Professora substituta na FURG atuando na área da didática.  Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Epistemologia e Educação em Ciências - NUEPEC e da Rede de Estudos e Pesquisas em Educação Superior (REPES)

Referências

ABRIC, J-C. Pratiques sociales et représentations. Paris: Presses Universitaires de France, 1994 a.

ABRIC, Jean-Claude. O estudo experimental das representações sociais. In D Jodelet (org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: Editora UERJ, 2000.

BARRETO, F.S. Sobre as representações Sociais e o tempo histórico. Revista Lâmina. n.1/set/2005.

CHUEIRI, M. S. F. Concepções sobre a Avaliação Escolar. Estudos em Avaliação Educacional, v. 19, n. 39, jan./abr. 2007.

COSTA, W.A.da & ALMEIDA, A.M.O. Teoria das Representações Sociais: uma abordagem alternativa para se compreender o comportamento cotidiano dos indivíduos e dos grupos sociais. Rev.Educ.Pública v.8.n.13, jan - jun.UFMT. 1999.

FALCON, F.J. C História e Representação. In: CARDOSO, C.F.; MALERBA, J. (Orgs.) REPRESENTAÇOES: Contribuição a um debate transdisciplinar. Campinas, SP: Papirus, 2000 (coleção textos do tempo) p.20-48.

FARR, R. M. Representações sociais: a teoria e sua história. In: GUARESCHI, P.; JOVCHELOVITCH, S. (Org.). Texto em representações sociais. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1995. p. 31-59.

GADOTTI, M. Perspectivas atuais da educação. Porto Alegre, Ed. Artes Médicas, 2012.

JACQUES, Maria da Graça Corrêa. Psicologia social contemporânea. Livro texto. 5. Ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (org.) Representações Sociais. Rio de Janeiro: EDUERJ. 2001.17-44p

JOVCHELOVITCH, S. Representações Sociais: para uma fenomenologia dos saberes sociais – Psicologia & Sociedade 10(1) jan./jun.1998. p.54-68.

LIMA, L. C. A escola como organização educativa. Uma abordagem sociológica. 3 ed. São Paulo: Cortez , 2008.

MARTINI, J.G. As Representações Sociais: teorias e práticas. Ciências Sociais Unisinos. v.37.n.158. jan./jun.2001.

MAZZOTTI-ALVES, A. J. Representações Sociais: aspectos teóricos e aplicações à Educação. Revista Múltiplas Leituras, v.1, n. 1, p. 18-43, jan. / jun. 2008.

MELCHIOR, M. C. Avaliação na concepção dos professores. In: Avaliação Pedagógica:função e necessidade. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1994, p. 29-55.

MINAYO, M.C.S. O conceito de Representações Sociais dentro da Sociologia Clássica. In: – GUARESCHI, P; JOVCHELOVITCH, S. (Orgs); Texto em Representações Sociais 2ª ed. – Petrópolis/RJ: Vozes, 1995.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. 2ªed. Petrópolis: Vozes, 2001.

PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens - entre duas lógicas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

Queiroz, MS. Representações sociais: uma perspectiva multidisciplinar em pesquisa qualitativa. In RB Barata & R Briceño-León (org.). Doenças endêmicas: abordagens culturais e comportamento, Rio de Janeiro: Fiocruz, 2000.

REIS, S L A e BELLINI, M. Revista Acta Scientiarum. Human and Social Sciences Maringá, v. 33, n. 2, p. 149-159, 2011.

ROCHA, M. I. A., RIBEIRO, L. P. História, abordagens, métodos e perspectivas da Teoria das Representações Sociais. Psicologia e sociedade. N.2. Minas Gerais, 2016, p. 407-409.

SILVA, J. P; URT, S. C. Educação infantil e avaliação: uma ação mediadora. Nuances: estudos sobre Educação. Presidente Prudente: v. 25, n. 3, p. 56-78, set./dez. 2002.

TARDIF, M. LESSARD, C. GAUTHIER, C. Formação dos professores e contextos sociais. Porto: Rés, 2001.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Barcellos, V. C., & Borges, D. S. (2019). Interlocuções entre a avaliação da aprendizagem e Representações Sociais: à docência em foco. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1220

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar