Diferentes linguagens e a música na Educação Infantil em uma turma de crianças pequenas

Autores

  • Cinthia Peres Pacífico Gonçalves Universidade Federal do Pampa
  • Marta Cristina Cezar Pozzobon Docente do curso de Pedagogia e Mestrado em Educação, na Universidade Federal do Pampa, campus Jaguarão?RS

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1097

Palavras-chave:

Educação Infantil, Linguagens, Música, Expressão Corporal.

Resumo

O presente artigo aborda as diferentes linguagens, incluindo a linguagem da música, em um cenário de Educação Infantil com uma turma de Berçário com faixa etária de 1 a 3 anos de idade, no Município de Pedro Osório/RS.  A questão investigativa do trabalho é: de que modo as crianças do berçário se relacionam com a música em sala de aula? A metodologia desta pesquisa se deu pela filmagem de situações espontâneas das crianças em sala de aula e de situações com a intervenção da docente, com o uso de músicas infantis. Foram transcritos quatro vídeos, descrevendo as falas, os movimentos e gestos das crianças. Para as reflexões, considerou-se as discussões sobre linguagens e expressões artísticas, a partir da leitura de diversos autores, como Barbosa (2009), Amaral, Soares e Souza (2011), Bachelard (1996), Silva e Boufleur (2017), etc. As análises mostram que as crianças trazem vivências com o uso da música e usam o corpo para se expressarem. As situações espontâneas propiciadas às crianças em diferentes momentos de contato com a música, vão além de uma aula planejada com diversos recursos, mas são estes momentos que dão prazer, estimulam o gosto pela música, promovendo a aprendizagem e a interação.

Biografia do Autor

Cinthia Peres Pacífico Gonçalves, Universidade Federal do Pampa

Mestranda em Educação, Universidade Federal do Pampa/UNIPAMPA, Jaguarão-RS

Referências

AMARAL, M. L. F.; SOARES, L. C. S.; SOUZA, E. V. Construção de Instrumentos de Percussão: uma experiência na educação infantil. In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO MUSICAL INFANTIL, 2., 2011, Salvador. Anais... Salvador, 2011.

BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Tradução de Esteia dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BARBOSA, M. C. S. Práticas cotidianas na Educação Infantil: base para a reflexão sobre as orientações curriculares. Brasília: MEC/SEB/DCOCEB/CGEI, 2009.

BRASIL. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998a. v. 3.

______. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998b. v. 1.

______. Parecer CNE/CEB 20/2009. Revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 9 dez. 2009. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/pceb020_09.pdf. Acesso em: 20 nov. 2018.

______. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Brasília: MEC/SEB, 2010.

CORREIA, M. A. Música na Educação: uma possibilidade pedagógica. Revista Luminária, União da Vitória, n. 6, p. 83-87, 2003.

GODOY, A. S. Pesquisa Qualitativa Tipos Fundamentais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 20-29, jun. 1995. ISSN 0034-7590. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75901995000300004. Acesso em: 20 nov. 2018.

GOLEMAN, D. Inteligência Emocional. Rio de Janeiro: Objetiva. 1995.

MAFFIOLETTI, L. A. A música e as primeiras aprendizagens da criança. In: FLORES, M. L. R.; ALBUQUERQUE, S. S. (Orgs.). Implementação do Proinfância no Rio Grande do Sul: perspectivas políticas e pedagógicas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2015.

PINHEIRO, E. M.; KAKEHASH, T. Y.; ANGELO, M. O uso de filmagem em pesquisas qualitativas. Rev. Latino-Am. Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 13, n. 5, p. 717-722, out. 2005. ISSN 1518-8345. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692005000500016&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 dez. 2018.

RODRIGUES, S. A.; BORGES, T. F. P.; SILVA, A. S. “Com olhos de criança”: a metodologia de pesquisa com crianças pequenas no cenário brasileiro. Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 25, n. 2, p. 270-290, maio/ago. 2014. ISSN 2236-0441. Disponível em: http://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/3188/2698. Acesso em: 20 nov. 2018.

SILVA, C. L.; BOUFLEUR, E. M. Musicalização na educação infantil: uma reflexão sobre as contribuições da música no desenvolvimento da criança. Revista Magsul de Educação da Fronteira, Ponta Porã, v. 2, n. 1, p. 48-70, mar. 2017. ISSN 2526-4796. Disponível em:

http://bibmagsul.kinghost.net/revista2016/index.php/educfronteira/article/viewFile/281/257. Acesso em: 20 nov. 2018.

Downloads

Publicado

05/05/2019

Como Citar

Gonçalves, C. P. P., & Pozzobon, M. C. C. (2019). Diferentes linguagens e a música na Educação Infantil em uma turma de crianças pequenas. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i4.1097

Edição

Seção

IV - Encontro Humanístico Multidisciplinar