As concepções de aprendizagem de Paulo Freire aplicadas ao Ensino Superior em Direito

Autores

  • Marcos Antunes Kopstein UNIVERSIDADE FRANCISCANA/UFN
  • Marcele Pereira da Rosa Zucolotto UNIVERSIDADE FRANCISCANA/UFN

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i2.1030

Palavras-chave:

cultura, Ciências Humanas, estudos em cultura.

Resumo

Faz-se necessário um maior enfoque nos ideários pedagógicos propostos por Paulo Freire, o qual sempre pregou uma educação baseada na liberdade, na reciprocidade de conhecimentos entre professores e alunos, além do aprendizado através de trocas de saberes e não apenas na transmissão de conhecimento. Assim, não apenas o Ensino Inicial deve sofrer da influência das ideias do famoso pedagogo, mas também o Ensino Superior, com enfoque no Curso de Direito. Intuiu-se dessa maneira, dispor dos argumentos de Freire sobre a educação e como seus ensinamentos advindos dos estudos do pensador podem vir a modificar positivamente o ensino de Direito no Brasil.

Biografia do Autor

Marcos Antunes Kopstein, UNIVERSIDADE FRANCISCANA/UFN

Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Santa Maria/FADISMA, Especialista em Direito do Trabalho pela Universidade Franciscana-UFN, Mestrando em Ensino de Humanidades e Linguagens da UFN – Santa Maria/RS. Advogado. Bolsista PROSUC/CAPES.

Marcele Pereira da Rosa Zucolotto, UNIVERSIDADE FRANCISCANA/UFN

Psicóloga, Mestre e Doutora em Psicologia Social e Institucional pela UFRGS, Professora Adjunta do Curso de Psicologia e do Mestrado em Ensino de Humanidades e Linguagens da Universidade Franciscana- Santa Maria/RS.

Referências

FREIRE, Paulo. Ação Cultural para a Liberdade. (Cultural Action for Freedom) 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

________. Educação como prática da liberdade. Ed. Civilização brasileira S.A, RJ, 1967.

________. Pedagogia da Autonomia: saberes Necessários à Prática Educativa. 25ª Edição, Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007.

________. Pedagogia do Oprimido. 23ª Reimpressão. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1994.

GHIRALDELLI JÚNIOR, Paulo. Introdução à Educação Escolar Brasileira: História, Política e Filosofia da Educação. 2001. Disponível em:< http://www.miniweb.com.br/educadores/artigos/pdf/introdu-edu-bra.pdf >. Acesso em: 10 jun. 2018.

JÓFILI, Zélia. Piaget, Vygotsky, Freire e a construção do conhecimento na escola. Revista Educativa, 2002. Disponível em:<https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/7560/7560.PDF>. Acesso em: 12 jun. 2018.

SACRÍSTAN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Tradução: Ernani F. da Fonseca Rosa. 3ª Edição. Ed. Artmed, Porto Alegre, 2000.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. A História das Ideias de Paulo Freire e a Atual Crise de Paradigmas. João Pessoa: Ed. Universitária / UFPB, 1999 (2ª edição).

Downloads

Publicado

26/09/2019

Como Citar

Antunes Kopstein, M., & Pereira da Rosa Zucolotto, M. (2019). As concepções de aprendizagem de Paulo Freire aplicadas ao Ensino Superior em Direito. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(2). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i2.1030

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo