A Cultura Digital em Práticas Educativas: Transformações e Acoplamentos na Formação de Professores de Matemática

Autores

  • Gerson Freitas Luz Universidade Federal do Rio Grande
  • Daniele Amaral Fonseca Universidade Federal do Rio Grande
  • Daniel da Silva Silveira Universidade Federal do Rio Grande
  • Débora Pereira Laurino Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1188

Palavras-chave:

Cultura Digital, Ensino de Matemática, Formação de Professores.

Resumo

O operar contínuo da tecnologia digital, em consonância com a globalização econômica, política e social, gera novas formas de comunicação, outras construções culturais e uma diversidade de práticas sociais o que inclui as práticas pedagógicas no âmbito educacional. O objetivo deste trabalho é compreender o operar das tecnologias em uma cultura digital no ensino de Matemática na Educação Básica. Como processo metodológico adotou-se o levantamento bibliográfico em periódicos nacionais da área de Ensino, dos estratos A1, A2 e B1, dos quais surgiram 66 artigos que pautam as práticas pedagógicas em matemática com o uso das tecnologias digitais e a partir da sua leitura e utilizando a Análise de Conteúdo, foi gerada a categoria “Formação de professores de matemática com as tecnologias digitais”. A categoria evidencia a importância da formação de professores ser atualizada no modo como se apropria das tecnologias digitais para desenvolver práticas pedagógicas que potencializem a interação e os processos de ensinar e aprender matemática. Destarte, este estudo permitiu concluir que a apropriação das tecnologias digitais pode produzir transformações e acoplamentos na formação dos professores, o que implica na combinação de vários modos de comunicação e de interação, em diferentes níveis de complexidade, de interatividade, de práticas, de modos de pensamento, que levam a ensinar os conceitos matemáticos pelo digital e que pelo seu uso recorrente é gerada uma cultura digital.

Biografia do Autor

Gerson Freitas Luz, Universidade Federal do Rio Grande

Acadêmico do Curso de Licenciatura em Matemática

Daniele Amaral Fonseca, Universidade Federal do Rio Grande

Licenciada em Matemática

Daniel da Silva Silveira, Universidade Federal do Rio Grande

Doutor em Educação em Ciências

Débora Pereira Laurino, Universidade Federal do Rio Grande

Doutora em Informática na Educação

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011. 280 p.

BRITO, D. S.; ALMEIDA, L. M. W. O conceito de função em situações de modelagem matemática. Revista Zetetiké, v. 13, n. 23, p. 63-86, 2005. ISSN 2176-1744. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646980. Acesso em: 09 set. 2018.

COSTA, R. A cultura digital. São Paulo: Publifolha, 2008. 87 p.

KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2007. 144 p.

LEMOS, A.; LÉVY, P. O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010. 264 p.

MARQUES, M. O. Formação do profissional da educação. Ijuí: Editora Unijuí, 2003. 220 p.

MATURANA, H. Cognição, ciência e vida cotidiana. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014. 203 p.

MATURANA, H. Uma nova concepção de aprendizagem. Revista Dois Pontos, v. 2, n. 15, p. 28-35, 1993. Disponível em: https://philpapers.org/rec/MATUNC. Acesso em: 11 out. 2018.

MATURANA, H.; VARELA, F. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2001. 288 p.

MENDES, I. A. Matemática e investigação em sala de aula. Tecendo redes cognitivas na aprendizagem. São Paulo: Livraria da Física, 2009. 215 p.

PEREIRA, F. D.; SILVA, L. M. S.; NOVELLO, T. P. A relação entre a formação docente e o tecnostress. RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade, v. 4, ed. especial, p. 01-10, fev. 2018. ISSN 2525-7870. Disponível em: http://periodicos.claec.org/index.php/relacult/article/view/721/386. Acesso em: 21 dez. 2018.

PEREZ, G. Prática reflexiva do professor de matemática. In: BICUDO, M. A. V. (Org.). Educação Matemática: pesquisa em movimento. São Paulo: Cortez, 2012. p. 250-263.

PORTO, T. M. E. As mídias e os processos comunicacionais na formação docente na escola. In: PORTO, T. M. E. (Org.). Redes em construção: meios de comunicação e práticas educativas. Araraquara: JM, 2003. p. 79-110.

PRETTO, N. L. O desafio de educar na era digital: educações. Revista Portuguesa de Educação, v. 24, n. 1, p. 95-118, 2011. ISSN: 0871-9187. Disponível em: https://revistas.rcaap.pt/rpe/article/view/3042/2459. Acesso em: 02 dez. 2018.

SILVA, M. Interação e interatividade: sugestões para docência na cibercultura. In: PORTO, C. et al. (Orgs.). Pesquisa e mobilidade na cibercultura: itinerâncias docentes. Salvador: Edufba, 2015. p. 43-64.

SILVEIRA, D. S. Redes de conversação em uma cultura digital: um modo de pensar, agir e compreender o ensino de Matemática na educação superior. 2017. 162 f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde), Universidade Federal do Rio Grande – FURG, Rio Grande. 2017.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Luz, G. F., Fonseca, D. A., Silveira, D. da S., & Laurino, D. P. (2019). A Cultura Digital em Práticas Educativas: Transformações e Acoplamentos na Formação de Professores de Matemática. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1188

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar