A Reportagem Jornalistica e a Memória - Histórias em Movimento

Autores

  • Jerusa de Oliveira Michel Universidade Federal de Pelotas
  • Margareth de Oliveira Michel Universidade Católica de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v2i1.77

Palavras-chave:

Jornalismo, Reportagem, Memória, Parteiras, Identidades

Resumo

O trabalho analisa a partir de diferentes campos do conhecimento: antropologia, etnografia, etnicidade, território, história e memória em suas diversas abordagens, e o gênero jornalístico reportagem, a perspectiva de construção de conhecimento interdisciplinar, identificando os pontos de convergência entre os campos. Utiliza metodologia etnográfica/interdisciplinar, focando o trabalho da jornalista Eliane Brum à luz do referencial teórico construído.

Biografia do Autor

Jerusa de Oliveira Michel, Universidade Federal de Pelotas

Possui graduação em Comunicação Social - habilitação Relações Públicas pela Universidade Católica de Pelotas (2006) e graduação em Comunicação Social - habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Pelotas (2007). Pós-Graduação em Gestão de Eventos - Ênfase Organizacional e Institucional pela Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas (2009). Doutoranda em Memória Social e Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Pelotas. Trabalha como Relações Públicas na Universidade Federal de Pelotas. É professora convidada do Pós-Graduação MBA em Gestão de Eventos da Universidade Católica de Pelotas (Texto informado pelo autor)

Margareth de Oliveira Michel, Universidade Católica de Pelotas

Mestre em Letras - Lingüística Aplicada com a dissertação "A Mulher no Discurso Midiático: Candidatas à Prefeitura Municipal de Porto Alegre e sua representação na mídia nas eleições 2008? (UCPEL, 2009) ; Mestre em Desenvolvimento Econômico e Social com a dissertação ?A Comunicação Como Variável No Processo De Sobrevivência Das Empresas De Pequeno Porte? (UCPEL, 1999); Graduada em Comunicação Social ? Habilitações Relações Públicas e Jornalismo (1977); e Graduada em Psicologia (1992); Professora dos Programas de Pós-Graduação em Marketing e inovações em Comunicação e - MBA e Especialização em Gestão de Eventos UCPEL; Professora Adjunta do Curso de Comunicação Social da Universidade Católica de Pelotas ? habilitações Jornalismo e Publicidade e Propaganda, Membro dos NDEs de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda UCPEL.Ministra as disciplinas de Comunicação e Psicologia, Comunicação Organizacional, Pesquisa em Comunicação, Orientação de Projetos Experimentais e Trabalhos de Conclusão de Curso; e no Curso de Pedagogia, na disciplina de Educação Inclusiva. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Relações Públicas, Propaganda, e Jornalismo, atuando principalmente nos seguintes temas: relações públicas, comunicação, jornalismo, comunicação organizacional e assessoria de comunicação. Área de interesse e atuação em Comunicação, Jornalismo e Publicidade e Propaganda, com ênfase em Comunicação Organizacional, Comunicação e Psicologia, Teorias da Comunicação, Pesquisa em Comunicação e Memória Social.

Referências

ALSINA, Miguel Rodrigo. La construcción de la noticia. Barcelona, Buenos Aires, México: Paidós, 1996.

BARCELOS, Caco. 2008. "Repórter: profissão perigo". In: Sheila Kaplan & Sidney Rezende (orgs.), Jornalismo eletrônico ao vivo. Petrópolis: Vozes. pp. 17-31.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 2011

BELTRÃO, Luiz. & QUIRINO, N.O. Subsídios para uma teoria da comunicação de massa. São Paulo: Summus Editorial, 1986.

BERKOWITZ, Dan. Telling the Unknown through the Familiar: Collective Memory as Journalistic Device in a Changing Media Environment. In: NEIGER, M. et al. (Ed.). On media, 2011.

BRUM, Eliane. O Olho da Rua. São Paulo: Editora Globo, 2008.

DINES, Alberto. O Papel do Jornal e a Profissão de Jornalista. (1996), São Paulo: Summus, 2009.

ENNE, Ana Lucia S. (2004). Memória, identidade e imprensa em uma perspectiva relacional. In: Revista Fronteiras – estudos midiáticos, Unisinos, V(2): 101-116.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade . Trad. Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 10ª edição. Rio de Janeiro, DP&A.2005

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Vértice, 1990.

IZQUIERDO, Ivan. Memória. Porto Alegre: Artmed, 1989; 2002.

KARAM, Francisco José Castilhos. Jornalismo, ética e liberdade. São Paulo: Summus, 1997

LAGE, Nilson. Estrutura da Notícia. São Paulo: Ática, 1999

LE GOFF. Jacques. (2003) História e memória. 3ª ed. Campinas: Editora UNICAMP.

LÉVY, P. (1993), As tecnologias da inteligência, Ed. 34, 1993.

MARSHALL, L. O jornalismo na era da publicidade. São Paulo: Summus, 2003

MARQUES DE MELO, José. História do Jornalismo: itinerário crítico, mosaico contextual. São Paulo: Paulus, 2012.

MATHEUS, Letícia Cantarela. 2010 Comunicação, tempo, história: tecendoo cotidiano em fios jornalísticos. Rio de Janeiro: Mauad X; Faperj, 2010

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo, n.10, dez. 1993, p.7-28.

NORA, Pierre. Entre mémoire et histoire: la problématique des lieux. In: Les Lieux de Mémoires. Paris: Gallimard, 2000.

NOBLAT, Ricardo. A arte de fazer um jornal diário. SP: Contexto, 2004.

PALACIOS, Marcos. (2010). Convergência e Memória: Jornalismo, Contexto e História. Matrizes, USP, v. 4, p. 37-50, 2010.

SAPIR, Edward. Comunicação, linguagem e cultura. São Paulo:ECA-USP, 1971.

SODRÉ, Muniz e FERRARI, Maria Helena. Técnica de reportagem: notas sobre a narrativa jornalística. São Paulo: Summus Editorial, 1986.

TRAQUINA, N. O estudo do jornalismo no século XX. São Leopoldo: Unisinos, 1999.

TRAQUINA, Nelson. (2005) Teorias do Jornalismo. Vol II – A tribo jornalística – uma comunidade interpretativa transnacional. Florianópolis, SC: Insular.

ZELIZER, Barbie. Why memory's work on journalism does not reflect journalism's work on memory. Memory Studies, Sage Publications, v.1, p.79-87, 2008. Disponível em: <http://mss.sagepub.com/cgi/content/abstract/1/1/79>

Downloads

Publicado

09/03/2016

Como Citar

Michel, J. de O., & Michel, M. de O. (2016). A Reportagem Jornalistica e a Memória - Histórias em Movimento. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 2(1), 106–121. https://doi.org/10.23899/relacult.v2i1.77

Edição

Seção

Dossiê - História, Memória e Identidades