A GESTÃO ESTADUAL E A VISIBILIDADE DOS PONTOS DE CULTURA INSTALADOS EM BOA VISTA

Autores

  • JORDANA DE SOUZA CAVALCANTE CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO DA AMAZÔNIA.

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i2.658

Palavras-chave:

Cultura, Pontos de Cultura, Visibilidade, Identidade

Resumo

Os Pontos de Cultura são iniciativas conveniadas pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com Governos Estaduais e Municipais de diversos estados brasileiros. Funcionam como verdadeiros polos culturais, desenvolvendo e ofertando à comunidade diversas atividades artísticas que contribuem para o desenvolvimento sociocultural daquela determinada localidade que integra. Tendo em vista a relevância social dessas entidades, esta pesquisa, classificada como qualitativa contou, por meio de entrevistas abertas, com a participação dos mais diversos personagens envolvidos neste tema, como o Governo do Estado, responsável pela coordenação de dez Pontos de Cultura que integram a Rede, em Roraima, com representantes dos próprios Pontos, instalados em Boa Vista, assim como com jornalistas da área cultural, na intenção de discutir desafios e dificuldades em promover a visibilidade das ações desenvolvidas por estes grupos, fator que prejudica a legitimidade do trabalho proposto. Foi realizada ainda uma análise anual das editorias de Cultura e Entretenimento de um dos veículos de comunicação de maior relevância em Roraima, o Jornal Folha de Boa Vista, onde foi possível constatar uma notoriedade limitada dos Pontos de Cultura, retratando o descaso com a produção cultural local, por parte do Governo Estadual, o que compromete o desenvolvimento cultural de Roraima, em maior proporção.

Biografia do Autor

JORDANA DE SOUZA CAVALCANTE, CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO DA AMAZÔNIA.

Comunicação Social

Referências

BRANT, L. Mercado Cultural: panorama crítico e guia prático para gestão e captação de recursos. 4ª ed. Ver e atual. São Paulo: Escrituras. Editora: Instituto Pensarte, 2004.

CARVALHO, Raísa Patrizia Souza de. Raísa Patrizia Souza de Carvalho: depoimento [set. 2016]. Entrevistador: Marcus Miranda: BOA VISTA-RR, 2016. E-mail e entrevista concedida para Artigo Científico.

CASTELLS, Manuel. O Poder da Identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CERVO, Amado L., BERVIAN, Pedro A., SILVA, Roberto da. Metodologia Científica. São Paulo: Editora Pearson Prentice Hall, 2007.

COELHO, Teixeira. Dicionário Crítico de Política Cultural. São Paulo: Iluminuras/FAPESB, 2004.

CRUZ, Luiza. Pensamentos prático teóricos sobre um tema pragmático: a assessoria de imprensa e seu dia-a-dia. In: FREITAS, Ricardo Ferreira, LUCAS, Luciane.

Desafios contemporâneos em comunicação – perspectivas em relação públicas. SP: Summus, 2002. Coleção Novas Buscas em Comunicação, vol.65.

FAA/ESTÁCIO DE SÁ. Diretrizes Metodológicas da Faculdade Atual da Amazônia.

FEITOSA, Vera Cristina. Redação de textos. Boa Vista/RR: 2010.

FENAJ, Federação Nacional dos Jornalistas. Manual de Assessoria de Comunicação. 4. ed. Brasília/BR: Imprensa, 2007.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social - 6. ed. - São Paulo: Atlas, 2008.

KERLINGER, Fred N. Metodologia da Pesquisa em Ciências Sociais: um tratamento conceitual. São Paulo: EPU/EDUSP, 1980.

LIMA, Inaê Brandão. Inaê Brandão Lima: depoimento [set. 2016]. Entrevistador: Marcus Miranda: BOA VISTA-RR, 2016. E-mail. Entrevista concedida para Artigo Científico.

MATTELART, A. 2005. Diversidade Cultural e mundialização. São Paulo: Parábola.

Métodos de pesquisa / [organizado por] Tatiana Engel Gerhardt e Denise Tolfo Silveira: coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

MINISTÉRIO DA CULTURA DO BRASIL. O Dia a Dia da Cultura. Disponível em: <http://www.cultura.gov.br/o-dia-a-dia-da-cultura>. Acessado em: 25 ago. 2015.

MOURA, Mário. Mário Moura: depoimento [set. 2016]. Entrevistador: Marcus Miranda: BOA VISTA-RR, 2016. E-mail e verbal. Entrevista concedida para Artigo Científico.

NETO, Manuel Alberto Rolla Vilas-boas. Manuel Alberto Rola Vilas-boas Neto: depoimento [set. 2016]. Entrevistador: Marcus Miranda: BOA VISTA-RR, 2016.

E-mail e verbal. Entrevista concedida para Artigo Científico.

OLIVEIRA, Celis Regina. Celis Regina Oliveira: depoimento [set. 2016]. Entrevistador: Marcus Miranda: BOA VISTA-RR, 2016. E-mail e verbal. Entrevista concedida para Artigo Científico.

OLIVEIRA, Silmara Costa de. Silmara Costa de Oliveira: depoimento [set. 2016]. Entrevistador: Marcus Miranda: BOA VISTA-RR, 2016. E-mail e verbal. Entrevista concedida para Artigo Científico.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa Social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

RUBIM, L. Produção Cultural. In: RUBIM, L. Organização e Produção da Cultura. Salvador: EDUFBA; FACOM/CULT, 2005.

SILVEIRA, A.C.M. & RONSINI, V.V.M. Representação e Identidade. Santa Maria: FACOS: FIPE: UFSM, 2001.

THOMPSON, John B. A Mídia e a Modernidade: Uma teoria social da mídia. 13. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

THROSBY, David. Economía y Cultura. Trad. De Cristina Piña y Maria Condor. 1. ed. Cambridge University Press, Madri, Espanha, 2001.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA. Metodologia Científica. In: livro on line em pdf. Disponível em:< http://w3.ufsm.br/larp/media/metodologiacientifica.pdf>. Acesso em: 27 ago. 2015.

UNESCO E MINISTÉRIO DA CULTURA. Patrimônio imaterial: política e instrumentos de identificação, documentação e salvaguarda. Brasília - Recomendação Sobre a Salvaguarda da Cultura Tradicional e Popular, Paris, 1989.

VIEGAS, Waldyr. Fundamentos de Metodologia Científica. Brasília: Editora da UnB/Paralelo 15, 1999.

Downloads

Publicado

09/12/2018

Como Citar

CAVALCANTE, J. D. S. (2018). A GESTÃO ESTADUAL E A VISIBILIDADE DOS PONTOS DE CULTURA INSTALADOS EM BOA VISTA. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4(2). https://doi.org/10.23899/relacult.v4i2.658

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo