Processo de Ensino da Língua Portuguesa para Imigrantes Haitianos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.591

Palavras-chave:

Ensino de Língua Portuguesa a Imigrantes, Língua de Acolhimento, Práticas de Multiletramento

Resumo

Nos últimos tempos, mudanças significativas vêm ocorrendo no ensino de português como língua estrangeira (PLE), em decorrência da nova demanda de imigrantes que entra no Brasil. Estas pessoas chegam, muitas vezes, em situações de vulnerabilidade e precisam aprender a língua em caráter de urgência para a integração coletiva como convivência no trabalho e na comunidade. Neste cenário, dá-se conta de que o país não está preparado para acolher esta população e possibilitar o aprendizado da língua portuguesa, que seria a primeira ação de acolhimento.  Conscientes dessa realidade, nosso objetivo, neste artigo, é apresentar nossa proposta de pesquisa que visa analisar como acontece o processo de ensino de língua portuguesa para um grupo de imigrantes haitianos, adultos, trabalhadores da linha de produção em fabrica de fios da cidade de Toledo, região oeste do Paraná. Nossa proposta é promover formas de ensino que contemplem a necessidade deste grupo, proporcionando práticas pedagógicas dentro de metodologias que permitam utilizar recortes da comunicação das práticas cotidianas destes sujeitos, apresentando-lhes um aprendizado da língua-alvo de forma significativa, a partir da perspectiva do multiletramento. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa qualitativa interpretativista, de cunho etnográfico, ancorada pela pesquisa-ação. Como base teórica, sustentamos a pesquisa na Linguística Aplicada (PENNYCOOK, 2006; MOITA LOPES 2006; dentre outros); em reflexões que alicerçam o letramento (FREIRE, 1987); nos Novos Estudos do Letramento (STREET 2003; BARTON 1994; BARTÃO e HAMILTON 1998; GEE 2004, 2005; DIONÍSIO 2007a, 2007b) e nas abordagens de Ensino da Língua Portuguesa como L2/LE (ALMEIDA FILHO, 2001, 2002).

Biografia do Autor

Maria Lourdes de Moura, Universidade Estadual do oeste do Paraná - UNIOESTE

Maria Lourdes de Moura é pesquisadora no ensino de Língua Portuguesa como L2 para estudantes surdos, e, recentemente inserida nas pesquisas sobre ensino de Língua Portuguesa para imigrantes - Língua de Acolhimento.

Referências

ALMEIDA FILHO, José Carlos Paes (Org.). Identidade e caminhos de Português para estrangeiros. Campinas: SP: UNICAMP, 2002.

ANÇÂ, Maria Helena. Língua portuguesa em novos públicos. In: Saber (e) Educar N.º 13 p. 71-87, Porto, 2008.

ANÇÂ, Maria Helena. À volta da língua de acolhimento. In: Encontro Regional da Associação Portuguesa de Linguística. ESE/Instituto Politécnico de Setúbal (CD-ROM), Setúbal, 2005.

BAYAN, Helena. Língua de Acolhimento: dos Princípios às Prática. 2009. Dissertação (Mestrado em Relações Interculturais), Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2009.

BARTON, David. Literacy – an introduction to the ecology of written language. Cambridge/USA: Brackwell, 1994.

CANDAU, Vera Maria. Direitos Humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. Revista Brasileira de Educação. Ed. Vozes, v. 13, n 37. Rio de Janeiro, 2008.

DIONÍSIO, M. L. Educação e os estudos atuais sobre o letramento. Revista Perspectiva, Florianópolis, v. 25, n. 1, p. 209-224, 2007a.

ESPERANÇA, Joaquim. Ensino do Português como L2: A Escrita no Processo de Ensino – Aprendizagem de Adultos. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências da Linguagem), Universidade Nova de Lisboa.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. ed. RJRio de Janeira,: Paz e terra. 1987.

GEE, James Paul. Situated language and learning: A critique of traditional schooling. London: Routledge, 2004.

GROSSO, Maria José. A actividade comunicativa em português do falante de língua materna chinesa. In Maria Helena Ançã (org.) Aproximações à língua portuguesa. Aveiro: Centro de Investigação Didáctica e Tecnologia na Formação de Professores, pp. 81-88, 2007.

Downloads

Publicado

31/12/2017

Como Citar

Moura, M. L. de. (2017). Processo de Ensino da Língua Portuguesa para Imigrantes Haitianos. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.591

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo