MEIO AMBIENTE, SOCIEDADE E DESENVOLVIMENTO: UMA ABORDAGEM ACERCA DAS IMPLICAÇÕES CAUSADAS POR UM DESENVOLVIMENTO DESEQUILIBRADO COM ENFOQUE NA SAÚDE

Autores

  • Raquel Riffel Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB/Mestranda em Desenvolvimento Regional
  • Natália Carolina de Oliveira Vaz Universidade Federal do Paraná-UFPR/Doutoranda em Geografia http://orcid.org/0000-0002-3422-688X

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.683

Palavras-chave:

Desenvolvimento, Meio ambiente, Sociedade, Saúde, Sobrevivência.

Resumo

Atualmente há intenso debate acerca da conservação ambiental, em consonância com o desenvolvimento sustentável da sociedade, isto é, buscam-se formas de promover este equilíbrio, proporcionando bem-estar e qualidade de vida para a população. A tríade central abordada, trata-se da compreensão e da correlação entre meio ambiente, sociedade e desenvolvimento, analisando seus reflexos no âmbito da saúde. Assim, o presente trabalho inicia sua reflexão a partir do desenvolvimento no contexto da atualidade, o qual apresenta uma ambiguidade evidente: o consumo excessivo, a exploração ambiental e a ampliação do acesso à tecnologia que, por um lado, promovem uma expressiva melhoria de vida a diversos segmentos da população e que, por outro lado, resultam em um esgotamento dos recursos naturais disponíveis e, consequentemente, na inviabilização para as próximas gerações. Na sequência, desenvolve-se uma análise entre desenvolvimento e saúde, em níveis mundiais e, posteriormente, analisa-se este mesmo aspecto na esfera nacional.  Os resultados obtidos demonstram que o desenvolvimento é amparado de forma plena, tendo em vista a vulnerabilidade do meio ambiente urbano e a propagação de doenças, algumas recentes, outras que ressurgiram, mesmo depois de intenso processo de erradicação. A conclusão deste trabalho relata que existe uma relação indissociável entre o Meio Ambiente (com sentido de conservação e preservação) e o Desenvolvimento (com sentido da escolha de padrão e conduta), que são essenciais para a sociedade e para a perpetuação da humanidade. Neste sentido, será necessário criar novas estratégias e ações governamentais que contemplem estes aspectos e promovam uma melhoria gradativa do meio ambiente.

Biografia do Autor

Raquel Riffel, Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB/Mestranda em Desenvolvimento Regional

Mestranda em Desenvolvimento Regional no Programa de pós Graduação em Desenvolvimento Regional da Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB - (SC/BRASIL). Integrante do Grupo de Pesquisas Ethos, Alteridade e Desenvolvimento - GPEAD/FURB. E-mail: raquel_riffel@hotmail.com

Natália Carolina de Oliveira Vaz, Universidade Federal do Paraná-UFPR/Doutoranda em Geografia

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal do Paraná – UFPR - (PR/BRASIL). Participante do Núcleo Paranaense de Pesquisa em Religião (NUPPER). É membro associado da Academia Nacional de Estudos Transnacionais - ANET e da Associação Brasileira de História das Religiões - ABHR.  E-mail de contato: natihvaz@gmail.com

Referências

BARBOSA, Vanessa. A última gota – Água desperdiçada, descaso dos políticos, guerra por recursos hídricos, escassez, contaminação, racionamento, sucessão de erros, o mundo sem água, qualidade da água. 1 ed. São Paulo: Planeta, 2014.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MINISTÉRIO DA SAÚDE/MS (BRASIL). Doenças Infecciosas e Parasitárias. 8 ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

WORLD HEALTH ORGANIZATION/WHO. (EUROPE). Environmentand Health Risks: a reviewoftheinfluencesandeffectsof social inequalities. (2010). Disponível em: <http://www.euro.who.int/__data/assets/pdf_file/0003/78069/E93670.pdf> Acesso em: 06 jul. 2017.

Downloads

Publicado

28/02/2018

Como Citar

Riffel, R., & Vaz, N. C. de O. (2018). MEIO AMBIENTE, SOCIEDADE E DESENVOLVIMENTO: UMA ABORDAGEM ACERCA DAS IMPLICAÇÕES CAUSADAS POR UM DESENVOLVIMENTO DESEQUILIBRADO COM ENFOQUE NA SAÚDE. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.683

Edição

Seção

Dossiê: CIÊNCIAS, HUMANAS, AMBIENTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL POPULAR