As Culturas do Escrito expressas em um Livro de Registro de Entrada de Mercadorias (1967 – 1971)

Autores

  • Lucas Gonçalves Soares Universidade Federal de Pelotas
  • Larissa Lima Nascimento Universidade Federal do Pampa

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.767

Palavras-chave:

Culturas do escrito, práticas de escrita, livro de registro.

Resumo

O presente trabalho é o resultado de uma investigação que ocorreu a partir de uma análise em um livro de registro de entrada de mercadorias, sendo ele referente ao comércio do bisavô paterno do primeiro autor – José Francisco Meireles, este, por um longo período foi dono e gerenciou um comércio no interior do município de Canguçu, município localizado na região Sul do estado do Rio Grande do Sul. O livro corresponde ao período de 1967 a 1971. O objetivo geral do estudo consiste em analisar os registros encontrados no livro, refletindo sobre os usos da escrita e da Matemática por pessoas com pouco estudo, como era o caso do bisavô do primeiro autor, tendo cursado somente até a segunda série primária. Considerando a descrição dos registros contidos no livro e cálculos matemáticos desenvolvidos, esses revelam que estamos inseridos nas culturas do escrito independente de termos tido acesso à educação formal. 

Biografia do Autor

Lucas Gonçalves Soares, Universidade Federal de Pelotas

Professor da Educação Básica, doutorando em Educação pela Universidade Federal de Pelotas.

Larissa Lima Nascimento, Universidade Federal do Pampa

Mestre em Educação UFPel/FaE

Referências

Decreto nº 18.389 de 20 de janeiro de 1967. Disponível em http://www.portaldecontabilidade.com.br/obrigacoes/livroregistroentradas.htm (consultado em 20 de março de 2017).

FRAGO, A. V. Leer y Escribir. Historia de dos prácticas culturales. México. Fundación Voces y Vuelos, 1999.

GALVÃO, A. M. de O. Oralidade, Memória e a Mediação do outro: práticas de letramento entre sujeitos com baixos níveis de escolarização – o caso do cordel (1930-1950). In: Revista Educ. Soc., Campinas/SP, vol. 23, n. 81, p. 115-142, dez. 2002.

GALVÃO, A. M. de O. História das culturas do escrito: tendências e possibilidades de pesquisa. In: MARINHO, Marildes, CARVALHO, Gilcinei (orgs.). Cultura escrita e letramento. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

HÉBRARD, J. Por uma bibliografia material das escrituras ordinárias: a escrita pessoal e seus suportes. Refúgios do eu: Educação, História, Escrita autobiografica/Mignot, A . C.V; Bastos, M.H.C. , Cunha,M.T.S.(orgs). Florianópolis: Mulheres,2000. p. 29-61.

Downloads

Publicado

28/02/2018

Como Citar

Soares, L. G., & Nascimento, L. L. (2018). As Culturas do Escrito expressas em um Livro de Registro de Entrada de Mercadorias (1967 – 1971). RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.767

Edição

Seção

Dossiê: FORMAÇÃO ACADÊMICA, EDUCAÇÃO, POLÍTICA E SOCIEDADE