A linguagem científica como uma modalidade da linguagem semiótica no contexto da formação interdisciplinar online de professores de Ciências

Autores

  • Franciele Ruas Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências da Universidade Federal do Rio Grande-RS
  • Valmir Heckler Professor efetivo na Universidade Federal do Rio Grande-FURG
  • Rafaele Araújo Professora efetiva na Universidade Federal do Rio Grande-FURG

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1146

Palavras-chave:

Ciências Sociais

Resumo

Este trabalho visa a discussão a respeito da linguagem na formação online de professores de Ciências na perspectiva interdisciplinar da Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Para isso, traçam-se os argumentos que caracterizam esse espaço de formação inicial do curso de Licenciatura em Ciências como uma comunidade, composta por sujeitos que se comunicam em uma linguagem intrínseca das Ciências. Diante disso, investiga-se como a linguagem é empregada para expressar significados e como influencia nas ações semióticas nesta comunidade de formação de professores. Como instrumento para a coleta de informações qualitativas, foi utilizado às linguagens construídas e registradas em uma das aulas registradas no Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA Moodle do curso. Nesse viés, prima-se inicialmente em discutir a linguagem como um campo de estudo da semiótica, na qual constitui as mais variadas formas de comunicação em um contexto social, utilizando-se de distintos signos que podem ser representados por imagens, palavras, gestos, gráficos, símbolos, dentre outros, manifestando-se de maneira verbal (oral ou escrita) e não-verbal. Entre os resultados do estudo registra-se que ao permitir que os estudantes construam seus próprios modelos explicativos, possibilita-se a interação tanto com a linguagem dos materiais de estudo disponíveis na sala de aula virtual (textos e vídeo) quanto pela linguagem entre os professores/tutores e estudantes, na expressão dos significados e na composição das ações e práticas semióticas nesta comunidade. Assume-se assim a linguagem científica como uma modalidade da linguagem semiótica, em que se recorre a ela para o entendimento de fenômenos da natureza.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação, Câmara de

Educação Básica. Escassez de professores no Ensino Médio: Propostas

estruturais e emergenciais. Brasília, 2007.

FERREIRA, M.C.A.; BRITO, T.T.R. O itinerário investigativo: a etnopesquisa crítica/formação. Revista Práxis Educacional, v.11, n.20, p.311-332, set./dez.2015. ISSN -2178-2679. Disponível em: http://periodicos.uesb.br/index.php/praxis/article/viewFile/5286/5067. Acesso em: 20 mai.2018

JUSTI, Rosária. Relações entre argumentação e modelagem no contexto da ciência e do ensino de ciências. Revista Ensaio. Belo Horizonte, MG, v.17, p.31-48, nov.2015. ISSN -1983- 2117. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-21172015000400031&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 20 mai.2018.

LEMKE, J. Aprender a hablar ciência: lenguaje, aprendizaje y valores. Barcelona: Editorial Paidós, 1997. 272 p.

PAGANINI, P.; JUSTI, R.; MOZZER, N. B. Mediadores na coconstrução do conhecimento de ciências em atividades de modelagem. Revista Ciência e Educação, Bauru, v. 20, n. 4, p. 1019-1036, 2014. ISSN – 1980- 850X. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132014000400016&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 19 dez.2018.

PINO, A. P. O conceito de mediação semiótica em Vygotsky e seu papel na explicação do psiquismo humano. Caderno CEDES, Campinas, Papirus, n. 24 (2000) 38 – 51.

SÁ, Ana Paula Suitsu de. Linguagem científica: características e importância. Revista Âmbito Jurídico, XX, n.166, p.01-05, nov. 2017. ISSN - 1518-0360. Disponível em: http://www.ambitojuridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=19776&revista_caderno=27. Acesso em: 29 out.2018.

SANTAELLA, L. O que é Semiótica? São Paulo: Brasiliense, 2003. 87 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE. Curso de Licenciatura em

Ciências-Rio Grande/RS. In: Projeto Pedagógico do Curso de Graduação a

distância Licenciatura em Ciências/FURG, 2018.

WELLS, G. Indagación Dialógica: hacia una teoría y una práctica socioculturales de la educación. Buenos Aires: Editorial Paidós, 2001. 374 p.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Ruas, F., Heckler, V., & Araújo, R. (2019). A linguagem científica como uma modalidade da linguagem semiótica no contexto da formação interdisciplinar online de professores de Ciências. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1146

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar