O JOGO DIGITAL COMO ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DA HISTÓRIA

Autores

  • Roselene Moreira Gomes Pommer Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica/Universidade Federal de Santa Maria
  • Luana Lopes Universidade Federal de Santa Maria - Programa de Pós-Graduação em Educação profissional e Tecnológica

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1190

Palavras-chave:

, Jogo Digital, Aprendizagem, Programação, História.

Resumo

O presente trabalho pretende relatar a experiência de aplicação do jogo “Quiz Digital: sociedades sambaquianas”, desenvolvido por estudantes do Curso de Mestrado Acadêmico em Educação Profissional e Tecnológica, como estratégia facilitadora para o processo de construção de conhecimentos históricos. A produção de um jogo digital de perguntas e respostas para a área de História aponta para as possibilidades de integração entre os conhecimentos da área de ciências humanas e aqueles conhecimentos gerados pelos componentes de áreas técnicas, como iniciação à programação, eletrônica e microeletrônica. A experiência didático pedagógica aqui discutida deu-se com alunos do 3º semestre do Curso Técnico em Eletromecânica Integrado ao Ensino Médio na Modalidade Educação de Jovens e Adultos – PROEJA, do Colégio Técnico Industrial de Santa Maria, unidade vinculada a Universidade Federal homônima. Da atividade, resultaram avaliações e sugestões para o aprimoramento do jogo, dadas por alunos trabalhadores que, em geral, são tidos como imigrantes digitais, que somente após a popularização das novas tecnologias, vêm adotando-as gradativamente.

Biografia do Autor

Roselene Moreira Gomes Pommer, Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica/Universidade Federal de Santa Maria

Profª Drª em História, lotada no Colégio Técnico Industrial de Santa Maria, da Universidade Federal de Santa Maria. Professora e pesquisadora do Programa de Pós-Granduação em Educação profissional e Tecnológica - PPGEPT/UFSM.

Luana Lopes, Universidade Federal de Santa Maria - Programa de Pós-Graduação em Educação profissional e Tecnológica

Graduação em Processos Gerenciais pela ULBRA/RS; Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica.

Referências

BARBOSA, L. Projeto de trabalho: uma forma de atuação psicopedagógica. 2ª ed. Curitiba: L. M. S, 1998.

FLUSSER, V. Filosofia da Caixa Preta. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.

RUFINI, S. E.; BZUNECK, J. A.; OLIVEIRA, K. L. D. A Qualidade da Motivação em Estudantes do Ensino Fundamental. Paidéia, Curitiba, v. 22, n. 51, p. 53-62. 2012.

TAROUCO, L. Jogos, computador e Internet na educação. Disponível em <http://penta3.ufrgs.br/animacoes/JogosEducacionais> Acesso: 26 de novembro de 2015.

TAROUCO, L. M. R.; ROLAND, L. C.; FABRE, M. C. J. M.; KONRATH, M. L. P. Jogos educacionais, RENOTE - Novas Tecnologias na Educação, v. 2, n. 1. 2004.

VILARINHO, L. R. G.; LEITE, M. P. AVALIAÇÃO DE JOGOS ELETRÔNICOS PARA USO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA: ULTRAPASSANDO A ESCOLHA BASEADA NO BOM SENSO, RENOTE - Novas Tecnologias na Educação, v. 13, n. 1. 2015.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Pommer, R. M. G., & Lopes, L. (2019). O JOGO DIGITAL COMO ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DA HISTÓRIA. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1190

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar