O ROMANCE HISTÓRICO E SEUS DESDOBRAMENTOS NA AMÉRICA LATINA

Autores

  • Marcelo de Andrade Duarte PUCRS

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.736

Palavras-chave:

Literatura Comparada, História da Literatura, América Latina

Resumo

Considerando a importância do entrecruzamento de história e ficção, especialmente no contexto da América Latina, este trabalho tem por objetivo apresentar uma proposta de uma história da literatura de narrativas latino-americanas que estabelecem relações diretas com episódios históricos. A motivação para tal pensamento se deve, especialmente, pela efervescência de textos ficcionais de cunho histórico nas últimas décadas do século XX, questão que permanece no século XXI. Tais narrativas se apresentam como um discurso semelhante ao da história, dotado de verdade, um discurso cuja versão aponta para uma versão o mais fiel possível aos eventos e personagens do passado histórico.

Biografia do Autor

Marcelo de Andrade Duarte, PUCRS

Possui graduação em Licenciatura em Letras Português/Espanhol pela Universidade Federal do Pampa (2011); Mestrado em Letras - Literatura Comparada (2015) pela Universidade Federal de Pelotas, com bolsa CAPES. Atualmente é doutorando em Teoria da Literatura na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Comparada, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura e história; memória; experiência histórica; literatura africana de língua portuguesa.

Referências

ARISTÓTELES. Poética. Trad. Eudoro de Souza. São Paulo: Nova Cultural, 1987 [cap. IX].

BAKHTIN, Mikhail. Epos e romance. In: _____. Questões de literatura e estética: a teoria do romance. Trad. Aurora Fornoni Bernardini et. al. São Paulo: Hucitec; UNESP, 1993 [pp. 397-428].

GRÜTZMACHER, Lukasz. Las Trampas del concepto “la nueva novela histórica” y de la retórica de la historia postoficial. Acta Poética. México, D.F, v.27, n.1, pp. 141-168. 2006. Disponível em: <http://132.248.101.214/html-docs/acta-poetica/27-1/141-168.pdf>.

HUTCHEON, Linda. Poética do pós-modernismo. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

JAMESON, Fredric. O romance histórico ainda é possível? Trad. MADER, Hugo. Novos Estudos, n. 77 [online], março/2007, p. 185-203. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/nec/n77/a09n77.pdf>.

LUKÁCS, Gyorgy. O Romance Histórico. Trad. Arlenice Almeida da Silva. São Paulo: Boitempo Editorial, 2011.

MENTON, Seymour. La nueva novela histórica de la América Latina. México: Fondo de Cultura Económica, 1992.

MIGNOLO, Walter. Lógica das diferenças e política das semelhanças: da Literatura que parece História ou Antropologia, e vice-versa. In. CHIAPPINI, Lígia & AGUIAR, Flávio Wolf de. Literatura e História na América Latina. São Paulo: Edusp, 1993. p. 115-135.

MOREIRA, Maria Eunice. Uma História (Romanceada) da Literatura Brasileira. Revista Anpoll, Vol. 1, No 16 (2004). Pp. 225-240

NAVARRO, Márcia Hoppe. Romance de um ditador: poder e história na América Latina. São Paulo: Ícone, 1989.

PERKINS, David. História da literatura e narração. Cadernos do Centro de Pesquisas Literárias da PUCRS, Porto Alegre, v. 3, n. 1, mar. 1999. Série Traduções.

SARLO, Beatriz. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. Trad. Rosa Freire d’Aguiar. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2007.

WHITE, Hayden. O texto histórico como artefato literário. In: _____. Trópicos do discurso: ensaios sobre a crítica da cultura. São Paulo: EDUSP, 1994. [pp. 97-116].

Downloads

Publicado

28/02/2018

Como Citar

de Andrade Duarte, M. (2018). O ROMANCE HISTÓRICO E SEUS DESDOBRAMENTOS NA AMÉRICA LATINA. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.736

Edição

Seção

Dossiê: LITERATURA, LINGUAGENS E ARTES