A Suécia no Novo Milênio: os Direitos Humanos sob a Nova Ordem Mundial

Autores

  • Felipe de Andrade Nunes Pereira Zamana Universidade Federal do Rio Grande - FURG

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1125

Resumo

Este artigo busca apontar informações sobre o fenômeno migratório na Suécia envolvendo as violações de direitos humanos no país. Trata-se de uma pesquisa explicativa, realizada através de uma abordagem qualitativa-quantitativa, englobando elementos bibliográficos, documentais e estatísticos à análise. Utiliza-se também o método indutivo, com o intuito de contrapor o discurso instituído pela mídia e orientar o leitor a um viés divergente do abordado pela agenda política do Primeiro Mundo, atribuindo, juntamente das informações coletadas, um caráter humanitário ao contexto em foco. Os resultados apontam para a ausência de comprovação científica envolvendo a correlação entre as comunidades de imigrantes e o aumento da criminalidade ou o desequilíbrio econômico que ameaça o Estado de bem-estar social sueco. Ademais, evidencia-se uma série de graves ameaças aos direitos dos grupos minoritários no país, envolvendo inclusive as comunidades tradicionais Sami.

 

Palavras-chave: Direitos Humanos; Imigração; Sociedade; Suécia.

Biografia do Autor

Felipe de Andrade Nunes Pereira Zamana, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Bacharel em Direito na Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Zamana, F. de A. N. P. (2019). A Suécia no Novo Milênio: os Direitos Humanos sob a Nova Ordem Mundial. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1125

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar