Patrimônio Cultural e Políticas Culturais

Autores

  • Cristiane Bartz de Ávila Prefeitura Municipal de Pelotas
  • Angela Mara Bento Ribeiro Professora do curso de turismo da UNIPAMPA
  • Maria de Fátima Bento Ribeiro mfabento@hotmail.com

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v1i02.58

Palavras-chave:

políticas culturais, cultura, política

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar como as políticas culturais relacionadas aos estudos sobre o Patrimônio Cultural Imaterial tem se desenvolvido ao longo destes últimos anos. Sabemos que as primeiras iniciativas de preservação do patrimônio estavam atreladas ao patrimônio material, o qual denominamos “pedra e cal”. A partir de discussões sobre a valorização de culturas dos grupos denominados “minorias”[1], há uma preocupação com o patrimônio imaterial, tais como danças e  saberes-fazeres.


[1] Sobre o uso do termo “minoritários”, ver Appadurai (2009).

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Cristiane Bartz de Ávila, Prefeitura Municipal de Pelotas

Professora de história da Prefeitura Municipal de Pelotas, mestre em memória social e patrimônio cultural, tem interesse em pesquisas sobre patrimônio, identidade,  memória quilombola e cultura afro-brasileira.

Angela Mara Bento Ribeiro, Professora do curso de turismo da UNIPAMPA

Doutoranda em Letras/Linguística Aplicada, bolsista CAPES/PROSUP, pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e Professora do curso de turismo da UNIPAMPA

Maria de Fátima Bento Ribeiro, mfabento@hotmail.com

Professora de história doutora da Universidade Federal de Pelotas, Curso de Relações Internacionais

Referências

APPADURAI, Arjun. O Medo ao Pequeno Número: ensaio sobre a geografia da raiva. São Paulo: Iluminuras: Itaú Cultural, 2009.

BRASIL.1988.Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, Senado.

______. 2000. Registro de bens culturais de natureza imaterial. Decreto – lei nº 3551, de 4 de agosto de 2000. [em linha]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D3551.htm consultado em 05/11/2012.

Lei 10639/2003. Ensino da Cultura afro-brasileira na rede de ensino, de 9 de janeiro de 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm .

Lei 11645/2008. Ensino da Cultura afro-brasileira e indígena na rede de ensino, de 10 de março de 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm

SILVA, Tomaz Tadeu da Silva (Org). Identidade e Diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 4.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

UNESCO. Convenção sobre a proteção do Patrimônio Mundial Cultural e Natural, 1972. Disponível em: http://whc.unesco.org/archive/convention-pt.pdf .

UNESCO. Convenção para salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, 2003. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/baixaFcdAnexo.do?id=379 .

Downloads

Publicado

31/12/2015

Como Citar

de Ávila, C. B., Ribeiro, A. M. B., & Ribeiro, M. de F. B. (2015). Patrimônio Cultural e Políticas Culturais. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 1(02), 255–258. https://doi.org/10.23899/relacult.v1i02.58

Edição

Seção

Dossiê - Turismo e Patrimônio Cultural

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)