Estudo de Caso da comunidade afrodescendente do município de Piracanjuba / Goiás - Brasil: Capitalismo, globalização e tradições culturais.

Autores

  • Iván Mauricio Perdomo Villamil Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.575

Palavras-chave:

Afrodescendente, Capitalismo, Cultura ancestral, Globalização, Tradições culturais.

Resumo

Resumo

 

O principal objetivo desta proposta é desenvolver um processo de pesquisa com famílias Afrodescendentes do município de Piracanjuba / Goiás - Brasil, focando a análise sobre os impactos das políticas neoliberais associadas com o avanço da globalização em relação às práticas culturais da comunidade no atual contexto de permanente, urbanização, industrialização e  tecnologização da sociedade. Entende-se que as configurações das realidades do mundo a partir da globalização, e os elementos e transformações geradas a partir deste fenômeno enfrenta as comunidades afrodescendentes a dificuldades e desafios das diversas ordens (política, econômica, social, cultural, ambiental, etc.). Esta proposta coloca-se na perspectiva de Investigação-Ação- Participativa (I.A.P.), porque além de sua flexibilidade e variedade técnica e metodológica, envolve a comunidade a participar ativamente no exercício de pesquisa, permitindo  assim contribuir para o reforço do tecido social e empoderamento político, enfatizando na importância de preservar, valorizar e reconhecer a cultura Afrodescendente na região, diante os interesses econômicos e políticos do grande capital.

Biografia do Autor

Iván Mauricio Perdomo Villamil, Universidade Estadual de Goiás

Graduação em Sociología - Universidad Santo Tomás de Colombia (2005). Especialista em gestão cultural com ênfase em políticas culturais e planejamento da Universidad Nacional de Colombia. (2015). Mestrando programa ambiente e sociedade da Universidade Estadual de Goiás.

Referências

ANDER-EGG, E. Repensando la investigación-acción-participativa. 4 ed. Ciudad de Mexico: Grupo Editorial Lumen, 2003. 12 p. (Obra completa )

MARIÑO, G. Encuentros y desencuentros con Orlando Fals Borda en un panel de la Universidad del Quindio. Universidad de Quindío, Armenia, 1994. 137p. (Obra completa). Disponível em: <http://www.germanmarino.com/index.php/descarga-mi-obra/investigacion-ap>. Acesso em: 22 jul. 2016.

MARTÍN-BARBERO,J. Oficio de Cartógrafo. Travesías latinoamericanas de la comunicación en la cultura. México: Fondo de Cultura Económica, 2002. 348 p. (Obra completa)

ORTIZ, M.; BORJA, B. La investigación acción participativa: aporte de Fals Borda a la educación popular. Espacio Abierto, Maracaibo, v. 17, n. 4, oct./dic. 2008. p.615-627. Disponível em: <http://www.redalyc.org/pdf/122/12217404.pdf >. Acesso em: 5 jul. 2016.

RUBIM, A.; RUBIM, I.; VIEIRA, M. Atores sociais, redes e políticas culturais. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2005. p.14. Disponível em:<http://www.cult.ufba.br/arquivos/atoressociais_redes_e_politicasculturais_catedra2005.pdf>. Acesso em: 16 jul. 2016.

SOUSA, W. F.; MOLINA, R. M. A política educacional brasileira e a proposta de educação quilombola no contexto da regulação transnacional. XVI Simpósio Brasileiro da ANPAE, Recife, mai. 2013. p.1-17. Disponível em: <http://www.anpae.org.br/simposio26/1comunicacoes/WanildoFigueiredo-ComunicacaoOral-int.pdf>. Acesso em: 14 jul. 2016.

TOURAINE, A. Después de la crisis. México/DF: Fondo de Cultura Económica, 2013. 140 p. (Obra completa)

Downloads

Publicado

31/12/2017

Como Citar

Perdomo Villamil, I. M. (2017). Estudo de Caso da comunidade afrodescendente do município de Piracanjuba / Goiás - Brasil: Capitalismo, globalização e tradições culturais. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.575

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo