Saberes e a Ciência Ecológica: emergências da complexidade

Autores

  • Sabrina Amaral Pereira Universidade Federal do Rio Grande
  • Gionara Tauchen Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1177

Palavras-chave:

Ciência integradora, Concepções históricas, Ecologia emergente

Resumo

A ciência ecológica é uma ciência/consciência planetária, pois envolve múltiplas dimensões da vida e suas relações com o mundo. Este estudo de natureza hermenêutica, objetiva compreender a constituição da ciência ecológica, expressando, a partir do pensamento complexo, suas emergências. O estudo decorre dos seguintes questionamos: Quais as consequências/influências dos processos históricos da ecologia enquanto campo da ciência? Quais seus princípios organizadores na contemporaneidade? Diante das considerações históricas, percebemos a ecologia constituída pela contribuição de múltiplas áreas, as quais contribuíram com diferentes momentos e intenções: descritiva, numérica, unidade na diversidade, princípios organizadores. Logo, compreendemos que cada acontecimento/conhecimento integra, produz e é produzido a cada momento histórico, formando uma espiral recursivamente autoalimentada. No entanto, para pensarmos em uma ecologia emergente, precisamos ampliar esta espiral e observar um emaranhado de múltiplos e infinitos plurianéis em movimento, no qual todos os níveis de organização estão superpostos, interligados, contribuindo para a autoeco-organização. Assim, vemos emergir uma ciência integradora que considera o seu objeto de estudo mergulhado no contexto, descrevendo-o e concebendo-o nas inter-retroações com os mais diferentes componentes, os quais se relacionam com conceitos das diversas disciplinas clássicas, complexificando-os.

Biografia do Autor

Sabrina Amaral Pereira, Universidade Federal do Rio Grande

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde; Universidade Federal do Rio Grande; Mestre em Biologia de Ambientes Aquáticos Continental e graduada em Ciências Biológicas Licenciatura e Bacharelado

Gionara Tauchen, Universidade Federal do Rio Grande

Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio Grande-FURG; Diretora de Pós-Graduação/Pró-Reitoria de Pequisa e Pós-Graduação; Possui graduação em Pedagogia (UFSM), mestrado em Educação (UFSM) e doutorado em Educação (PUC/RS) e Pós-doutorado em Ensino-aprendizagem na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), Moçambique.

Referências

ACOT, P. História da Ecologia. Trad. Carlota Gomes. Rio de Janeiro:Campus, 1990.

ADAMS, C. C. The Postglacial Dispersal of the North American Biota. Biological Bulletin, v. 9, n. 1, p. 53-71, 1905.

BODENHEIMER, F. Shimon. Aristotle, the Father of Animal Ecology, Homenaje a Millas-Valicrosa, v. I, Barcelona, 1954.

EGERTON, F. N. A Bibliographical Guide to the History of General Ecology and Population Ecology. History of Science. XV, 1976.

LAGO, A.; PÁDUA, J. A. O que é Ecologia? São Paulo: Brasiliense, 1985.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 12º ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

MORIN, E. Ciência com Consciência. 13º ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

MORIN, E. O método 2: a vida da vida. 5ª ed. Porto Alegre: Sulina, 2015a.

MORIN, E. O método 3: conhecimento do conhecimento. 5ª ed. Porto Alegre: Sulina, 215b.

ODUM, E. P. Fundamentos de Ecologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

PRESTES, M. E. B.; OLIVEIRA, P.; JENSEN, G. M. As origens da classificação de plantas de Carl von Linné no ensino de biologia. Filosofia e História da Biologia, v. 4, p. 101-137, 2009.

ROSA, C. A. P. História da Ciência: O Pensamento Científico e a Ciência no Século XIX, v. II, Tomo II, 2. ed. Brasília: FUNAG, 2012.

SHELFORD, V. E. Preliminary note on the distribution of the tiger beetles (cicindela) and its relation to plant succession. Biological Bulletin. v. 14, n.1, 1907.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Pereira, S. A., & Tauchen, G. (2019). Saberes e a Ciência Ecológica: emergências da complexidade. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1177

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar