Avaliação Institucional como Mecanismo de Participação na Escola

Autores

  • Ana Luísa Antunes Rezende Tolfo Unipampa Jaguarão
  • Silvana Maria Gritti Unipampa Jaguarão

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1218

Palavras-chave:

Avaliação Institucional. Gestão Democrática. Participação.

Resumo

O presente trabalho é parte de minha pesquisa de mestrado que traz como tema a participação na escola, delimitando aqui a proposta em torno da avaliação institucional como mecanismo de participação na escola. A pesquisa desenvolvida teve como objetivo identificar e compreender de que forma os instrumentos e mecanismos utilizados na avaliação institucional refletem a participação dos pais, alunos, professores, funcionários e a comunidade em geral na escola. Para tanto, nos utilizamos da metodologia da pesquisa-ação por entender que tal abordagem requer um compromisso com os sujeitos envolvidos. Dessa forma pressupomos que, para que haja a participação e que se materialize a gestão democrática, considerando uma educação de qualidade e o atendimento as necessidades das questões educacionais mostra-se imprescindível o envolvimento de cada sujeito. Ao sentir-se responsável ou parte integrante do processo de participação, os sujeitos registram sua identidade quanto membro de um grupo e buscam o envolvimento nas tarefas e trabalhos propostos para o projeto de escola que se vislumbra. Porém mobilizar a comunidade escolar nem sempre se mostra uma tarefa fácil, precisa estar bem delineada, e desenvolver mecanismos que objetivam buscar a participação como forma de transformar o meio em que se está inserido. Como forma de diagnosticar e apontar como está o processo de funcionamento da escola têm-se na avaliação institucional o caminho para oportunizar a reflexão das questões educacionais.

 

 

Referências

BORDIGNON, Genuíno. Gestão democrática da escola cidadã. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria (Orgs.). Ensino Médio: ciência, cultura e trabalho. Brasília, DF: MEC/SEMTEC, 2004, p.291-310.

BRASIL. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 27 dez. 1961. Seção 1 p. 11429.

______. Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2º graus, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 12 ago. 1971. Seção 1, p.6377.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituição.htm>. Acesso em: 29 set. 2017.

______. Lei n.º 9.394/96 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Seção 1, p.27833. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2017.

_____. Conselhos escolares: Uma estratégia de gestão democrática da educação pública. Brasília: MEC/SEB, 2004.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

LIBÂNEO. Organização e gestão da Escola: teoria e prática. 5 ed. Goiânia: Alternativa, 2004.

LÜCK, Heloísa. A evolução da gestão educacional a partir de mudança paradigmática. Gestão em Rede, São Paulo, n.3, p.13-18, nov. 1997.

______. A gestão participativa na escola. Petrópolis: Vozes, 2006 (Série: Cadernos de Gestão).

______. Perspectivas da avaliação institucional da escola. Rio de janeiro: Vozes, 2012.

LÜCK, Heloísa et.al. A escola participativa: o trabalho do gestor escolar. 5 ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

PARO, Vitor Henrique. Escritos sobre educação. São Paulo: Xamã, 2001.

______. Eleição de diretores: a escola pública experimenta a democracia. 2

ed. São Paulo: Xamã, 2003.

SPOSITO, Marilia Pontes. Educação, gestão democrática e participação popular. Educação e Realidade, Porto Alegre, n. 15, v. 1, p. 52-56, jan./jun. 1990.

THIOLLENT, M. Metodologia da Pesquisa-ação. 14 ed. São Paulo: Cortez, 2005.

THIOLLENT, M.. Metodologia da Pesquisa-ação. 18 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Antunes Rezende Tolfo, A. L., & Gritti, S. M. (2019). Avaliação Institucional como Mecanismo de Participação na Escola. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1218

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar