O movimento indígena e a educação escolar

Autores

  • Clara Balladares Machado
  • Adriana Duarte Leon

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1200

Palavras-chave:

ensino escolar indígena, políticas públicas, história e cultura indígena.

Resumo

Neste artigo abordamos as políticas públicas que orientam o ensino da história e da cultura indígena na escola pública. Busca-se compreender a influência que o Movimento Indígena exerce para que a sua história e a sua cultura possam se tornar protagonistas na escola. Para tanto foi feito um levantamento bibliográfico exploratório sobre o tema, tendo como referência as políticas que normatizam o ensino da história e cultura indígena, tais como: Constituição Federal de 1988, Lei de Diretrizes e Bases da Educação 9.394/96, Parâmetros Curriculares Nacionais, Lei 11.645/08 e programas do governo que investem nas bibliotecas escolares e acervos literários, que buscam proporcionar ao professor acesso a livros que tratam do ensino da história e da cultura afrobrasileira e indígena. A partir desse estudo, pode-se perceber que o Movimento Indígena tem crescido e influenciado na criação de normativas que tornam a temática indígena, de certa forma, presente nos currículos escolares e, aos poucos, na realidade das escolas brasileiras.       

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Machado, C. B., & Leon, A. D. (2019). O movimento indígena e a educação escolar. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1200

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar