Desafios para resolução de conflitos na Educação Infantil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1110

Resumo

O presente artigo visa repensar a educação infantil numa perspectiva da resolução não violenta de conflitos para construir em busca de uma cultura de paz. Tem por base o trabalho pedagógico que busca desenvolver ações que estimam a participação de todos em uma dinâmica dos círculos de aprendizagem formados por professores, atendentes e estagiários. Os processos, desenvolvidos nos círculos favorecem a aquisição de conhecimentos numa relação de entre - ajuda e encontram sua referência básica nos círculos de cultura de Paulo Freire, tendo no diálogo um elemento essencial no processo educativo, respondendo à exigência radical das pessoas que não podem se construir fora da comunicação. Trata-se de uma pesquisa de intervenção com pressupostos da abordagem qualitativa. Os dados foram coletados nos seis círculos de aprendizagem e revelam a importância da manutenção das ações pedagógicas fundamentadas no diálogo, convivência e na cooperação, buscando educar para a paz, resultando na formalização de uma carta com princípios pedagógicos de resolução de conflitos em parceria a comunidade escolar.

Biografia do Autor

Cristiane Cardozo Marroche, Unipampa

Cristiane Cardozo Marroche - Mestranda em Educação -Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Jaguarão/RS (Brasil). E-mail:crismarroche@gmail.com

Lúcio Jorge Hammes, Unipampa

Doutor em educação. Professor dos cursos de licenciatura e no PPGEdu da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Jaguarão/RS (Brasil); E-mail: luciojh@gmail.com.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Marroche, C. C., & Hammes, L. J. (2019). Desafios para resolução de conflitos na Educação Infantil. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1110

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar