A selva invade Lima: representações amazônicas na capital

Autores

  • Bibiana De Almeida Rosa Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.603

Palavras-chave:

cumbia amazônica, fronteira amazônica, identidade regional, indústria musical, Lima

Resumo

Este artigo é resultado da minha pesquisa de mestrado, “El Poder Verde de la Cumbia: a Amazônia em discos”, que tem como objetivo geral compreender as relações entre a cumbia amazônica e a indústria musical peruana na formação de representações sobre a Amazônia. A Cumbia, cuja origem é colombiana, é um gênero musical muito capilarizado na América Latina, apresentando especificidades de acordo com o país, região ou locais sociais nos quais se territorializou. É, portanto, exemplo de transnacionalização da música – sendo hoje um gênero representativo da América Latina. No Peru, sua recepção foi ampla – desde a década de 1960 conquistou espaço e se misturou com outros ritmos locais desde a capital até as cidades amazônicas. Neste artigo, exploro de que modo conceitos como “música local”; “transnacionalização”; “diversidade” e “desterritorialização” podem me ajudar a pensar os processos de representação e formação identitária da região Amazônica a partir da cumbia - em relação às indústrias musicais e em contextos de mundialização da cultura.

Biografia do Autor

Bibiana De Almeida Rosa, Universidade de Brasília

Graduada em Bacharel e Licenciatura em História, pela Universidade de Brasília. Mestrado em andamento no Departamento de Estudos Latino-Americanos (UnB).

Referências

IANNI, Octávio. As Ciências Sociais na época da globalização. Revista Brasileira de Ciências Sociais. Vol. 13 n. 37, São Paulo, Junho de 1998.

L’HOESTE, Héctor. Vila, Pablo. “Introduction” In: __________, _________. (Editores). Cumbia!: Scenes of a Migrant Latin American Music Genre. Duke University Press, 2013. p. XX-YY

MENDÍVIL, Julio. “Lima es muchas Limas”. Primeiras reflexiones para una cartografia musical de Lima a principios del siglo veintiuno. In: ROMERO, Raúl (Editor). “Musica Popular y sociedad en el Perú contemporâneo”. Lima: Pontifica Universidad del Perú, Instituto de Etnomusicologia, 2015. p. 17-47

METZ, Kathryn. Pandillar in the Jungle: Regionalism and Tecno-cumbia in Amazonian Peru. In: __________, _________. (Editores). Cumbia!: Scenes of a Migrant Latin American Music Genre. Duke University Press, 2013. p. XX-YY

MONTERO, Paula. Globalização, identidade e diferença. Novos estudos CEBRAP, v. 49, p. 47-64, 1997.

ORTIZ, Renato. Mundialização e Cultura. São Paulo: Editora Brasiliense, 1994.

_____________. Ortiz, Renato. Um outro território: ensaios sobre a mundialização. 3. ed. Olho d'água, 2005.

_____________. Universalismo e diversidade: contradições da modernidade-mundo. Boitempo Editorial, 2015.

ROMERO, Raúl. Andinos y Tropicales. La cumbia peruana em la ciudad global. Lima: Pontificia Universidad Católica del Perú, Instituto de Etnomusicologia, 2007.

_____________. Introducción. Em: _____________. (Editor). “Musica Popular y sociedad en el Perú contemporâneo”. Lima:Pontifica Universidad del Perú, Instituto de Etnomusicologia, 2015. p. 7-12

ROTONDO, Santiago Alfaro. La music andina como mercado de consumo. In: ROMERO, Raúl (Editor). Musica Popular y sociedad en el Perú contemporâneo. Lima:Pontifica Universidad del Perú, Instituto de Etnomusicologia, 2015. p. 130-182.

OCHOA, Ana María. Músicas locales en tiempos de globalización. Grupo Editorial Norma, 2003.

WADE, Peter. Music, Race and Nation. Chicago: The University of Chicago Press, 2000.

Downloads

Publicado

31/12/2017

Como Citar

Rosa, B. D. A. (2017). A selva invade Lima: representações amazônicas na capital. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.603

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo

Artigos Semelhantes

<< < 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.