Avaliação no ensino fundamental das escolas públicas da rede municipal de Jaguarão-RS

Rosa Maria Martins Carvalho Dutra, Santiago Bretanha, Maria Alice de Freitas Sias, Ana Cristina da Silva Rodrigues

Resumo


A avaliação pode ser considerada como ponto fundamental no que diz respeito ao processo de ensino-aprendizagem, permitindo-nos elencar subsídios para que os docentes direcionem sua prática, as escolas reestruturem seus projetos pedagógicos, os sistemas de ensino definam políticas públicas para que se invista na educação para o sucesso. Faz-se necessária uma avaliação que pressuponha acompanhamento individualizado, em vistas de evitar a evasão escolar e a repetência, que verifique o rendimento escolar de forma continua e formativa levando em consideração a realidade local e os indicadores de cada escola em particular. Este trabalho objetiva investigar as características da avaliação utilizada no município de Jaguarão relacionando essas aos documentos oficiais - Plano Municipal de Educação (Lei nº 13.005/2014) e Plano Nacional de Educação. Diante disso, a pesquisa pretende propor, por meio de projeto de intervenção no âmbito da Secretaria Municipal de Educação, uma avaliação que auxilie a gestão escolar a melhorar os rumos da educação no município, para que alcance os índices estabelecidos pelo IDEB. O projeto está sendo desenvolvido nas escolas da rede municipal de ensino de Jaguarão, especificamente com a participação dos supervisores das Escolas de Ensino Fundamental e professores de Língua Portuguesa - anos finais. Esta pesquisa, metodologicamente, é do tipo intervenção pedagógica, uma vez que trabalha com dados gerados pelo estudo, busca como produto final a mudança e nasce da necessidade de dialogar com a teoria.   A metodologia para coleta e análise de dados parte de uma abordagem qualitativa.


Palavras-chave


avaliação; aprendizagem; ensino fundamental

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Plano Nacional de Educação. 2001. Disponível em: ;acesso em: 10/05/2016.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394/96. Disponível em: ; acesso em: 12/05/2016.

DAMIANI, M. F.; et al. Discutindo pesquisas do tipo intervenção pedagógica. Disponível em: < https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/view/3822/3074>. Acesso em: 20 nov. 2017.

FREITAS, T. R. Metodologia de Pesquisa. Disponível em: < http://www2.dbd.puc-rio.br/pergamum/tesesabertas/1112856_2013_cap_4.pdf>. Acesso em: 20 nov. 2017.

GATTI, B. A. Problemas e Impasses da Avaliação de Projetos e Sistemas Educacionais: dois casos brasileiros.In: BROOK, N. (org.). A Avaliação da Educação Básica: a experiência brasileira. Belo Horizonte: Fino Traço, 2015, p. 46-60.

HOFFMANN, J. Avaliação Mediadora: Uma Prática da Construção da Pré-escola à Universidade. 17. ed. Porto Alegre: Mediação, 2000.

______. Avaliação: Mito e Desafio. Uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Mediação 2000.

______. Avaliação mediadora: uma relação dialógica na construção do conhecimento. Ideias. São Paulo, nº 22, p. 5-9, 1994.

JAGUARÃO. Lei 6.151, de 25 de junho de 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação (PME) e dá outras providências. Jaguarão: 2015. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2017.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da Escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2013.

LUCKESI, C. C. Avaliação da Aprendizagem Escolar: estudos e proposições.22. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

OLIVEIRA, C. L. Um apanhado teórico-conceitual sobre a pesquisa qualitativa: tipos, técnicas características.Revista Travessias, v. 2, n. 3, p. 1-16, 2008.

PARO, V. H. Gestão Democrática da Escola Pública. 3. ed. São Paulo: Ática, 2012.

VILLAS BOAS, B. M. F. Avaliação Formatida e Formação de Professoraes: ainda um desafia. Disponivel em: . Acesso em: 15 dez 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v4i0.785

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Rosa Maria Martins Carvalho Dutra, Santiago Bretanha, Maria Alice de Freitas Sias, Ana Cristina da Silva Rodrigues

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade

e-ISSN: 2525-7870

Facebook - Twitter - Instagram

Endereço eletrônico: relacult@claec.org


Qualis CAPES: B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

Responsável Editorial:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

www.claec.org/editora

Endereço eletrônico: editora@claec.org