As lutas feministas e suas reverberações na arte: das práticas sócio-políticas à teoria crítica feminista

Autores

  • Juliana Aparecida dos Santos Miranda Universidade do Estado da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i2.915

Palavras-chave:

Literatura, Estudos Culturais, Estudos Feministas

Resumo

Resumo

O artigo a seguir caminha sobre as linhas dos estudos da crítica cultural e da teoria crítica feminista, através de uma metodologia qualitativa, a fim de refletir acerca do movimento feminista e da sua contribuição para os fazeres artísticos de mulheres, mais especificamente a literatura. Nesse contexto, este artigo tratará sobre a organização do feminismo enquanto movimento social e movimento político, refazendo o percurso das ondas feministas e refletindo sobre suas conquistas. A seguir, a literatura passa a ser objeto de análise. Nesse momento a discussão estará em torno da noção de literatura feminina e suas contradições, bem como na reflexão sobre os trabalhos de revisão que permitem que a literatura seja um espaço de ressignificação identitária da mulher.

 

Palavras-Chave: Crítica Cultural; Crítica feminista; Feminismo; Literatura feminina; Mulheres.

 

 

Referências

BLAY, Eva Alterman. Como as mulheres se construíram como agentes políticas e democráticas: o caso brasileiro. In: Eva Alterman Blay; Lúcia Avelar. (Org.). 50 Anos de feminismo: Argentina Brasil e Chile. São Paulo: Edusp, Fapesp, 2017.

BRANCO, Lúcia Castello. O que é escrita feminina. São Paulo: Brasiliense, 1991 (Coleção Primeiros Passos).

PINTO, Céli Regina Jardim. Uma história do feminismo no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2003. (Coleção história do povo brasileiro)

RAGO, Margareth. Feminizar é preciso: por uma cultura filógina. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392001000300009 acessado em 28 de outubro de 2017.

RAGO, Margareth. Feminismo e subjetividade em tempos pós-modernos. Disponível em: http://www.historiacultural.mpbnet.com.br/feminismo/Feminismo_e_subjetividade.pdf acessado em 28 de outubro de 2017.

TELLES, Maria Amélia de Almeida. Breve história do feminismo no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1990. (Coleção tudo é história)

Downloads

Publicado

26/10/2018

Como Citar

Miranda, J. A. dos S. (2018). As lutas feministas e suas reverberações na arte: das práticas sócio-políticas à teoria crítica feminista. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4(2). https://doi.org/10.23899/relacult.v4i2.915

Edição

Seção

Dossiê - Literatura, arte e política