A redemocratização em contexto local: uma análise da atuação das oposições ao regime civil-militar em Rio Grande (RS)

Autores

  • Nilton Garcia Sainz Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.676

Palavras-chave:

Área de Segurança Nacional, Poder Local, Regime Civil-Militar, Análise Legislativa, Rio Grande

Resumo

O município de Rio Grande (RS) foi considerado “área de segurança nacional” durante o regime civil-militar (1964-1985), o que, entre outras implicações, fazia com que o prefeito fosse nomeado e só ocorressem eleições diretas para a Câmara de Vereadores. No período de redemocratização (1983-1985), PMDB e PDT, os partidos de oposição à ditadura e ao chefe do executivo municipal, tinham maioria das cadeiras e realizavam o enfrentamento ao PDS, legenda do prefeito e de apoio ao golpe de 1964. A pesquisa tem como objetivo analisar os embates ocorridos na Câmara de Vereadores de Rio Grande entre essas forças políticas, no contexto do término da ditadura. Utiliza como fontes a análise das atas da Câmara Municipal, nas quais foram encontrados elementos que resgatam a história do período e demonstram que a oposição denunciava as condições nas quais se encontrava o município e o país, além de alimentar um sentimento de união entre os partidos que lutavam pelo retorno da democracia no Brasil, enquanto os vereadores governistas evitavam ingressar nesse debate.

Biografia do Autor

Nilton Garcia Sainz, Universidade Federal de Pelotas

Graduando do 8° semestre de Ciências Sociais Bacharelado da UFPEL e colaborador do grupo de pesquisa, ensino e extendão DIPEM - FURG.

Referências

BICUDO, H. Segurança Nacional ou Submissão. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

CAREGNATO, R. C. A.; MUTTI, R. Pesquisa Qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto e Contexto Enfermagem, Florianópolis, n. 15, v.4, 679-684, out-dez, 2006.

CODATO, Adriano N. Uma história política da transição brasileira: da ditadura militar à democracia. Revista Sociologia e Política, Curitiba, n. 25, p. 83-106, nov. 2005.

COSTA, L. B. A Cidade do Rio Grande ao longo da década de 1970: desenvolvimento econômico, vigilância e repressão em área de segurança nacional. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, n.26, 2011. Anais... São Paulo, jul, 2011.

COUTO, Ronaldo Costa. História indiscreta da ditadura e da abertura: Brasil: 1964-1985. Rio de Janeiro: Record, 2005.

DAL RI JÚNIOR, Arno. O conceito de segurança nacional na doutrina jurídica brasileira: uso e representações do Estado Novo à ditadura militar brasileira. Revista de Direitos Fundamentais e Democracia, Curitiba, v. 14, n. 14, p. 525-543, Jul-Dez, 2013.

LIMA JÚNIOR, Olavo Brasil de. Democracias e instituições políticas no Brasil dos anos 80. São Paulo: Loyola, 1993.

SKIDMORE, Thomas. Brasil: De Castello a Tancredo (1964 – 1985). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

TRINDADE, Hélgio. Partidos Políticos e Transição Democrática: Populismo/ Anti-populismo na Política Brasileira. GT “Elites Políticas” In: Associação Nacional de Pós-graduação e pesquisa em Ciências Sociais. São Paulo: Outubro, 1985.

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO GRANDE, Anais, Livros 63-64, 1983.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL. Eleições. Resultados. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2017.

Downloads

Publicado

28/02/2018

Como Citar

Sainz, N. G. (2018). A redemocratização em contexto local: uma análise da atuação das oposições ao regime civil-militar em Rio Grande (RS). RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.676

Edição

Seção

Dossiê: HISTÓRIA, MEMÓRIA E IDENTIDADES

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.