CARTOGRAFANDO TEATRO E ENSINO NUM ENCONTRO COM A FILOSOFIA DA DIFERENÇA

Autores

  • Caroline Soares de Lima Universidade Federal do Pampa http://orcid.org/0000-0002-6730-0484
  • Dulce Mari da Silva Voss Universidade Federal do Pampa - Unipampa

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1153

Palavras-chave:

Cartografia, Corpos, Filosofia da Diferença, Subjetividades, Teatro.

Resumo

Este texto parte da análise realizada numa pesquisa cartográfica em andamento para composição de uma Dissertação de Mestrado Acadêmico em Ensino. Apoiada na Filosofia da Diferença, essa pesquisa leva-nos a pensar o teatro enquanto território de experimentações dos corpos e de produção de subjetividades articulada à criação de perceptos e afectos, razão e emoção como dimensões coexistentes que potencializam a dramatização teatral. O lugar empírico são as oficinas de teatro do Grupo “Os Carlitos”, acontecidas em 2018, na cidade de Bagé (RS), cujas experimentações dramáticas foram capturadas pela pesquisadora por meio de fotografias e servem como dispositivos de análise das produções dos corpos e subjetivações. Conclui-se que as experimentações dos atores e atrizes nas oficinas teatrais subvertem a ordem moderna que concebe o teatro como imitação de um mundo real posto, pois se percebe que os movimentos dos corpos intensificam a criação, inventam outras existências, devires. 

 

Biografia do Autor

Caroline Soares de Lima, Universidade Federal do Pampa

Aluna regular do Programa de Mestrado Acadêmico em Ensino (PPGMAE) na Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA. Especialista em Educação e Diversidade Cultural na Universidade Federal do Pampa, e também Especialista em Mídias em Educação no Instituto Federal Sul-rio-grandense em parceria com a Universidade Aberta do Brasil. Possuo Graduação em Letras - Licenciatura em Português/Literatura pela Universidade Federal do Pampa (2012). Atuei como tutora na Educação a Distância da disciplina de Psicolinguística na UFSM (2014). Atualmente membro pesquisadora do Grupo de Pesquisa Educação, História e Narrativas (GEEHN/CNPQ) Capes/CNPQ na Linha de Pesquisa Políticas Curriculares, Trabalho e Saúde Docente. Pesquisa a área de Educação com ênfase sobre estudos Mídias, Juventudes, Identidade e Diferença e Diversidade Cultural.

 

Dulce Mari da Silva Voss, Universidade Federal do Pampa - Unipampa

Graduada em Estudos Sociais - Licenciatura Plena em História (1991), Especialista em Educação (1995), Mestre em Educação (1999) e Doutora em Educação (2012) pela Universidade Federal de Pelotas. Professora Adjunta da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA/Campus Bagé - RS), atuando na Área da Educação nos Cursos de Graduação - Licenciaturas e na Pós-Graduação. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Ensino (PPGMAE). Coordenadora o Curso de Especialização em Educação e Diversidade Cultural de 2014 a 2017 (UNIPAMPA/Campus Bagé). Líder do Grupo de Pesquisa Philos Sophias, Linha de Pesquisa Educação e Filosofias Contemporâneas. Temas de estudo e pesquisa: políticas educacionais, trabalho docente, reformas curriculares, movimentos sociais, multiculturalismo,infâncias, gêneros, sexualidades, etnias e negritudes.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Soares de Lima, C., & da Silva Voss, D. M. (2019). CARTOGRAFANDO TEATRO E ENSINO NUM ENCONTRO COM A FILOSOFIA DA DIFERENÇA. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1153

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar