Reflexões Sobre a Percussão Corporal Na Escola Municipal Aleixo Pereira Braga II

José Donizete Pedrosa Gomes, Débora Pontes da Silva, Mário Lima Brasil, Rafaela de Souza Macedo Dantas

Resumo


Resumo

Por que as ideias de disciplina, rigidez, distanciamento entre educador e educando são ainda tão exaltadas em nossa sociedade? Por que elas ainda são diretamente associadas à aprendizagem? Será que não existem outras formas da aprendizagem acontecer e que possam ser bem mais eficazes que esses modelos tradicionais de ensino? Essas foram as principais inquietações que nos nortearam a elaborar esse artigo. O grupo PET Conexão de Saberes - Música do Oprimido (UnB) realizou no período de 16 de maio a 11 de julho de 2015 oficinas de percussão corporal na Escola Municipal Aleixo Pereira Braga II (Cidade Ocidental-GO). Convivemos com um grupo de crianças durante sábados pela manhã e percebemos que essa atividade musical gerou um ambiente de aprendizado dinâmico baseado em coletividade, ludicidade e afetividade. As crianças assimilaram as oficinas como brincadeiras e se sentiram à vontade para arriscar, experimentar e aprender sobre música. Dessa forma, essa experiência com crianças da Cidade Ocidental nos fez refletir sobre o papel da afetividade na Educação Infantil baseando-nos em artigos da área de Psicologia do Desenvolvimento e de Educação Socioemocional.

 

Palavras-chave: Afetividade, educação infantil, ludicidade, percussão corporal, PET - Conexão de Saberes - Música do Oprimido.


Palavras-chave


Afetividade, educação infantil, ludicidade, percussão corporal, PET - Conexão de Saberes - Música do Oprimido.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências

DALLABONA, S.R,. MENDES, S.M.S. O Lúdico na Educação Infantil: Jogar, Brincar, uma forma de Educar. Revista de divulgação técnico-científica do ICPG, v.1, n. 4, p.107-112, mar./2004.

KRUEGER M.F. A relevância da afetividade na educação Infantil. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização em Psicopedagogia, 2003, Instituto Catarinense de Pós-Graduação.

MARQUES, Conceição da Fonseca. Concepções de Desenvolvimento musical entre os participantes das aulas de percussão corporal e voz no Projeto Dorcas em Anápolis-GO. Trabalho de Conclusão de Curso a distância de Licenciatura em Música. Instituto de Artes - IDA Departamento de Música. Universidade de Brasília, 2014.

NEGRINE, Airton. Aprendizagem e desenvolvimento infantil. Porto Alegre. Propil. 1994. (Artigo de Revista).

SALTINI, Cláudio J. P. Afetividade & inteligência. Rio de Janeiro: DPA, 1997. (Artigo de Revista).

WAJSKOP, G. O brincar na educação infantil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, (92):62- 9, fev. 1995.




DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v2i1.153

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 José Donizete Pedrosa Gomes, Débora Pontes da Silva, Mário Lima Brasil, Rafaela de Souza Macedo Dantas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Qualis CAPES (2013-2016):

B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

e-ISSN 2016/Atual: 2525-7870 | e-ISSN 2015/2016: 2447-018X

Facebook - Twitter - Instagram

Realização:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Endereço Eletrônico: relacult@claec.org


Contador disponível desde 05/2016.

universidades e ensino superior
contador de visitas